O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, MISÓGINO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

domingo, 29 de novembro de 2015

De caravelas e cruzadas, Mariana, H.A.A.R.P, França, Síria e Argentina...



São o poder.

Possuem todos os meios de lavagens cerebrais, de qualquer cérebro, tanto para o bem como para o mal. São escolhas. Religiosidade não é o mesmo que espiritualidade. Fazem o que querem. São o poder. Ritualistas. Todas as utopias humanitárias são tática dentro da estratégia escravagista. Parasitam corpos e almas. Milenarmente. Incrédulos estamos em 2015 para 2016 falando em discos voadores, extraterrestres, Internet, televisão, chips, drones, drogas, celulares, e, as realezas, continuam se apresentando com as (mesmas) indumentárias rituais (arquétipos) do tempo das caravelas e cruzadas... E o beija-mãos dos que nos escravizam... Eles são pobres com os pobres e ricos com os ricos.



Se não entenderem o áudio entenderão as imagens...


Informação
(...) " - Monge... os animais? Talvez, sim, mas os animais selvagens são livres, enquanto vocês são escravos. Escravos das vossas regras, dos vossos donos, do vosso Deus que quer ver-vos rastejar aos seus pés. E são escravos mesmo aqueles que entre vocês têm ouro e joias, que dormem em travesseiros macios envoltos em lençóis de seda. São escravos que vivem com o medo de perder o que têm, que têm a ilusão de poder comprar a segurança com o dinheiro. 
- Tu não sabe nada, bárbaro. Tu só sabes matar e saquear, tu não sabes nada da grandeza de Roma, nunca poderias entender o significado do que nós construímos.  
- Achas, monge? Na verdade eu sei como são vocês, eu vivi entre vocês. Eu também estive em Roma, o maior esgoto do mundo... Vi senadores maquilhados como matronas, preocupados apenas em segurar as suas perucas, enquanto os escravos que os transportavam tentavam evitar os excrementos que cobriam as ruas. Eu vi a nobreza que amolecia nos vapores das termas, vi os pobres que pisavam-se para ter o pedaço de pão distribuídos por mãos arrogantes, e vi o público atirar frutos podres contra os administradores só porque os jogos não eram suficientemente divertidos. Eu vi tudo isso e muito mais: de qual grandeza falas tu, monge? 

Trabalham nas sombras, 
nos bastidores, pelos subterrâneos.


Enquanto não ajoelham definitivamente o Brasil vão cercando os outros, os "bolivarianos". Azuis cercam os vermelhos, o jogo segue... Somam o Peru, Chile, Colômbia e Paraguai à Argentina.

Com toda certeza "os nossos aliados" terão que decidir se nos socorrerão ou cuidarão de defender-se. De um jeito ou doutro, querendo ou não, seremos ocupados. Esse é o plano... (...)

(...) "A isto podemos somar a crise dos refugiados, que combinada com a brutalidade dos atentados e a conseguinte indignação, poderia provocar uma resposta violenta contra os imigrantes por parte dos grupos mais xenófobos, o que por sua vez, provocará uma resposta destes e um crescente nível de enfrentamento social e instabilidade." (...)


 Tudo está ligado a tudo.
Um pouco da vizinha Argentina.


Projeto Segunda República – 24-Nov-2015 – NACIONAL: Habemus CEO

Enrique Romero e Adrián Salbuchi avaliam o resultado eleitoral na Argentina com a vitória de Mauricio Macri como novo presidente.
(05:00) Tchau CFK! Por fim!
(12:53) O sistema se auto-perpetua…sempre!
(16:15) Macri deixará operar a justiça: Fundos de Santa Cruz?
(19:00) Aliança do Pacífico na mira de Macri.
(21:00) Argentina em um mundo perigosíssimo.
(24:50) Dívida, dívida, dívida…
(29:30) U$S 15 Bilhões: Uma e outra vez.
(33:50) A Americas Society dos Rockefeller: Felicíssima com Macri!
(39:00) Quarta Frota dos EUA em águas argentinas.
(44:05) De la Rúa e Cavallo muito contentes com Macri.
(48:50) “Democracia”: Primeiro nos deram governos mafiosos – Agora nos dão governo de milionários.
(50:30) Volta o Sushi.

Enrique Romero e Adrián Salbuchi: Análise das notícias internacionais.
(01:20) Guerra Mundial: Obama acredita ter o direito de remover a qualquer regime que ele não goste. Força e hipocrisia!
(07:30) Nos tomam por estúpidos.
(10:15) Caravana ISIS protegida pelos EUA: Link original.
(20:30) Teatro Bataclan de Paris: 11-09-2015 seu dono sionista vendeu o teatro. Fazia reuniões para arrecadar fundos para o Exército Israelense.
(22:40) The Economist: Anuário 2015. Seguimos analisando.
(27:00) Religion Global “Light”.
(27:50) A fraude do Aquecimento Global.
(34:20) Nota de Enrique Romero no Canal 26: Ver neste link.
(38:40) Turquia derruba caça russo sobre a Síria.
(43:40) Ocidente continua agredindo o Irã.
(50:37) Jonathan Pollard: Espião israelense. O problema das dupla-lealdades.
(54:00) Presença militar dos EUA na América do Sul.
(FONTE)

Guerra contra as guerras... 
Toda Luz!
Inté!

Ser ou não ser É a questão...

sábado, 28 de novembro de 2015

Ser ou não ser? Bullying O jogo dos Universos.


Ser ou não ser É a questão...

"Andar pelo caminho não significa sair de uma Matrix e entrar em outra. Existem várias Matrix. O final da trilogia mostra isso. Toda dependência é uma Matrix. Neo torna-se autossuficiente. Isso é andar pelo caminho. 
Quando imagens falam como mil palavras.
"sorria você está sendo filmado".
 (foto)
"A propósito dessa fotografia (*) do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, quero formular um comentário dirigido particularmente aos velhinhos do Clube Militar e congêneres, alguns dos quais, os mais antigos, podem ou devem ter sido meus colegas de Colégio Militar. 
A perseguição que movem a esse homem, à sua esposa, a seus filhos e amigos não se deve ao fato e ele ser incompetente como político ou como gestor; se tal acontecera, o julgariam irrelevante. É porque importa que se importam com ele. 
Nem se deve ao fato de, em seu governo, terem ocorrido graves episódios de corrupção. Qualquer um de vocês que tenha tido comando sabe que a corrupção é endêmica, perpassa a administração desde muito tempo antes e contamina todas as estruturas até agora criadas para controlá-la. Pode-se dizer que a corrupção, que havia, cresceu com o país nos últimos 12 anos, não mais que ele. Talvez bem menos." (...) (se quiser continuar a leitura na FONTE...)

Concordo em boa parte e digo mais; completamente teleguiados pela deusa TV, caprichosamente "esquisofrenizados" (Os sintomas mais comuns da esquizofrenia envolvem alterações específicas do pensamento, da percepção sensorial, do comportamento e do afeto.), se auto intitulam religiosos, tementes a deus e justiceiros em nome de Jesus. A humanidade está ficando assim... Confundem "olho no olho" com "olho por olho" e "dente por dente" com "sorria você está sendo filmado".

O que fazem com o Lula e sua família, e a Presidente Dilma, chama-se bullying.

Bullying foi o que fizeram com Jesus (e todos os outros mártires) antes de mata-lo. O brasileiro, este alienado de si e de tudo desorientado, perdeu a pouca sabedoria sobre si, o caráter, a noção de humanidade, de respeito e de civilidade. Boçaliza-se. (boçal - adjetivo e substantivo de dois gêneros.1. ant. referente a ou escravo negro recém-chegado da África, que ainda não falava o português. 2. p. ext. que ou aquele que tem falta de cultura; ignorante, rude, tosco.)
Definições da Web Bullying; é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos causando dor e angústia, sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder. O bullying é um problema mundial, sendo que a agressão física ou moral repetitiva deixa marcas para o resto da vida na pessoa atingida.
O agressor inferioriza e se impõe sobre o outro, na tentativa de superá-lo em termos físicos e psicológicos, e de satisfazer seu ego. Quase sempre, não tem o apoio de uma boa educação, com conselhos e amparos apropriados, e é isso o que mais o encoraja a fazer o que faz. Já a vítima é alguém com medo das possíveis consequências de sua reação, e é por isso que não reage, se reprimindo a si mesma.... 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bullying

Mas, qual é o caminho a que se refere(m)? Penso que o único caminho possível é o nosso mesmo, o de cada um em faxina profunda de si mesmo, conscientes. Não sejamos corruptos! A estrada é a mesma para todos; porém, o caminho é solitário, auto gestante, individual, e precisa ser consciente. A revolução é interna, em si mesmo. Se você melhora o Universo melhora. Copiou sua (nossa) responsabilidade?!

"O resultado é inseparável do processo que a ele conduz." Tomar consciência da nossa, da sua individualidade, da sua (nossa) presença 100% responsável da sua (nossa) impressão digital única e única responsável por nossas escolhas, nossas crenças; nosso destino, nosso Karma, que o resultado de nossas ações, as nossas crenças e escolhas.

Ninguém muda ninguém. Cada um de nós cria o seu karma, que ao fim das contas é o nosso, mas, não queremos assumir responsabilidades, nos acovardamos diante das escolhas. Nos deixamos corromper. Nos tornamos corruptos. (corruptos - adj.: Que foram corrompidos; que sofreram corrupção.)

O que estamos vivendo no planeta, esta tenebrosa 3 ª guerra mundial (já declarada pela ONU e o Papa), é o resultado, o somatório, o sumo, "a matrix" de nossas repetentes escolhas corruptas. 

Não existe meio escravo, é como gravidez, não existe meio corrupto, mais ou menos grávida. Acovardados, cada um com seu cada qual, construímos o mundo em que vivemos. Cada um de nós escolhe as que supomos nos farão um Karma melhor, menos burros de moinho, menos escravos, menos escravizadores.

O Tao do caminho naturalmente conectado com a fonte de onde tudo vem e vai é onde escolhe(r)emos com o coração batendo em paz o que queremos para cada um de nós. Nós somos o todo...

Pensar primeiro no todo e depois na parte fará uma espetacular diferença. O Universo desde já agradece emocionado.

Resumindo: a saída da MATRIX por qualquer pessoa é vista como uma perigosa ameaça que deve ser imediatamente "neutralizada". Deletada ou criptografada (encarceramento), questão de controle e segurança. Atualmente, "o sistema", e nada disso é novo, chama a estes, os que pretendem se libertar, de - "terroristas". Simplifica.
"O interrogatório de Neo é feito porque o Agente não consegue entender como Neo quer sair da Matrix. Porque sair da Matrix? Como viverá fora da Matrix? Quem está financiando a saída de Neo? Onde ele está?"
"O fato de falar que uma coisa vai acontecer faz com que aconteça. Isso é um colapso da função de onda." (*)

MATRIX 

Azul ou vermelha? 
Branca não pode...



Matrix XVI


(*)"Livre arbítrio IV 
O Oráculo pergunta a Neo se ele teria quebrado o vaso se ela não tivesse dito nada. É evidente que quando sabemos o futuro nós o alteramos. Saber o futuro é um problema por causa disto. Para que possamos saber se aprendemos uma lição é preciso não saber o futuro.  
É nesse ponto que podemos tomar a decisão certa. Senão fica como uma profecia auto realizada. O fato de falar que uma coisa vai acontecer faz com que aconteça. Isso é um colapso da função de onda. 
Um decaimento radioativo é imprevisível e esse é o jogo de dados do universo.  
É por esta razão que uma pessoa sabe exatamente o que precisa saber. Como disse Morpheus para Trinity. A pessoa tem os dados necessários para tomar a decisão. A intuição provê esses dados. A pessoa tem uma sensação visceral do que fazer. No coração existem 40 mil neurônios interligados com os do cérebro. É por isso que é preciso balancear o coração e a razão. Não há falta de informação.  
Chega uma hora em que é preciso tomar uma decisão. Neo foi convidado a tomar a decisão. A decisão tem consequências. Como bem disse o Agente: você tem de tomar uma decisão. Neo toma a pílula vermelha. A partir daí ele está fora da Matrix. Conhece a verdade.   
O interrogatório de Neo é feito porque o Agente não consegue entender como Neo quer sair da Matrix. Porque sair da Matrix? Como viverá fora da Matrix? Quem está financiando a saída de Neo? Onde ele está?  
Onde ele está trabalhando? A saída de uma única pessoa, como Neo, é vista como uma ameaça total à Matrix. A Matrix não pode ter falhas. Ninguém pode saber que a Matrix tem falhas. E se a Mulher de Vermelho descobrir isso? 
“Há uma diferença entre conhecer o caminho e andar por ele”. Morpheus diz. É claro que existe um preço a ser pago por Neo. Andar pelo caminho não é fácil, mas vale a pena. Mas, isso só sabe aquele que anda pelo caminho. É como viver o Tao. Não dá para explicar. O Tao tem de ser vivenciado.   
Neo é o escolhido, mas todos os demais que estão em Zion também fizeram a escolha. Todos podem fazer a escolha. Não é uma escolha sobre humana. Neo também tem todos os problemas dos demais. Tanto antes como depois de tomar a pílula vermelha. Morpheus sabe que vale a pena tomar a pílula vermelha e Trinity também. Ela ressuscita Neo  
Andar pelo caminho não significa sair de uma Matrix e entrar em outra. Existem várias Matrix. O final da trilogia mostra isso. Toda dependência é uma Matrix. Neo torna-se autossuficiente. Isso é andar pelo caminho.

Guerra contra as guerras... 
Vocês não desconfiam de nada? 
Toda Luz!
Inté!

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Esse é o jogo de dados do universo.



Os dados... 
(...)A academia de polícia americana define:
"Quando um crime requer um grande número de pessoas, uma conspiração está formada"
A “Teoria da Conspiração” examina as ações de coalizões secretas de indivíduos, e se não fosse uma “teoria” sobre os “escândalos na Casa Branca” nunca saberíamos sobre Watergate ou Monica Lewinsky. Coisas miúdas para despistar a macacada, pois há babados imensamente mais graves do que abuso de poder, escutas telefônicas e vestidos manchados de... você sabe o que. (... @)

Os jogos
 (sempre de guerra)


A 3ª guerra mundial está aí, casas grandes contra as senzalas estapeando, socando as nossas caras e ninguém esta querendo acordar para isso. Ora imorais, ora amorais continuamos sonambúlicos... Extermínio em massa da espécie. Uma contradição antagônica. Não nos reconhecemos mortalmente cercados, ora fazemos isto, ora fazemos aquilo.

Não nos consideramos infinitos. Não nos amamos pelo que somos originalmente, antes de reprogramarem nossas mentes com este programas de competição fratricida dos vermelhos contra os azuis enquanto eles se divertem ganhando dinheiro negociando com as nossas vidas.

Agora troquemos de camisa e de campo.

Não nos reconhecemos de imediato, o programa anterior criptografado no subconsciente quer permanecer ativo, egocêntrico, possessivo. Quer se revalidar, se sobrepor. Virar DNA. Possuir, ser o dono da vítima que parasita.

Não nos reconhecemos capazes de assumir novas escolhas inspiradas, imortais, próprias. Menos ainda as sempre divinas e perfeitas. Repetimos a cada meio século de existência no planeta, o mesmo enredo... A mesmas escolhas com outros rótulos. "NOVO!", a ficção da liberdade de escolha. É o buraco negro entre as gerações que vão chegando e as velhas de partida. Como um desfile de escolas de samba atravessando na avenida...

Asseguram-se de não estarmos conscientes disso. Assegurados de não estarmos presentes; com os nossos conscientes "neutralizados", avançam o jogo. Coisa de reis...

Exímios programadores, esgrimistas. Suas peças de xadrez são de ouro maciço. Tamanho natural... Obras de arte. Vivas!

Esculpiu o jogo!? Está esculpindo?... Legal.

As guerras, qualquer tipo de guerra, (a guerra é um caríssimo jogo de matar matar, coisa de reis) sempre deram muito dinheiro aos senhores das guerras.

Observem as cores nas bandeiras... Azuis contra vermelhos. Matam-nos aos milhões.

Só mesmo um poderoso universo infinito, e em expansão!; ou muitos, poderiam guardar tantas frequências de onda, tantos encarnados e desencarnados voando por aí... Um bolo de cabelo, como dizia minha mãe.

Frequências que se recriam - "crescei e multiplicai" - é uma redundância."Quando AMANHECEU O DIA, o sol brilhava forte." Vocês já viram amanhecer a "noite"? Já viram fazer crescer sem multiplicar?

Somos frequências que  se auto reprogramam infinitamente. Informatizados somos ainda muito mais poderosos.

Já observaram as poeiras voando num raio de sol que passa por uma fresta? 

Imaginem quanto faturam os banqueiros que ficam empoleirados em seus castelos apreciando as ("nossas") paisagens em destruição?

"Do caos vem a ordem". Penetremos nas mentes deles... São exímios planejadores, treinadíssimos matemáticos estrategistas, usam réguas, compassos e poderosíssimos computadores. São obcecados ritualistas em suas ações guerreiras. Cultivam seitas secretas, inumanas.  Cultivam drogas.
Droga é toda e qualquer substância, natural ou sintética que, introduzida no organismo modifica suas funções.
São controladores sem qualquer tipo de afeto possuindo rígidos códigos de moral e conduta.
"Os princípios morais como a honestidade, a bondade, o respeito, a virtude, e etc, determinam o sentido moral de cada indivíduo. São valores universais que regem a conduta humana e as relações saudáveis e harmoniosas."
Trabalham nas sombras, nos bastidores, nos desvãos, nos subterrâneos, nos bueiros, são a nata do gangsterismo. Depopulação em genocídios. O esporte da caça. Coisa fina do carnivorismo, da antropofagia... Pra lá da "deep internet", pra lá dos buracos negros, dos poços sem fundo...


Os Universos...

 "O fato de falar(em) que uma coisa vai acontecer faz com que aconteça." 

"A prisão do banqueiro de R$ 300 bilhões de patrimônio, André Esteves, do BTG Pactual, certamente levará a Operação Lava Jato a encruzilhadas interessantes. 
http://www.viomundo.com.br/politica/estadao-explica-tudo.html

"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. 
E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa.
Antoine de Saint-Exupéry


Todas as utopias humanitárias são tática dentro da estratégia escravagista. Possuem todos os meios de lavagens cerebrais, de qualquer cérebro, tanto para o bem como para o mal. São o poder. Incrédulos estamos, em 2015 para 2016 falando em discos voadores, extraterrestres, Internet, televisão, chips, drones, drogas, tele transporte, celulares, e, as realezas, continuam se apresentando com as (mesmas) indumentárias rituais (arquétipos) do tempo das caravelas e cruzadas... 

Se não entendermos o áudio entenderemos as imagens...




Trabalham nas sombras,

 nos bastidores, pelos subterrâneos.


Enquanto não ajoelham o Brasil vão cercando os outros, os "bolivarianos". O Brasil é o tesouro no final do arco iris. Os azuis cercam os vermelhos... Somam o Peru, Chile, Colômbia e Paraguai à Argentina. Aumentam os azuis...

Com toda certeza "os nossos aliados" (?) terão que decidir se nos socorrerão ou cuidarão de defender-se. De um jeito ou doutro, querendo ou não, seremos ocupados. Esse é o plano...
(...) "A isto podemos somar a crise dos refugiados, que combinada com a brutalidade dos atentados e a conseguinte indignação, poderia provocar uma resposta violenta contra os imigrantes por parte dos grupos mais xenófobos, o que por sua vez, provocará uma resposta destes e um crescente nível de enfrentamento social e instabilidade." (...)

Guerra contra as guerras!

Vocês não desconfiam de nada? 
Toda Luz!
Inté!

Ser ou não ser É a questão...

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Só as mulheres tem o poder de mudar "os mundos".


(...)"Número prodigiosamente grande é o dos Verdugos da Humanidade, exatamente porque prodigiosamente grande é a estupidez humana. É ela que concorre para que os verdugos se multipliquem cada vez mais e nós os devemos considerar como "animais daninhos" que destroem o já semeado pelos bons Lavradores!...
(...)"Destruição" é o seu lema de acordo com o limitado estado de consciência que possuem e para levar a bom termo os seus intuitos, põe em ação o jargão maldito: "Dividir para governar", forçando seus adversários de todas as épocas a resistir-lhes com a sentença oposta e espiritual: "Unamo-nos para resistir". (fonte)


Parangolé ao final do "Cineminha"...

Rainha Elizabeth e São João Paulo

A Rainha oferece um jantar...



Rainha Elizabeth e  o Papa Francisco

Kate Middleton (1982), princesa inglesa, esposa do príncipe William, neto da Rainha Elizabeth II da Inglaterra. Oficialmente passa a ser chamada princesa Catherine. O casal recebeu o título de Duque e Duquesa de Cambridge. Catherine Middleton é a primeira mulher de um herdeiro real sem ligação de berço com a aristocracia.


Não faz muito tempo os Papas usavam também espada, elmo e armadura.


Princesa Diane, Lady Di

Uma turista paulista visitando um morro no Rio de Janeiro


G W Bush duas vezes ex presidente dos U.S.A. 
O do 2001..., 11 de sembro, 9/11 para atacar o Iraque, lembrou?

Exército

Rainha Elizabeth (Reino Unido) e Ronald Reagan - um ator e político norte-americano, o 40.º presidente dos Estados Unidos e o 33.º governador da Califórnia.

Não vá embora ainda, o filme continua...



Hugo Chaves, Hillary Clinton e um dedo duro...

Dilma e Hillary no mesmo evento da foto de cima









Agora o parangolé...

2

Você está desconectado


Depende da mão que segura a arma; nem sempre uma imagem vale mais que mil palavras.

Embate de egos. O Facebook é uma arma de propaganda, controle da mente e (auto) "extermínio em massa". E, como toda arma, pode (quem sabe?) se voltar contra seu dono.  

 Certamente há pessoas que pagam IPTU ao Facebook.

O Facebook, (o "livro das faces", o catálogo dos gostos e desgostos) me mostrou que só vemos o que queremos. Só concordamos com o que sabemos. Só discordamos do que não entendemos e por isso não reconhecemos como necessidade de vir saber e entender as razões do outro; nem na superfície e menos ainda na profundidade da mente. 

O "Face" (para os íntimos), também me mostrou que as casas grandes, os guerreiros escravistas (os reais stars warriors), estupidificam e sonambulizam bilhões de escravos para seus mais inacreditáveis serviços, e principalmente, o do controle deles mesmos, escravos vigiando escravos.

Genocídios fratricidas são também seus controladores excelentes grandes negócios; mesmo quando (ainda) não estão bombardeando seus parceiros competidores. 

As guerras sempre deram muito dinheiro aos senhores das guerras. Imaginem quanto faturam os banqueiros que ficam empoleirados em seus castelos apreciando as paisagens em destruição?

Mais parangolé em
http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2015/11/o-admiravel-inacreditavel-ser-humano.html



3

Concluindo:

Enquanto houver uma única escrava neste mundo, todos nós seremos escravos. 


Só as mulheres tem o poder de mudar "os mundos". O mundo em que vivemos é um mundo permissiva/mente feminino. E elas estão no comando. Seja por vontade (vontade- s.f. Determinação; sentimento que leva uma pessoa a fazer alguma coisa, a buscar seus objetivos ou desejos. Capacidade individual de escolher ou desejar aquilo que bem entende; faculdade de fazer ou não fazer determinadas ações. Capricho; desejo repentino: menino cheio de vontades! Desejo físico ou emocional: vontade de dormir; vontade de se apaixonar. Empenho; manifestação de entusiasmo e de determinação: guardou sua vontade para o vestibular. Deliberação; decisão que uma pessoa expõe para que seja respeitada. Prazer; expressão de contentamento: dançava com vontade.(Etm. do latim: voluntas.atis), escolha consciente (consciente- adj. Que tem a consciência de; que possui a noção ou o conhecimento sobre uma coisa: estar consciente de suas responsabilidades.Cujos sentidos funcionam perfeitamente: esteve em coma, mas agora está consciente. Que assume um ponto de vista ideológico em relação a alguma coisa: estava consciente do problema ambiental. Que sabe o que faz; que é capaz de entender, raciocinar ou interpretar. Que é desenvolvido com consciência, zelo e cuidado.s.m. Psicanálise. Nível mais elevado do âmbito mental sobre o qual um indivíduo tem consciência. (Etm. do latim: consciens.entis)ou omissão (omissão-s.f. Desídia; falta de ação no cumprimento de um dever.Falta; não dizer ou de deixar de dizer alguma coisa. Falha; não fazer ou deixar de fazer alguma coisa: omissão de socorro. Negligência; ausência de atenção e de cuidado. (Etm. do latim: omissio.onis). 

Paradoxo? O mundo é delasSão elas (?), quem fazem os homens, todos, pensemos muito bem nisso; do sexo ao parto são a vida e a morte de cada um de nós... Desde o ninho, "é de pequeno que se torce o pepino"...

Esperança é uma expectativa cheia de medos dentro da realidade ilusória manipulada pelos controladores escravistas.
(...)"Ou a coisa é pior, é sinal que todas as forças armadas na verdade são apenas uma, e os únicos verdadeiros inimigos dessas forças militares são os soldados de cada país! 
Resumindo a bagaceira: os exércitos do mundo, de forma estratégica, usam de SUAS armas para eliminar os seres humanos em guerras onde a única coisa real é o testar de armas contra a humanidade.
Pense nisso! (@)

4

Tiro aos pombos!

Nós somos os pombos....

Vejamos, em algumas palavras, uma dessas inequívocas verdades:
 
(...) "Enquanto Bernie Sanders pode estar cansado de ouvir falar de "e-mails malditos," de Hillary Clinton os recentes escândalos que resultaram de suas audiências de Capitol Hill, combinados com a investigação praticamente inexistente para o financiamento do Departamento de Estado de organizações terroristas têm ido a uma curta distância em demonstrar até onde Hillary Clinton agiu como o torcedor e carrasco de guerra desde o primeiro dia em que ela assumiu qualquer posição nacional no governo. 
Além de sua história em relação às crises da Síria e da Líbia, nunca deve ser esquecido que Hillary Clinton apoiou praticamente todas as conflitos militares lançados durante o próprio mandato desastroso de seu marido como presidente. 
(fonte)

5


(...)"Outra: a tal samarco, do grupo sinagogal vale do rio doce ("vale do rio doce" parece até deboche!), garantiu, com o vazamento da barragem, a totalidade de todo o terreno/minério das áreas atingidas DE GRAÇA e de forma imediata, sem precisar da "trabalheira" de desapropriar e indenizar. E só vai ter que indenizar os estragos depois de passar pelas três instâncias degeneradas da "justiça", ou seja, daqui uns vinte anos. Isso se houver indenização, afinal de contas todos nós conhecemos o judiciário e para quem ele trabalha. Sem levar em conta que as vidas perdidas, essas se foram para sempre!
E de quebra garantiu a agenda de EXPROPRIAÇÃO DA ÁGUA de boa parte de Minas e do Espírito Santo, agenda que está sendo perpetrada por toda a fossa brasilis!
E as multas?
Sim, quem ganha é a degeneração chamada estado, o mesmo que causa e garante o caos! Aos prejudicados, sobra a corrupção da lei!
Puta lex fede lex! Ou estamos sendo cada vez mais sabotados por excrementos de outra espécie que visam a tomada do Brasil através da fossa brasilis?
Será tudo mera coincidência???


O reis reinam mas não governam?
Com esses desgovernantes... 
Será que podemos confiar na segurança das outras barragens e das usinas nucleares?

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Mariana e o admirável inacreditável ser humano...


O admirável inacreditável ser humano é uma parte da minha tradução disso tudo, por outro Ângulo.


As guerras (sempre) são os desumanizados e inumanos fazendo seus melhores grandes negócios.

Estamos em guerra. Esta terceira, e que não será a última, será (como sempre é) contra a humanidade. Talmute. Manhunt. 666. Começou a real caçada humana. Está aberta a temporada de caça aos que eu chamo de, reduzindo à expressão mais simples, "os senzalados"; os seres humanos.

Um esporte religioso. Estas gerras são chamadas de "religiosas" (eufemismo) para encobrir a dura verdade das disputas sobre suas milenares senzalas entre as casas grandes. Uma "nova" ordem mundial avança na reorganização do jogo que ancestralmente jogam... Chamam a isso de tradição.

"Do caos vem a ordem". São exímios planejadores, treinadíssimos matemáticos estrategistas, são obcecados ritualistas em suas ações guerreiras. Cultivam seitas secretas, são controladores sem afeto possuindo rígidos códigos de conduta.

Trabalham nas sombras, nos bastidores, são a nata do gangsterismo. Coisa fina do carnivorismo, da antropofagia...

Muito mais de 7 000 000 000 de escravos... Um excesso! Não precisamos de tantos mais. Isso requer mãos tirânicas e bem pesadas. Os poucos milhões que restarem serão chipados.

Todos usam computadores. O Terrorismo é profissional. 

Um jogo, o mais radical, o de vida e morte, ou melhor, matar ou morrer, ou matar e matar... Ou, (fria/mente) - A arte de matar.


1

Estamos em 2015 para 2016 falando em discos voadores extraterrestres, Internet e celulares e as realezas continuam se apresentando com as (mesmas) indumentárias rituais (arquétipos) do tempo das caravelas e cruzadas...



Os humanos (peças) são escravizados pelos das casas grandes. Somos números nos computadores das realezas.  "Guerra nas estrelas"; e nós giramos em torno de uma delas.

