O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Nosso maior delito é protestar sem perguntar pelo nosso amor sequestrado.



"O presidente Hugo Chávez, na posse de Evo Morales, em janeiro de 2006, declarou: "Nesse momento o Che está dançando de felicidade pelas nuvens da Bolívia. (...) Creio que o presidente Hugo Chávez acertou: El Che dançou e cantou nos céus da Bolívia durante a posse do presidente Evo Morales. Agora esperamos que o povo boliviano lute inspirado no exemplo do Che e não se deixe enganar por aqueles que querem apenas garantir privilégios. (Esta citação veio daqui)

 

 

E desde a infância o nosso amor é sequestrado e abusado... 



Há 500 anos
"A minha confissão é a confissão de uma derrota...
Guerra! Sangue! Sangueira! Todas as tentativas que fiz... Sangue. Mortificação. Errei quando pensei poder pedir a Igreja que combatesse um sistema de superstição, de ignorância, de violência. A Igreja usa o poder e não o amor. Quanta ingenuidade a minha acreditar poder reformar a condição dos homens com a ajuda deste ou daquele príncipe que tem o poder pedindo que reforme o sistema de seu Estado..."
Giordano Bruno, matemático e filósofo italiano (1548-1600).


 500 "delituosos" anos

depois,

 e graças a bendita Internet...

Conectemos mais alguns pontos...

 

 

Evo: “Nuestro delito es ser indígenas

 y ser antiimperialistas”

COCHABAMBA – El presidente Evo Morales dijo hoy, en el acto de aniversario del municipio de Shinahota en el trópico de Cochabamba, que no bastarán las disculpas de los países implicados en el incidente del pasado martes, cuando Francia, Portugal y España negaron el uso del espacio aéreo al avión presidencial en su retorno a La Paz desde Moscú.
“La posición firme que vamos asumir desde el Gobierno nacional, desde el Estado Plurinacional es hacer respetar ante los organismos internacionales, esas normas, Los tratados internacionales. No es basta sólo la disculpa de algún país donde no nos permitió pasar por su territorio”, dijo Morales.
Asimismo, aseguró que la actitud de aquellos países no fue una casualidad ni un error, sino que se trató de una estrategia de amedrentamiento al pueblo boliviano y latinoamericano.
“Nuestro delito es ser indígenas y ser antiimperialistas”, afirmó Morales, “y cuestionar las políticas económicas que sólo llevan a la miseria y la pobreza”.
Por otro lado, aclaró que era “imposible” que el exagente de la CIA, Edward Snowden, hubiera entrado a la aeronave presidencial.
“¿Cómo podía cargar un agente al avión, si EEUU y Europa tiene su propia estructura de inteligencia?” preguntó Morales.
Finalmente, el jefe de Estado aseveró que hará prevalecer los derechos y la soberanía del pueblo.  FONTE



O DERRADEIRO DELITUOSO DESAFIO
é compreender que todas as utopias humanitárias são concessões táticas dentro da milenar estratégia escravagista. Portanto, precisamos nos permitir acordar para o derradeiro e sublime momento desta experiência nesta existência... Acordar para o desafio de permitir manifestar o VERDADEIRO "CHANGE", O ÚNICO "CHANGE" CAPAZ DE REVOLUCIONAR E LIBERTAR DE FATO, DE DENTRO PARA FORA e DO FUNDO PARA A SUPERFÍCIE TUDO ISSO que está AÍ. O REAL CAMPO DE BATALHA É O CAMPO DAS IDEIAS.
Estão aí, múmias vivas e espertas aprimorando continuamente o nosso impedimento da visão de nós mesmos. A torturadora genocida "casa grande" com seu império milenar criou isso, e, em tempo de genocidas exterminadores de futuro, HAARPs, CHEMTRAILS e MONSANTOS entre outras FARMAFIOSAS escolhas, articula e gerencia muito bem o credo e controle do nosso agrilhoamento planetário com seus velhíssimos régua, relho e compasso.

Você não... 

Zumbificados, sonambúlicos ou idiotizados, em troca de mais lixo do "luxo", inebriados com diabólicos celulares, obedecemos robótica/mente aos comandos criptografados por "eles" em nosso caótico subconsciente. Escravo bão mermo é o que se julga liberto. O mais disso mesmo será sempre mais uma "nova" ilusão em programas "up grade" doutrinadores da estratégia de falsa liberdade, a reciclada dominadora casa grande e senzala com a bancária lucrativa terrorista escassez planejada de tudo; para você e todos nós... 

Não conseguimos nos salvar e queremos salvar este mundo e o alheio? Não conseguimos nos revolucionar e queremos revolucionar este mundo e os outros? Não conseguimos enxergar um palmo adiante do nariz e queremos determinar o caminho do outro? A grama do vizinho é sempre mais verde... Por isso mandamos os discordantes para os campos de crucificações e fogueiras da Guantânamo eterna? 

Você é o povo, o felizardo, aquele marido enganado, sempre incrédulo, e sempre o último a saber. O cornofóbico de olho na mulher alheia. É sempre o perdedor neste jogo infernal de torturar, matar/matar, senzalar e saquear na disputa dos territórios e mercados de novos escravos. E ainda contribui para o "criança esperança"... Eles são isso, vivem disso e para isso... (Coloquei aqui este link ao invés dos textos e fotografias em vibracional respeito aos seres humanos vitimados e aos que eventualmente aqui nos visitem. Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato)

"Guantanamo's the tip of the iceberg. Ideologias inumanas impunes no poder continuarão... Exemplo atualizado: http://www.activistpost.com/2013/07/us-courts-approve-indefinite-detention.html




 "Endurecer-se sem perder a ternura jamais."

Um direito e um dever de todos. Mas, purificar-se é necessário. É preciso o silêncio da escolha do querer mudar-se e libertar-se radicalmente sem precisar dos consumistas ilusórios e manipuládos protestos tele-públicados, os mesmos, os de sempre e "sob os auspícios dos poderosos melhores patrocinadores".

Minha proposta é outra. Mais radical. Drummond de Andrade também escolheu isso. A dangerosíssima viagem par adentro de si mesmo. Não posso escolher por você. É a grande revolução de dentro para fora. Aquela que começa no meu entendimento ao treinamento do Eu no perdão do necessário amor incondicional; já que o espírito é divino e perfeito. Um novo parto do meu renovado Eu. Do meu mais fundo ao inimaginável divino altíssimo infinito de mim mesmo.

Auto perdão ressonante é começar por permitir-se esvaziar a própria taça do EU  permanente "fel" das fratricidas crenças, escolhas e julgamentos ancestralmente inoculados e transbordantes. Reformatar o "chipado" EU repetidor do sou o isso e o aquilo. Parar o "auto run" do EU sei que sou o que EU sou porque ELE é "sempre" isso e aquilo outro... Você nem nós sabemos nada do que estamos fazendo (ELES sabem). Nós repetimos cheios de arrogância o texto maquiado e mal ensaiado de uma peça de terror. Vestimos as mesmas roupas imundas e velhas, lixos que nunca nos serviram e nem a ninguém. Só foram e são úteis aos que nos dirigem em cena enquanto nos escravizam, dentro e fora dos palcos. "Investem" zibilhões de hollywoodianos lucrativos e delíriosos dólares nesta máquina de guerra camuflada sob lantejoilados arco-íris.

Não sabemos nada do que, de fato, acontece até esvaziarmos a taça do "áureo" ego, espelho do dono do escravizante Eu SOU, o importante. O programa "taxi driver" do eu sei e você não.  "Are you talking to me? Are you talking to me?" A auto carteirada do "Você sabe com quem está falando?" Com o famoso e obscuro EU EU EU... E EU. 

O que não se sabe não se vê. E o outro seu EU? O que você não conhece e por isso pensa que não existe. E la vão julgamentos morro acima e condenações morro abaixo.  E por isso você não consegue SE ver. 

Mas, e a contrainformação? A farmáfia adora isso. O que os olhos não veem o coração não sente? Eles gostam das guerras. Como separar o joio do trigo? Quem sou eu? Onde estou? Para onde estão me levando?

Saber é o poder de ver e poder é o saber ver. É bem difícil reformatar o HD/do EU quando a plataforma "não sei quem sou mas tenho certeza" está rodando no caótico subconsciente. Memórias e programas ancestrais atormentadores.

A "tradição cash" do ancestralmente, pessoal e inalienável, do intransferível... "Eu sou porque sou e a vida é isso. "Vida leva Eu, deixa a vida me levar... "Eu sou o que deus quiser, "Eu sou assim. "Eu sou nada. "Eu sou ninguém. "Eu sou o que sou e ninguém tem nada com isso. "Eu sempre fui assim. "Eu não vou mudar agora... "A vida é isso: pau que nasce torto morre torto." Haja estupefacientes para a "salvação das almas penadas".

Esta é a boiada pisoteando os "paus" do caminho escuro e torto, aquele onde a grama não nasce jamais... E lembranças e recordações fratricidas doem até o fundo da alma. É difícil modificar o tortuoso granítico "EU SOU IMUTÁVEL".  Mas, nem impossível como apregoa a carcereira propaganda oficial.

Principalmente se você tiver a coragem para querer escolher começar desligando a alienante barulheira da onipresente Televisão (arma de controle e extermínio em massa) dentro e fora de você. Sem aspas.

Há muitos, nem dolorosos, vitoriosos métodos eficazes de limpeza, e, escolhas no silêncio sempre funcionam mais e melhor... Os bons e ótimos resultados vão depender da ferocidade dos contratos de importância assinados com o egoísmo de cada um.

Esforcemo-nos... Não sejamos tão auto destrutivos, Ho'oponopono nele; como disse o grande palhaço filósofo Tiririca: "Pior do que está não fica." 

Muito pelo contrário.

Principalmente para você que sempre quis abandonar o permanente medo das crenças e escolhas "pré-fabricadas" para e sobre você. E, por isso mesmo, quer conhecer de uma vez por todas, o divino e perfeito corajoso abençoado SER HUMANO que é você, em um outro "ainda desconhecido" e muito melhor você mesmo.

É o desafiador "silencioso dever de casa", de todos as horas. A grande chance do seu verdadeiro definitivo "CHANGE" sim eu posso, eu quero. É agora. Neste exato fim de mundos onde o transcendente cada vez aumenta mais sua velocidade cognitiva...

Tudo começa amorosamente, em nosso próprio lar, o interior (LAR vem de LAReira), a parte da cozinha onde se acende o fogo... Nosso "fogo" eterno, o que sustenta o quantico ressonante eletromagnético gerador divino corpo/estação/residência temporária, o nosso espírito, o vivo imortal. 

Retomando o fio da meada, em nosso limpado mundo interior voltado para revolucionárias imortais e amorosas humanas crenças e escolhas, antiescravagistas, as do SER 100% responsáveis por tudo o que está em nossas vidas.  

É a tal Revolução?

Isso! A importante. Àquela, a mais difícil e insubstituível de todas as revoluções... A única capaz de aniquila-los. A única que, de fato, "eles" temem. Sem sair de dentro de você mesmo e sem disparar um único tiro. Muito menos contra você mesmo... O resultado é inseparável do processo que a ele conduz.

O resultado estará no VIR A SER o ressonante exercício somatório da compreensão amorosa da "massa humana" limpa, recriada. E sem que ninguém tenha jamais precisado sair às ruas para escravizadores "pré fabricados" protestos .  

Esta é a revolução transcendental. A jamais mensurável ressonante eletromagnética frequência de onda geradora que de fato os anulará quando promovermos as nossas próprias, as individuais, as radicais limpezas dessas memórias universais em programas escravizantes criptografados em nossos ancestrais subconscientes por esses milenares escravizadores. Somos divinos e perfeitos, falta saber isso, compreender isso, SER isso, a mudança que tanto queremos para todos "os mundos".

Ninguém precisa ficar doente ou morrer por coisa alguma. Ninguem precisa julgar e condenar o outro, aquele ressonante espelho de nossas próprias mazelas. Cada um dá o que acha que tem. Acredite. Sou um antigo visionário... Desde de criança que meu reino não era mesmo deste mundo. Poucos são os que me entendem e que irão. "Cada qual com seu cada qual." (?)

Velho é o deus, o milenar ladino sistema, este arguto "invisível" escravista que compartilhamos e sustentamos repetindo como papagaios memórias e programas interconectados formatando esta tenebrosa carcerária teia.

Com nossos DNA manipulados e abusados aceitamos religiosamente uma dolosa ilusão em programas "up grade" da estratégia de falsa liberdade para a perpetuação da dominadora casa grande. Tornamo-nos os seus treinadíssimos repetidores das "falsas bandeiras".

Profissionais agitadores "search and destroy", monitorados por inacreditáveis programas HAARP, infiltrados nas cíclicas revoltas desse caótico ancestral escravista labirinto do nada. Sutis "up grades", milimetricamente projetados, escondidos e administrados pelos donos desses "androides" em que nos transformaram, a casa grande, a tão falada e mal compreendida "poderosíssima" escravocrata matrix.

Pensemos muito bem sobre tudo isso antes de sairmos por aí cooperando com programas das escravizantes emoções manipuladoras do TER ao invés do guerreiro amoroso SER, o libertador... O Infinito e em expansão. 

O caminho é de ida... Sei que você não acredita nisso... Eu também não acreditei... Tudo está em mutação tomando sempre novas qualidades. Escolhas novíssimas gerando novas crenças são mesmo oportunidades assustadoras.  Há os que querem por que querem permanecer no inferno. Que fazer? 

O jogo segue...




O generoso Requião pregando para "mundos vazios" no deserto brasileiro do labirinto do nada...




Como bois a caminho do matadouro...


Disseram que "estamos no comando" das transformações na fazenda, é por isso que estão nos levando para onde queremos. Um pasto maior, mais verde, cheio de agradável sol, sombras e farta água pura.

Se bem que; nunca mais tivemos notícias, vimos ou ouvimos falar daqueles outros bois que levaram antes de nós... Naqueles trens...

Holocaustos diários. Aos milhares... Milenares genocidas. Mundialmente escarnecem de nós enquanto você os aceita e ataca quem nos defende? Brincando de castelo de cartas, Estados terroristas nos distraem enquanto nos destroem... Parasitas da humanidade. Querem as crianças esperança torturadas e mortas "desde o ninho". Qual é o propósito? O por que? A que tipo de deus, que deuses servem? A ONU é uma macabra deidade, uma coleção de horrores "divinos" em nome do poder genocida da desumanidade.

E, desse modo, neste exato agora, estamos a caminho da aterrorizante sionista Guantânamo planetária com nossa cretina leniência antes, durante e após os mundialmente hollywoodianos exaltados manipulados protestos...

Qual o propósito de sermos mantidos como cogumelos do esterco nos pastos deste milenar labirinto do nada? 

Está pensando? Vai desistir? Justo em uma era de sofisticadíssimas tecnologias de controle e manipulações de conhecimentos e inteligências... Como já disse Giordano, a bruna Igreja continua usando o poder e não o amor. E ainda aparece por aqui quem defenda o tal de Vaticano e outros corruptos parasitas da nossa artificiosa desumanidade. Escravagismo é isso...

Qual é o propósito de nos manterem milenarmente atolados no lamaçal da antropofágica miséria física, mental e espiritual reagindo só aos estímulos dessa escravizante deusa onipresente. Por que? O que querem de nós além das nossas "energias sutis" e a intencional agrotóxica farmafiosa  lucrativa morte lenta internacionalmente planejada?

Por incrível que possa parecer há também escravos que os adoram. Torturam, matam e morrem vendendo as tortuosas almas de seus semelhantes por qualquer trinta dinheiros... Há muitos inumanos entre nós, muito mais do que propagam as "nossas" vãs telefilosofias midiocráticas.



E sob as luzes que apagam o Universo infinito em expansão... Você ajoelha e não pensa, nada, nem nisso... Por que?

Alô! Alô! Galera. Nunca disse para desistirmos. Por que? "Fadiga de guerra" é coisa natural. O treinamento do acordado sempre será este; manter-se acordado respirando fundo, pensando  e percebendo que compreender "A FONTE" são outras revolucionárias maravilhosas atitudes. 

Esta imagem está liberada para uso sem fins lucrativos

É preciso outra compreensão de onde estamos, de quem somos e o que de fato se passa conosco. Qual é nosso sublime propósito nesta existência. Mas, quem está pensando nisso, né? Os por quês? Os propósitos dessa escancarada sórdida conspiração contra a humanidade.

Pensemos, e muito bem, sobre tudo isso antes de aceitarmos cooperar com programas das emoções manipuladoras dos escravizantes TER, ao invés do "guerreiro amoroso" SER, o incondicional libertador... Infinito e em expansão. O mais será sempre mais uma ilusão em táticos programas "up grade" na estratégia de falsa liberdade pela escravizadora casa grande.

Não sejamos mais um número nos computadores do "grande irmão". Sejamos verdadeiramente muito mais corajosos. Somos também poderosíssimos e invencíveis quando movidos pela ressonante energia do infinito amor incondicional criador do tudo, o múltiplo do que existe. 


Outras conexões para refletir e tentarmos compreender, os porquês, os escusos propósitos disso que se passa. Pesquisemos mais enquanto a vovozinha dorme de touca e seu feroz Lobo dentuço em pele de cordeiro não vem.

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2010/02/atraves-dos-olhos-de-um-escravo.html

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2013/06/o-brasil-acordou.html

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2013/06/change-yes-sim-protestemos-nos-podemos.html

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2013/06/para-voce-que-esta-gostando-de.html

http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2013/06/os-espelhos-e-grande-planejada.html


Sou grato a todos vocês, principalmente aos que chegaram atenciosamente até o final da leitura destas passionais reflexões. E continuam pacificamente refletindo sobre tudo que leram, viram e ouviram. Continuemos buscando a compreensão e a boa vontade entre os homens nesta ressonância cósmica de crenças e escolas/escolhas. Os infinitos mundos agradecem. Mestre é o que está sempre apreendendo algo mais. "Grande", é o caminho infinito. "A covardia não salva o destino" (Ditado árabe).

\o/ sinto muito, \o/ me perdoem, \o/ vos amo, \o/ sou grato.

12 comentários:

  1. «Todavia, no mundo, as palavras Liberdade, Igualdade, Fraternidade puseram em nossas fileiras, por intermédio de nossos agentes cegos, legiões inteiras de homens que arvoraram com entusiasmo nossos estandartes.

    Contudo, tais palavras eram os vermes que roíam a prosperidade dos não-judeus, destruindo por toda a parte a paz, a tranqüilidade, a solidariedade, minando todos os alicerces de seus Estados. Vereis pelo que se segue como isso serviu ao nosso triunfo; isso nos deu, entre outras cousas, a possibilidade de obter o triunfo mais importante, isto é, a abolição dos privilégios, a própria essência da aristocracia dos cristãos, o único meio de defesa que tinham contra nós os povos e as nações.

    Sobre as ruínas da aristocracia natural e hereditária, elevamos nossa aristocracia da inteligência e das finanças. Tomamos por critério dessa nova aristocracia a riqueza, que depende de nós, e a ciência, que é dirigida por nossos sábios.

    Para impelir os ambiciosos a abusar do poder, opusemos umas às outras todas as forças, desenvolvendo todas as suas tendências liberais para a independência... Encorajamos para esse fim todas as tendências, armamos todos os partidos e fizemos do poder o alvo de todas as ambições. Transformamos os Estados em arenas onde reinam os distúrbios... Dentro de pouco tempo, as desordens e bancarrotas surgirão por toda a parte.

    Quando criarmos, graças aos meios ocultos de que dispomos por causa do ouro, que se acha totalmente em nossas mãos, uma crise económica geral, lançaremos à rua multidões de operários, simultaneamente, em todos os países da Europa.

    Essas multidões por-se-ão com voluptuosidade a derramar o sangue daqueles que invejam desde a infância na simplicidade de sua ignorância e cujos bens poderão então saquear.


    Esse fenômeno se explica pelo fato de fazerem esses ditadores - primeiros ministros - dizerem baixinho ao povo que, se causam mal aos Estados, isto é com o fito de realizar a felicidade dos povos, sua fraternidade internacional, a solidariedade, os direitos iguais para todos. Naturalmente, não se lhe diz que essa unidade será feita sob nossa autoridade.

    E eis como o povo condena os justos e absolve os culpados, persuadindo-se cada vez mais que pode fazer o que lhe der na veneta. Nessas condições, o povo destrói toda estabilidade e cria desordens a cada passo.

    Quem poderá derrubar uma força invisível? Nossa força é assim.

    Desde então, levamos o povo de decepção em decepção, a fim de que renuncie mesmo a nós, em proveito do rei-déspota do sangue de Sião, que preparamos para o mundo.»


    Esta declaração dos "Protocolos", de que o direito reside na força, está de acordo com o Talmud.

    Um abraço de pétalas brancas amigo querido.

    ResponderExcluir
  2. Segue artigo em site e link indicado pelo grande aldo luiz.............http://inacreditavel.com.br/wp/o-ultimo-discurso-de-joseph-goebbels/............mais uma vez aldo vc. é co cara..............

    ResponderExcluir
  3. Sou grato a todos vocês, principalmente aos que chegaram até o final da atenciosa leitura destas passionais reflexões. E continuam refletindo sobre tudo que leram, viram e ouviram. Continuemos buscando a compreensão e a boa vontade entre os homens. Mestre é o que está sempre apreendendo algo mais. "Grande", é o caminho infinito. "A covardia não salva o destino" (Ditado árabe).

    \o/ sinto muito, \o/ me perdoem, \o/ vos amo, \o/ sou grato.

    ResponderExcluir

  4. Caro Aldo, sinto que nossa amiga lusitana, acorda, dorme,se aliementa , vive (tomar banho não digo) pensando unica e exclusivamente nos judeus, acho até compreensivel pois todo pais com forte influencia da igreja o ódio ao povo judeu é algo marcante, e portugal não foge a lista, apenas acho curiosos que suas fontes de pesquisa carecem de caracter da verdade, da fidedinidade da coerencia e da exatidão, sempre cita obras no topo da literatura fantasiosa criativa e anti-semita, lamento mas como acho que o que vêm dd minho não nos causa problema, apenas digo a mesma;.............."""morra de inveja"", nós somom bom mesmo naquilo que fazemos e aonde vamos levamos progresso e desenvolvimento.........a sim a dacadência de portugal e espanha se deu exatamente com a expulsão dos judeus e isto não é mera coincidência..........passar bem, pois, pois..........

    ResponderExcluir
  5. Caro Nelson, a NOSSA questão continua sendo:"Nosso maior delito é protestar sem perguntar pelo nosso amor sequestrado."

    Que idade você teria se não soubesse a idade que tem? Que nacionalidade você teria se não soubesse onde nasceu? Que fé professaria se não lhe houvessem inoculado uma religião? Quem é você? Quem somos nós? Onde estamos? Para onde os escravagistas tem nos levando?
    Não é para me responder, é para refletirmos na hora que dormimos, acordamos, comemos e tomamos banho... Antes de fazer comentários, plenos de memórias e programas escravistas, RELEIA COM ATENÇÃO ESTA nossa POSTAGEM, assista os vídeos e as mensagens anteriores também...

    Grato pela amorosa visita, toda PAZ e toda Luz \o/

    "Sou grato a todos vocês, principalmente aos que chegaram atenciosamente até o final da leitura destas passionais reflexões. E, continuam pacificamente refletindo sobre tudo que leram, viram e ouviram. Continuemos buscando a compreensão e a boa vontade entre os homens nesta ressonância cósmica de crenças e escolhas. Os infinitos mundos agradecem. Mestre é o que está sempre apreendendo algo mais. "Grande", é o caminho infinito. "A covardia não salva o destino" (Ditado árabe).

    ResponderExcluir
  6. Olha aldo para responder vossas indagações, terei que fazer uma consulta a BIBLIA do pessoal do inacreditável...............MEIN KAMPF........mas de certo a resposta será em um manicômio e/ou hospital psiquiatrico.............

    ResponderExcluir
  7. Aldíssimo, calma com os "Nelsons", nessa hora somos testados no nosso amor desequestrado! É o velho programa do medo, agindo numa de suas formas, o ataque gratuito.

    Gratidão pelo espaço de leitura rarissíma de se encontrar. É um escaço porto seguro que acompanho ha mais de um ano.

    ResponderExcluir
  8. Bruníssimo, sou gratíssimo por sua amorosa necessária presença.

    O "maravilhosíssimo" poeta Mario Quintana (http://www.releituras.com/mquintana_cadernoh.asp) escreveu para nossa referencia e sanidade:

    "A Coisa -
    A gente pensa uma coisa, acaba escrevendo outra e o leitor entende uma terceira coisa... e, enquanto se passa tudo isso, a coisa propriamente dita começa a desconfiar que não foi propriamente dita.

    Melhor mesmo é rir enquanto as garrafas se afastam mar a adentro refletindo o dourado por do sol na crista das ondas espumantes... Não vale a pena chorar por deserta ilha inexistente...

    Grato pelo comentário salvador. Toda PAZ \o/ toda LUZ

    ResponderExcluir
  9. Eu que sou grato Aldo! Muito sábio o texto que você trouxe à tona. Você é um gênio que com certeza acessa a fonte infinita de amor com muita frquência! Grato por compartilhar conosco.

    ResponderExcluir
  10. Bruno, desculpe a pergunta e de maneira respeitosa este na foto é vc. mesmo ou não???............parece o David Bowie com cabelo tingido e fantasiado de chapeuzinha vermelha

    ResponderExcluir
  11. Sim, Eu sou este da foto Nelson. Tenha uma boa semana!

    ResponderExcluir
  12. Legal, meio androgeno........abraços

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails