O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, MISÓGINO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sábado, 21 de janeiro de 2017

Almas Antigas




Almas Antigas – O amor transformador 1

Existe um tipo especial de pessoa neste mundo que é, muitas vezes, incompreendido. Essas pessoas tendem a ser solitárias, espíritos livres, amantes inocentes. Elas olham o mundo como poderia ser – e como deveria ser – embora o mundo raramente as enxergue. São as almas antigas, os sonhadores, as pessoas em sintonia com a vida, tão intuitivas de emoções que nos assustam. Nos assustam não por causa de quem são, mas por causa de quem nós não somos, do que nos falta.

Almas antigas atingem profundidades que não podemos compreender. Elas têm uma conexão com Deus, com o Universo, com a Natureza, e é por isso que elas são as pessoas que vão mudar o mundo. É preciso ser uma pessoa confiante para amar uma alma velha. Mas vale muito a pena. Isso irá mudar sua vida.

1. Elas são românticas

Apreciam os nossos corações e fazem isso com estilo: com piqueniques e velas e elementos surpresa. As Almas antigas têm um dom para se divertir, para a paixão e aventura, e só se revelam para aqueles a quem amam.

2. Elas são leais

Dê a uma alma antiga amor, respeito, paixão, e ela será fiel a você para sempre. Almas antigas não estão atrás de amizades superficiais, ou encontros de uma noite. Elas valorizam o interior. A Verdade. A Autenticidade. E se você atender a essa necessidade, o amor que ela tem por você nunca vai morrer. Ela estará junto com você quando seus sonhos se estilhaçarem, quando a vida ficar difícil, na alegria e na tristeza.

3. Elas nos ajudam a crescer

As Almas antigas têm mentes curiosas. Elas se inspiram facilmente e desejam aprender o máximo possível sobre o mundo e aqueles ao seu redor. Elas não temem a mudança ou a aventura. Estão abertas a novas ideias e novas maneiras de fazer as coisas. Desejam crescer como pessoas (espiritualmente, emocionalmente e fisicamente) para nos inspirarem a crescermos e mudarmos também.

4. Elas não são materialistas

As Almas antigas se preocupam mais com as experiências, com a qualidade do tempo que passam juntos. Não se preocupam com joias caras e flores, nem nada que o dinheiro compra. Elas valorizam você, a pessoa maravilhosa que você é, a pessoa pela qual se apaixonaram.

5. Elas compreendem as profundas conexões da vida

As Almas antigas podem parecer, às vezes, distantes, quase sobrecarregadas com o estresse do mundo ao seu redor. Elas, muitas vezes, refletem sobre o amor, a dor e a preocupação. Suas mentes estão trabalhando duro para tentar resolver os problemas do mundo e os problemas de sua alma. Elas fazem isso por conta de seu forte desejo de curar o mundo. Ajudar aos outros e a si mesmas. Então, aprecie suas emoções ricas e mágicas, que são profundas. Aceite o seu desejo de escrever, desenhar e pintar. Incentive-a. Valorize as profundezas de sua alma. Deixe-a voar para que possa compartilhar seu coração aberto com aqueles que precisam.

6. Elas são gratas

Porque o que é bom neste mundo pode dar a impressão de ser pouco e meio distante, porém as almas velhas buscam e apreciam a beleza. Elas procuram o melhor nas pessoas, a beleza a sua volta, pelas bênçãos da vida. E, muitas vezes, encontram. O que as tornam uma luz para tudo e para todos aos seu redor.

7. São exemplos de bravura

É incompreendido na vida, é desvalorizado, é visto como um estranho, é banido do grupo – e ainda assim sobrevive – UAU!!. As Almas antigas são as pessoas mais corajosas que eu conheço. Elas andam pelas estradas mais dolorosas desta vida, e ainda assim, de alguma forma, criam coragem de sorrir. Por serem altruístas. Por apoiarem os outros.

8. Elas são autênticas

As Almas antigas não são falsas. Eles não fazem jogos. E nem vão dizer o que você quer ouvir quando não concordarem. Delas você ouvirá a verdade, quer goste ou não. E, embora, às vezes, a verdade possa machucar, pelo menos é a verdade.

E sim, quando uma alma velha está triste, não consegue esconder. E pode ser um processo doloroso assistir sua tristeza, se você a amar. Mas lembre-se, nunca serão falsos.

As Almas antigas são o que são e é por isso que nós as amamos.

9. Elas têm fé em nós

Elas enxergam o melhor de nós quando não conseguimos ver isso por nós mesmos. Nós podemos ser os maiores idiotas, ingratos, egoístas, e mesmo assim ela não desistirá de nós. Elas nos motivam a sermos melhores, mais fortes, mais autênticos. Elas nos lembram do que é belo neste mundo. Nos inspiram a seguirmos o nosso coração e perseguirmos nossos sonhos.

Elas são o tipo de pessoas das quais precisamos em nossas vidas, porque enxergam o potencial que ainda temos que ver.

10. Elas nos Amam

Ser amado por uma alma antiga é sentir as vastas extensões dos oceanos, dos céus e das estrelas, tudo de uma vez. O amor de uma alma velha é um fogo verdadeiro, ardente de amor profundo que inflama a depravação dentro de nossas próprias almas. É intenso e poderoso, altruísta e infalível. Amar e ser amado por uma alma velha nos cura, nos transforma e nos molda em pessoas mais apaixonadas.

Almas antigas são o Sol. Elas são a centelha. São todas as cores do arco-íris, e as profundezas da terra. Elas podem ser mal interpretadas, mas seu amor é verdadeiro, seus corações são puros. Apaixone-se por uma alma antiga e você nunca mais precisará amar novamente.




Somos os heróis quando estamos conscientes de nossa divina finalidade neste planeta. 
SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.
Inté!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

As delações do fim do mundo


Naufraga o braszil enquanto do céu caem morridos aviões virando páginas de um obituário como se folhas mortas já fossemos...

Na noite de ontem (19), Joaquim Barbosa emitiu sua opinião sobre o trágico acidente aéreo que vitimou o ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato.
"O que mais precisa acontecer para definitivamente nos conscientizarmos de que estamos sendo governados por criminosos?
Em confirmado este crime, está mais do que na hora da Min Carmen Lúcia pedir a intervenção".
(Diário do Brasil)

Todos os olhos políticos do Brasil seguiam de perto o ministro do Supremo porque estava nas mãos dele a homologação das chamadas "delações do fim do mundo", as dezenas de colaborações com a Justiça de executivos da empreiteira Odebrecht, incluindo a de seu herdeiro e ex-presidente Marcelo Odebrecht. A expectativa era a de que Teori Zavascki começasse a decidir em fevereiro se oficializava ou não as delações que implicam centenas de políticos, incluindo integrantes dos núcleos duros do Governo Michel Temer e da anterior gestão, da petista Dilma Rousseff. (fonte)

Ainda não acreditam em conspirações...
Sem problema.

Todos somos heróis quando estamos conscientes de nossa finalidade neste planeta.

SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.

Inté!

domingo, 15 de janeiro de 2017

Os invisíveis cordéis...


Juntemos uns pontos em permanentes atualizações:

1


Temos sido manipulados pelos escravagistas em todas as épocas... Ao som dos tambores e trombetas de todas as lucrativas genocidas guerras. Sem cogitar especular o Nibiru X, agora podemos ouvir e sentir melhor "os tambores" do(s) H.A.A.R.P.(s) espalhados (e invisibilizados) pelo planeta de fora a fora. Segue incólume a 3ª grande guerra mundial. EXTRA: Rusia, China e Irán anuncian envio de tropas militares y armas en apoyo a Venezuela en ejercicios para evitar invasión.

2

Vivemos no planeta Água. Pensemos bem, temos um mar interior, somos água... As células se intercomunicam em meio líquido por frequências de onda... Somos o resultado deste somatório de eventos... Portanto, aqueles que manipulam os eventos nos controlam...

Pesquisemos sobre isso.


3

Pessoal, muito cuidado 
O TAL DE AQUECIMENTO GLOBAL cada vez aumenta mais...

 Frio de até -65°C mata quase mil pessoas entre a África, América do Norte, Ásia e Europa


(Atual cobertura de gelo/neve sobre a Europa impressiona. Praticamente todos os países acumularam gelo e neve em superfície desde o início do ano. Crédito da imagem: Reprodução: Cbk)


(Raposa congelada no município de Fridingen, estado de Baden-Württemberg, sul da Alemanha, na sexta-feira (13). Onda de frio congelou o rio Danúbio, onde o animal caiu e ao sair ficou completamente congelado. Crédito da imagem: Joahnnes Stehle) The Day After Tomorrow pode até ser título de filme de ficção, mas o atual cenário é de total realidade.

Contrariando a informação divulgada pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) de que 2016 foi o ano mais quente já registrado na história do planeta – desde que as medições tiveram início, em 1872 – as constantes ondas de frio no hemisfério norte, além de provocar muitos estragos, também elevam a cada dia o número de mortos.

4

E tem mais um item desafiador fora da caixa para reflexão; pro macho inteiro o sexo sem a fêmea é aversivo... 
Hoje somos mais de 7 000 000 000 e ainda não acreditamos em conspirações... 
SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.
Somos os heróis quando estamos conscientes de nossa divina finalidade neste planeta. 
Inté!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Pensando bem...


21. A Transmutação 
No Plano Espiritual é a imortalidade da alma, a evolução das idéias, o poder de manifestar a vida em infinitas formas. No Plano Mental representa o princípio do conhecimento supremo como origem de todos os conhecimentos; a bem-aventurança. No Plano Físico tende aos processos que favorecem os estímulos, as inspirações acertadas, o trabalho remunerador, as recompensas generosas, os atos que tendem à melhoria.

Estou pensando bem.
Estou refletindo a Sabedoria e a Inteligência Divina
 em todos os sentidos.
A minha mente é a mente perfeita de Deus, imutável e eterna.
Ouço a voz de Deus que é a voz da paz e do amor.
Compreendo a verdade, conheço a verdade e amo a verdade.
O rio da paz de Deus inunda minha mente.
Minha mente está cheia da sabedoria e compreensão de Deus.
O que quer que esteja me preocupando Agora está me deixando.
Me declaro livre e em paz.

Somos os heróis quando estamos conscientes de nossa divina finalidade neste planeta.
SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.
Inté!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Hoje é o dia dos santos reis... "As três Marias".


https://espacoastronomico.wordpress.com/
rion, de acordo com a mitologia grega, desempenhou um papel importante para as civilizações antigas. Sua posição no céu ao longo do ano era um prenúncio das mudanças climáticas que estavam por vir. Quando se observava Órion nascer durante o amanhecer, era um sinal que o verão houvera chegado. Seu nascimento no início da noite anunciava o inverno, e à meia-noite indicava época da colheita de uvas. Essas observações foram feitas por civilizações do hemisfério norte. Para o hemisfério sul vale o contrário. No meio de dezembro Órion estará nascendo para nós (no leste) após o crepúsculo. O que isso pode nos indicar? Isso mesmo! O início do verão!
Hoje, 06 de janeiro é o dia dos santos reis...
“AS TRÊS MARIAS”
Você possivelmente já conhece a constelação de Órion, ou pelo menos parte dela. Aquele conjunto de três estrelas popularmente chamadas pelos brasileiros de “Três Marias” nada mais é que o centro da constelação – representa o cinturão do gigante. Sabendo encontrá-las, encontra-se a constelação completa facilmente.
Grandes civilizações como os babilônios, egípcios e gregos tiveram histórias diferentes para essas estrelas que conhecemos por as três marias. Na Grécia, a constelação é conhecida como a do herói grego Órion o caçador que foi morto por um escorpião. No antigo Egito, o Cinturão de Órion era conhecido como o símbolo do Deus-faraó Osiris. Cada um dos nomes das estrelas vem do árabe. Mintaka significa cinto, Alnilam significa “um cinto de pérolas”, e Alnitak significa “O Cinto”. Os cientistas acreditam que as três estrelas foram formadas numa época próxima em que uma das nebulosas encontradas na constelação de Órion. (informe-se mais, estas informações vieram daqui) 

FELIZ ANO NOVO !
Olha o verão aí gente!
Somos os heróis quando estamos conscientes de nossa divina finalidade neste planeta.
SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.
Inté!
Na paz da gratidão.

sábado, 31 de dezembro de 2016

FELIZ 2017! Longe das ilusões.


Não sejamos egoístas... Sejamos conscientes.


"Em verdade em verdade" ele é, e toda esta centenária (milenar) corja temerosa é, todos são, "missionários", profissionais exterminadores de futuros. Lacaios das velhas realezas escondidas nas sombras das holllywoodianas coroas cravejadas de diamantes e outros ensanguentados humanos brilhos. Vivem de golpes, saques e extermínios, a missão deles é a destruição das conquistas ditas brasileiras. As maravilhas do Brasil que jamais foram nossas de verdade e nunca serão. A corrupção é a verdadeira bíblia.

O Brasil é uma propriedade privada, uma colonia escravista preservada a custa de muito sangue e miséria humana, indígena, negra, "branca". O Brasil é uma possessão Inglesa como toda a América e outras paragens mundo afora; e ninguém consegue ver isso porque ninguém estuda História "fora das caixinhas" estabelecidas por ela desde muito antes de quando Portugal e Espanha aqui chegaram mandadas para fazer para e por ela o serviço da estiva. 

A televisão (todas de sua judia propriedade) lava 24h por dia os cérebros, corações e almas dos humanos gerando robóticos desumanos zumbis. São visceralmente escravistas os inumanos alienígenas os donos desse (i)mundo saqueando terras e povos onde nos mantem em perene infantilismo inebriados por uma lenda com o título de "democracia" do povo, para o povo e pelo povo, não passando da velha casa grande e senzala travestida em hipócrita espiritualidade. Todas coroadas e organizadas muito "religiosamente". 

Nada vai mudar sobre isso em 2017. Os seus "jogos de guerras" são seu melhores negócios e os seres humanos são seus escravos, somos o cacife do jogo.  Manda quem tem as armas e obedeça quem tiver juízo... A humanidade está sob ataque e quem vê TV não vê o que de fato está acontecendo, está sucumbindo à hipnotizante mediocridade do "flaxflu" cotidiano numa prisão esquiso paranóide plantária planejadamente fratricida. Somos mais de 7.000.000.000; querem administrar não mais que quinhentos milhões de escravos.

Não sejamos eternos tolos. Não sejamos corruptos! Não sejamos egoístas. O tempo passando vai nos mostrar tudo isso ao mundo do que restar deste projeto genocida sempre reciclável ao longo da milenar história do escravagismo neste planeta. O Brasil não é uma ilha. Acredite quem quiser. Restar-nos-a o tomar consciencia da razão do verdadeiro e necessário permanente "Orai e vigiai" no poderoso sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato do bendito Ho'oponopono. (Pesquisemos sobre isso.)

A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado tanto. Liberte-se! Somos almas cativas em busca da liberdade. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica. O tempo não existe! O maior cego ainda é o que não quer ver...


Feliz ano novo!
Cada um só pode dar o que tem.

Pacific Rim on Alert as Massive Waves of Cosmic Energy Strike Earth


Publicado a 30/12/2016
One of the biggest galactic and cosmic events in history may be taking place on earth at this time. There are enormous waves of energy being recorded by our science instruments such as the equipment used for (MIMIC) Morphed Integrated Microwave Imagery at CIMSS.


Somos os heróis quando estamos conscientes de nossa divina finalidade neste planeta.
SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.
Inté!
Na paz da gratidão.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Do tempo em que computador era uma dor insuportável


Mais de quinze anos vivenciados dentro de uma "mídia nobre” juntamente com a TV, o radio e o cinema, assinando as capas como Aldo Luiz sem a plena consciência de que estava fazendo História. Eu estava lá com meus jovens Eus felizes e ainda não sabia. Escolhera viver meus sonhos sem perder a ternura jamais.

Uma “limpeza” particular e absolutamente necessária do tempo em que computador era uma dor insuportável.


Decepcionado deixo a Escola Nacional de Belas Artes. Eram os difíceis 1964/69, "eles" vivem de golpes. Nada é por acaso. Vibrando apenas o meu desejo de trabalhar em paz com as artes gráficas, uma novidade em meu currículo escolar, e, sem abandonar a pintura, sou surpreendentemente convidado à realização do meu desejo. Ainda na E.B.A. fizera um cartaz (para o Banco Nacional de Investimentos do Magalhães Pinto) que visto em uma vitrine pelo André Midani (gerente geral da Phonogram depois Polygram, hoje Universal) mudaria minha vida. E durante a década de 70 até meados dos anos 80 trabalharia para a indústria do disco como artista gráfico, capista e diretor de arte.

Uma aventura estelar! Era o bom e velho long-play com as capas e contracapas impressas em dois quadrados de 31,1 x 31,1 cm. Aos olhos do público dos CDs e Dvds atuais, não havia ainda o bendito computador, as capas de disco eram “outdoors".

Sempre me surpreende neste momento olhando e limpando essas memórias o compreender quanto somos manipulados pelos verdadeiros donos das mídias em proveito de seus milenares interesses particulares raramente confessos e muito menos publicados. 

O fascínio do contato com o mundo “fashion” das “estrelas” e super "stars" da música em seus bastidores de fracassos e sucessos me assaltavam o coração e o espírito emocionado enchendo-me o dividido ego entre o profissional colaborador e o fã admirador.

Quando ao final do primeiro ano fui ao cargo de diretor de arte um susto e tanto foram meus primeiros contatos com verbas, planilhas, “budgets”, custos, gastos, concorrências e cifrões enevoando as criações artísticas. “Agora você é um patron menin!” disse o André. Estava eu às voltas “novamente” com estas memórias para mim muito complicadas de lidar com o bendito dinheiro. E essa faxina continua "sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato".

Agora aparecia uma complicação bem maior fazer arte e pensar em verbas, custos, lucro, perdas, ganhos, pagamentos, fornecedores, prazos, agendas, telefones, cobranças e uma montanha de outras tarefas burocráticas em papeis jamais falados em aulas na Escola de Belas Artes. Aliás, em qualquer escola no Brasil e principalmente as de arte.

Todos nós discutimos economia, política e finanças enquanto acossados por essa hipnótica força do sistema que nos mantém acuados contra as mais reles necessidades restauradas de crise em crise sempre muito bem arquitetadas. 

O dinheiro é a energia vital, sem ele não podemos fazer circular nossas criações, nossas manifestações divinas e perfeitas nas humanas produções sejam elas quais forem. Artista não pensa muito nessas coisas materiais, é a cigarra cantando enquanto a formiga trabalha. “O dinheiro não trás felicidade”, “Mais vale um gosto que seis vinténs”, “Dinheiro não é tudo”, “Mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha do que um rico entrar no reino do céu”. E por aí vai... 

De modo geral se paga muito bem a alguns artistas, "aos deuses", em quase todas as artes. Não é a toa que alguns recebem o título de “rei” ou “rainha” disso ou daquilo. Há sempre uma propaganda atualizada desses novos milionários. A maioria dos artistas jovens em todas as áreas profissionais das mídias mundo afora responde bem ao processo de inflamação do ego em programas de idolatria e acirrada competição entre todos pela fama e a riqueza. É milenar esta tática.

Aos honestos contestadores, e aos que podendo desvelam a verdadeira artimanha da mídia, está reservado o ridículo, o fracasso, o ostracismo, a pobreza, as infindáveis leis, ou o pior. Deixa-se escapar um ou outro de talento incontestável para reforçar a velha ideia de que as exceções confirmam a regra. É o bem aplicado truque do dualismo. Daí minha conclusão de que todas as utopias humanitárias são táticas dentro da milenar estratégia escravista. 

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato! A ideia deste especial "merecimento” vendida diuturnamente ao público é posta cinicamente nas mãos da divindade que premia ou castiga aos mortais e aos “imortais”. Então a porta para o sucesso se abre ou se fecha. 

A casa do divino não tem porta. Aqueles que controlam o fluxo do dinheiro interferem no fluxo de energia vital. Eles sabem que a abundância do Universo é inesgotável, e, cônscios desta afirmação sabem que abrindo ou fechando as torneiras do bendito dinheiro podem dominar o mundo ao seu gosto submetendo-o às zonas de escassez ou abundancia.

Mas, para que isso aconteça é importante que os humanos não saibam que isso está acontecendo, e, só é possível enquanto e justamente porque não sabemos isso. Enquanto esta consciencia não acontece contrata-se a mídia global para não deixar que isso aconteça.

Para se ter uma vaga ideia desse dado, ao final de um semestre (os anos 70) foram remetidos para a Holanda seiscentos milhões de dólares do lucro líquido na venda dos discos. Publicaram a informação pela primeira e última vez e nunca esqueci essa fortuna... Limpemos este programa ancestral de memórias de escassez sempre compartilhado com todos; “sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato!”

Mas de onde vem, e como, este dinheiro de todas essas fortunas? 

Do mundo sedutor das escravizantes irrealidades e fantasias. É o dinheiro das massas inconscientes que lotam os circos com ou sem pão no setor de “serviços” de fazer sonhar como Alices no país das maravilhas ou Lucys no céus de diamantes. Escapismos hipnóticos anestesiando memórias quase sempre doloridas pela escassez de todos os bens materiais mais elementares, alem dos bens do amor e do afeto principalmente.

É deste hipnótico setor áudio-visual o farto dinheiro do esquizofrênico entretenimento onde de tudo muito, e ao qual a arte, de corpo e alma, boa ou má, presta serviço em favor da consumista materialização na estupidificação das massas para imposição de fins inconfessos.

Tristeza não tem fim, felicidade sim. E como dá dinheiro isso! É a grande ilusão do perene carnaval onde a gente trabalha o ano inteiro por uns momentos de sonhos pra fazer as fantasias de reis ou de piratas ou jardineiras onde tudo nunca se acaba na quarta-feira. 

Limpemos continuamente este programa ancestral das memórias de ilusões sempre compartilhadas com todos; sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato!

Dedico este artístico parangolé em gratidão aos mestres César Villela, Mello Menezes, e aos colaboradores arte finalistas, ao saudoso revisor Geraldo Avelar, aos muitos excelentes fotógrafos e aos parceiros capistas Lincon Tosta Nogueira, Nilo de Paula, Pedro Hélio Lobianco, Rogério Duarte, Elifaz Andreato e a todos os Artistas sem os quais eu não teria qualquer importância.

Feliz ano novo!
Somos os heróis quando estamos conscientes de nossa divina finalidade neste planeta. 
SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.
Inté!

Related Posts with Thumbnails