Uma necessária depopulação e extermínio em massa da humanidade é o que fazem com os excessivos escravos; excedentes de produção. Reis versus Plebeus, cavalos, bispos, torres e  peões no tri dimensional tabuleiro xadrez do labirinto do nada.

"Não precisamos de tantas bocas inúteis", já disse Henry Kissinger. (Henry Alfred Kissinger é um diplomata americano, de origem judaica, que teve um papel importante na política estrangeira dos Estados Unidos entre 1968 e 1976. Wikipédia). Está ainda vivo e falante...

Essas guerras genocidas são para controle dos estoques de escravos, os peões. Há hierarquia também entre peões. É do jogo. Iludidos; fazem de tudo para serem aprovados por seus escravizadores. Jogo duro... Ilusão de liberdadeOs melhores escravos recebem melhor tratamento!?


As guerras são os desumanizados e os inumanos fazendo seus melhores negócios. 
Coisa de "alto nível", "prata fina"...


2

Uma homenagem ao
George Carlin
12-5-1937/22-6-2008 

"Ilusão de liberdade"


Como diria minha avó; "Liberdade e consciência Humana, são outros (assustadores) 700"...


3

(...) "LEIS DO GOVERNO NORTE-AMERICANO DÃO BASE PARA O ESTABELECIMENTO DE TRIBUNAIS TALMÚDICOS
Sob os governos de Reagan, Bush e Clinton forneceram-se, sob o eufemismo da educação (por exemplo, Resolução Conjunta 173 e Lei Pública 102-14), uma base para o estabelecimento de “Tribunais de Justiça”, para serem comandadas pelo discípulos de Shneur Zalman, sucessor de Habad, o rabino Menachem Mendel Schneerson. Estes tribunais estarão supostamente sob as “Leis Noélicas” (prescrições contra a idolatria baseadas na aliança com Noé).  
Mas sob a interpretação Talmúdica das Leis Noélicas a adoração a Jesus deve ser proibida, já que esta adoração é considerada idolatria. (cf. Alan Unterman, Dicionário de Tradições e Lendas Judaicas, p. 148); todos os não-judeus nos Estados Unidos teriam status legal de ger toshav (estrangeiro residente). 
O uso de impostos pagos pelos americanos para subsidiar o assim-chamado “Museu do Holocausto dos Estados Unidos”, em Washington, D.C., é outra indicação de um estabelecimento gradual de uma religião estatal nos Estados Unidos. Este “museu do holocausto” exclui qualquer referência ao holocausto perpetrado pelos judeus comunistas contra os cristãos na Rússia e Europa Oriental desde 1917. 
previna-se da marca
O enfoque do “museu” é quase que completamente voltado para o sofrimento judaico. Holocaustos perpetrados por judeus sionistas contra árabes, no Líbano em 1982 e na Palestina desde 1948 não são encontrados em parte alguma das exibições do “Museu do Holocausto”, que funciona mais como uma sinagoga do que um repositório de informações históricas objetivas.  
LEI JUDAICA EXIGE QUE OS CRISTÃOS SEJAM EXECUTADOS 
Israelitas “Estudiosos da Torá” determinaram que: "A Torá sustenta que os homens íntegros de todas as nações terão seu lugar no Mundo Vindouro. Contudo, nem todos os religiosos gentios alcançarão a vida eterna porque seguem sua própria religião...  
E, apesar de geralmente os cristãos aceitarem que a Bíblia Hebraica verdadeiramente vem de Deus, muitos deles (aqueles que aceitam a assim-chamada divindade de Jesus) segundo a Torá, são idólatras, passíveis de serem punidos com a morte, e, certamente, não têm parte alguma no Mundo Vindouro.” 
Certamente, não têm parte alguma no Mundo Vindouro.” --Israeli Mechon-Mamre Website, 28 de outubro de 1999; 12 Hayyim Vital St., Jerusalém, Palestina Ocupada. ("Mechon Mamre é um pequeno grupo de estudantes da Torá em Israel.. .”). 
[Nota: Nós imprimimos e preservamos em nossos arquivos uma cópia em disco rígido destas declarações vindas dos israelitas "Estudantes da Torá Mechon-Mamre”, conforme apareceu em seu Website http://www.mechon-mamre.org/ jewfaq/gentiles.htm, no dia 28 de outubro de 1999, no de mais tarde serem negadas estas afirmações e a própria pagina ser suprimidas] (FONTE)

4


"(...) O sistema de justiça português é constituído por lojas maçónicas e controlado pela maçonaria. Além de controlar as decisões dos processos – incluindo os casos da Universidade Moderna, Portucale, Casa Pia, Apito Dourado e Isaltino Morais -, controla igualmente a carreira dos juízes e dos magistrados do Ministério Público e dos altos funcionários do Estado”, diz José da Costa Pimenta, em carta para a actual ministra e os principais protagonistas do sector. As acusações vão surgir em livro.
http://inacreditavel.com.br/wp/ex-juiz-acusa-maconaria-de-controlar-a-justica/
Então!
Reparem o simbolo maçônico no cinto da serva da rainha.

5

Problema, reação, solução... 
A França explode e a OTAN entra no jogo...
A guerra recrudesce.
http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2012/07/israel-esta-empurrando-para-3-guerra.html

Onde há amor não há perdão. Guerras contra as guerras!? A "paz" dos cemitérios? "Vale" a profunda reflexão sobre esta lama opressora que nos esmaga há milênios. Vocês não desconfiam de nada?

France Deploys 10,000 Troops to Patrol Streets in Wake of Paris Attacks

6


A Mariana terrorista Fukushima brasileira. 

O reis reinam mas não governam? Será que podemos confiar na segurança das outras e das usinas nucleares?


Descobri que isso existe de fato, essas tragédias não são teorias da conspiração como alguns acreditam. 
Nada é por acaso...
Sinto muito, sou grato.


segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Mariana. "Manhunt". 666. As sabotagens sempre precedem as derradeiras ações nos campos de batalha.



Olhem como essa coisa toda é velha...

"A chamada Paz de Vestfália (ou de Vestefália, ou ainda Westfália), também conhecida como os Tratados de Münster e Osnabrück (ambas as cidades atualmente na Alemanha), designa uma série de tratados que encerrou a Guerra dos Trinta Anos e também reconheceu oficialmente as Províncias Unidas e aConfederação Suíça. O Tratado Hispano-Holandês, que pôs fim à Guerra dos Oitenta Anos, foi assinado no dia 30 de janeiro de 1648 (em Münster). Já o tratado de Vestfália, assinado em 24 de outubro de 1648[1] , em Osnabrück, entre Fernando III, Sacro Imperador Romano-Germânico, os demais príncipes alemães,França e Suécia, pôs fim ao conflito entre estas duas últimas potências e o Sacro Império. O Tratado dos Pirinéus (1659), que encerrou a guerra entre França e Espanha, também costuma ser considerado parte daPaz de Vestfália. (fonte)

Minha tradução disso tudo por outro Ângulo.

A guerra, esta terceira, é contra a humanidade. Manhunt; 666, começou  a caçada humana aos que eu chamo, reduzindo à expressão mais simples, "os senzalados". 

Os humanos, são escravizados pelos das casas grandes, todas as realezas. Os plebeus, cavalos, bispos e torres... As guerras genocidas são para controle dos estoques de escravos, os peões. Uma necessária depopulação e extermínio em massa, é o que fazem com seus excedentes de produção. 

As guerras são os desumanizados e inumanos fazendo seus melhores negócios. 


"Não é a guerra de israel, é a vossa guerra. É a guerra da França, pois é a mesma guerra; porque se conseguirem aqui, e israel é criticado e não os terroristas, se não formos solidários, então esta peste da guerra chegará até vocês. É uma questão de tempo, chegará ate França.[...] Se vocês não forem solidários com israel, então vocês também irão conhecer estas tiranias [terroristas, ndt]. - See more at: http://informacaoincorrecta.blogspot.com.br/2015/11/paris-sombra-do-imperialismo.html#sthash.CYjIkDHB.dpuf

Os "senhores das armas". 

Sempre o mesmo golpe com o mesmo discurso. Agora, o que muda é que temos TV, trans humanismo, chips, androides, robôs, nano computadores, drones, e outras tecnologias que dispensam o uso de, "tantos...", escravos humanos. A Guerras (todas) são seus melhores negócios. 

G W Bush em 2003 disse alto e claro para "todos os mundos" ouvirem: "- Quem não estiver conosco está contra nós. Muitos de "nossos" (leia-se "SEUS") filhos morrerão." 

É a 3ª guerra mundial contra a humanidade. O retorno às cruzadas... 

E se Mariana for outra Paris? A terceira guerra É MUNDIAL. Sabotagens precedem as derradeiras ações nos campos de batalha.

Complementando: Durante 700 anos os árabes colonizaram a Europa... Agora depois das cruzadas católicas é a vez da Islâmica... Estas gerras são chamadas de "religiosas" para encobrir a dura verdade das disputas sobre suas milenares senzalas entre as casas grandes. Uma "nova" ordem mundial...

Podemos concluir que são ritualistas. Cultivam as seitas secretas, possuem códigos de conduta, trabalham nas sombras dos bastidores, são a nata do gangsterismo. Coisa fina da antropofagia...

E a Inglaterra, que se fazendo de morta, para não perder o estilo, posa de boa bisca...
"Em 2003, o Reino Unido e os EUA invadiram o Iraque, um grande crime. Ainda esta noite, o Parlamento britânico concedeu ao governo a autoridade para bombardear o Iraque de novo. A invasão foi devastadora. O Iraque já tinha sido virtualmente destruído, em primeiro lugar pela guerra de dez anos contra o Irão, na qual, diga-se de passagem, o Iraque foi apoiado pelos EUA; e logo em seguida, pela década de sanções econômicas." 
 http://gilsonsampaio.blogspot.com.br/2015/11/chomsky-invasao-do-iraque-esta-na.html

Sinto muito, sou grato.

Related Posts with Thumbnails