O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sábado, 10 de agosto de 2013

O dia (?) dos pais e a terrível medida das (in)decisões...

 

http://youtu.be/ZQpmc6hiIBQ

Minhas destemidas amorosas garrafas, chamadas de "conspiranóicas", afundam neste inumano alienígena infecto merdomoto genocida. Peixes mortos boiam nas águas do mundo cão.

Urubus contaminados já estão voando de costas e chamando os DRONES de meu louro...  

Cretinos arco-íris de lama radioativa e chuvas torrenciais de dejetos putrefatos pavimentam a estrada para a definitiva tenebrosa "haarpeada" Guantânamo planetária. Já em fase adiantadíssima de conclusão enquanto você morre de medo prestando atenção na "moça", a escravizadora "loura do vestido vermelho"...

Crença e escolha derradeira. Perder o medo. Haja treinamento. O joio está sendo separado do trigo. Agora. Abram os olhos da alma, os guarda-chuvas do amor e calcem as galochas do perdão; sempre e principalmente dentro de casa... Não tenham medo... Nem de sentir medo. Faz parte do treinamento amar nossos inimigos. Você é infinito, divino e perfeito, e, está em expansão, como o universo criador que nos contém e sustenta. Isso dá medo? Memórias escravizantes por faxinar... Longo e necessário é este faxinante libertador solitário infinito caminho. Exerçamos o perdão... Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato.

Se ligou? Ainda não conseguiu perder medos e nem jogar no lixo a escravizadora televisão terrorista? A deusa antropofágica? Se liga aí! Mestre é o que está sempre compreendendo algo mais além do medo? Continuemos buscando a presença amorosa da vibração da compreensão e a boa vontade entre os homens nesta ressonância cósmica de solitárias corajosas crenças e escolas/escolhas faxinantes. Olha aí... "O futuro foi agora"*. Seja corajoso. O "mundo" que você tem medo que se acabe, já acabou faz tempo. Em verdade, nunca existiu.  Não cultive lixos. O medo é a genocida arma escravagista de controle e extermínio em massa. Os outros infinitos ressonantes mundos reais agradecem sua coragem faxinante destas memórias terroristas. Volta lá, escuta outra vez, lê a mensagem ouvindo...
Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. 
 (*Lenine)

Um comentário:

  1. Querido Aldo, meu Guardião e Mago da Luz, Você não leu o meu email?
    Diga qualquer coisa... sinto a sua falta.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails