O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quinta-feira, 29 de abril de 2010

À BEIRA DO FASCISMO

Por que a NOVA  ORDEM  MUNDIAL escravagista não tem programa ou proposta? 

Porque é escravista. O escravagista tem no escravagismo seu ideal de vida , satisfação e mórbido prazer. Por isso o seus eleitoreiros enganadores "programas e propostas", quando os tem, são para a perenização deste processo de milenar exploração da humanidade em suas senzalas onde estoca sua sempre excedente força de trabalho a pão e água chafurdando em lixo bumba.
Estas senzalas, as quais despreza e odeia, que não são tratadas nem como gado, e quer reduzir em holocausto através das mais insuspeitas manobras sempre acobertadas pela midiocracia de sua total cumplicidade e subserviência.
Não se iludam com as quinquilharias que o banqueiros nos empurram em ilusórios cartões de crediários em juros escorchantes a perder de vista. Isto é só um truque para esconder as garras das grandes verdades que nos oprimem enquanto estamos ocupados como crianças em parque de diversão.
Isso não é só no Brasil não, os mestres desses vende pátria aqui, são os mesmos dos vende pátria de todos os povos. Estão entronados no alto da pirâmide e resguardados por seus exércitos mercenários cada vez mais inumanos, opressivos, repressivos e sempre impunes.
Conspiradores e antropofágicos, levantam-se do esgoto imoral da abjeta história que fazem milenarmente para atravancar e infernizar a humanidade que escravizam. 
A mente aberta está desafiando o que nos mantém presos no nada, longe da criadora verdade infinita. Comece a grande mudança do mundo por você mesmo. Desligue a TV que destrói nossas vidas e toda gente brasileira com suas novelas e seus noticiários fajutos e doutrinadores do medo e terror paralizantes. Olhe para você, seus filhos e seus netos, informe-se fora da "matrix" e pense nisso.
  Sinto muito, sou grato.

Notícias

 À beira do fascismo
Por Vinicius Souza [Quarta-Feira, 28 de Abril de 2010 às 19:15hs]
Há tempos imagina-se que haveria uma coordenação ligada às oposições por trás da estratégia unificada de assassinatos de reputação, calúnias e difamações na internet, além da tentativa em todas as mídias de colar na pré-candidata ao Planalto pelo PT, a ex-ministra Dilma Rousseff, a pecha de mentirosa. Nos blogs de vários jornalistas, especulava-se sobre a possibilidade do tesoureiro nacional do PSDB e homem forte do pré-candidato José Serra, Eduardo Graeff, ter alguma participação importante nesse esquema, já que seu nome aparecia como seguidor em vários dos mais radicais tuiteiros da baixaria. Além de membro do partido, ele é conselheiro do Instituto Social Democrata, entidade fundada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e que acolhe grande parte da cúpula do tucanato.

 Hoje (28), entretanto, o deputado federal pelo PDT do Rio, Brizola Neto, divulgou em seu blog (www.tijolaco.com.br), levou à tribuna da Câmara dos Deputados em Brasília e entregou ao líder do PT na Casa, deputado José Genoíno, as provas de registro dos domínios www.petralhas.com.br , feito pessoalmente por Graeff em nome do IDS, e do www.gentequemente.org.br , de propriedade do PSDB. O primeiro endereço, apesar de inativo, remete ao título de um livro do virulento opositor do governo Lula e blogueiro oficial da revista Veja, Reinaldo Azevedo. Já o segundo, está alinhado ao discurso iniciado pelo senador José Agripino Maia (DEM RN), quando acusou Dilma de ter mentido sob tortura, e seguido insistentemente por veículos como Folha de S. Paulo e O Globo na repercussão do nunca provado encontro entre a ex-ministra e ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira. O Gente que mente, aliás, tem um link no site oficial do PSDB (www.psdb.org.br).

 Em entrevista exclusiva ao site da revista Fórum, Brizola Neto afirma que a ação da oposição beira o fascismo e que se as forças progressistas não tomarem rapidamente uma atitude mais firme, a tendência é a baixaria tomar o lugar do debate político. “Quando um partido político usa a instituição para a criação de um domínio ponto org na internet para acusar o governo de mentiroso e um deputado como José Carlos Aleluia (DEM-BA) publica em seu site oficial um texto difamatório contra uma candidata e o atribui falsamente a uma jornalista renomada, estamos à beira do fascismo”, diz. “Somente a certeza da impunidade da mídia e a total perda da capacidade para o debate político e o confronto de ideias por parte das oposições, sem coragem para atacar diretamente um governo com grande apoio popular, podem justificar atitudes assim”.

 Para Brizola Neto, é incompreensível a letargia do PT em responder à altura e levar à justiça representações contra crimes tipificados no código penal, como a divulgação de pesquisas eleitorais fraudadas, como o caso das mudanças nos percentuais do IBGE pelo Datafolha denunciadas recentemente, calúnia, injúria e difamação. “O problema maior é que se for acumulado um passivo de demandas muito grande, vai ficar cada vez mais difícil reverter essa situação e as versões podem valer mais que os fatos”, analisa. “Felizmente hoje temos ferramentas na internet para descobrir, desmentir e divulgar essas falcatruas, muitas vezes obrigando a grande mídia a reconhecer seus ‘erros’, mas seria necessário uma coordenação melhor desse verdadeiro exército de cidadãos dos quais eu me orgulho de fazer parte”.
Vinicius Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails