O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

2013 - CROPS - E AGORA, JOSÉ?


"ESTOU NUM MOMENTO ENTRE 'ASPAS' E RETICÊNCIAS..."
KARINA ARENSONSON

Os tempos estão mudando e não é para entrarem em pânico com o que está chegando.
É hora de sentirem alegria interior. O tempo pelo qual estavam esperando, o propósito que possuem está a ponto de se realizar.
Queremos lembrar-lhes que são a Família da Luz e milhões de vocês foram designados para uma tarefa na Terra nesta época.
 
"Deu" no Wikipédia, a enciclopédia livre.
Círculos nas plantações (crop circles em inglês) ou círculos ingleses, são termos usados para se referir aos conjuntos de figuras geométricas desenhadas amassando caules de trigo, cevada, centeio, milho ou canola. Esses círculos são geralmente vistos como sendo um rastro, um vestígio de quando o alienígena pousa sua nave nos pastos ou campos de trigo e seus discos voadores deixam marcas, segundo uma das versões mais populares.

Como membros da Família da Luz, cada um de vocês possui a capacidade de ancorar a freqüência da luz no próprio corpo e dissemina-la sobre o plano terrestre. Desse modo, a própria Terra, uma criatura viva viável, pode seguir rumo a sua própria transição e morrer para uma velha ordem. Alguns de vocês ficam petrificados com o fato de a Terra estar morrendo. Querem construir um muro enorme para deter a morte da Terra e a deterioração do meio ambiente.
Na verdade, todos os eventos que aparentemente são desagradáveis, difíceis e horripilantes, criam o ímpeto necessário à movimentação e ativação para a mudança dos seis bilhões de habitantes da Terra. O propósito de certas energias estelares, nos últimos quinhentos mil anos, foi interagir com várias civilizações sencientes na Terra, oferecendo a elas uma notável mudança na compreensão.
Tais civilizações foram guardadas – enclausuradas em áreas geográficas muito pequenas, onde não foram perturbadas. Quando os proprietários do planeta ficaram sabendo de vários experimentos nos quais o amor foi predominantemente empregado, as civilizações foram dispersadas ou destruídas.
Aqueles que acreditam que possuem e operam este planeta estão enamorados do poder e sustentam esse poder através da criação da frequência do medo e do caos. É simplesmente a maneira pela qual operam e aprendem a respeito de seu próprio poder de existência. Iremos sempre relembrar a vocês que todas as coisas são o Criador Primordial; assim, todas as forças que vocês encontram constituem o Criador Primordial encontrando a si mesmo e buscando compreender a si mesmo. O Criador Primordial procura harmonizar e descobrir o propósito alcançado por forças opostas da mesma energia. É muito bom ter isso em mente.
Quando vocês conseguem manter na consciência o conceito de que todas as coisas são um, dirigidas e escolhidas pelos vários aspectos do eu, e que todas as coisas são resultado do pensamento que busca compreender e evoluir, então vocês encontram-se fora das arquibancadas e dentro do jogo, jogando bola. Queremos todas as pessoas dentro do campo, como jogadores valiosos, jogando o jogo da vida.
Para que a Terra sirva a um propósito muito maior no plano universal, está se tornando necessário que ela se ative como uma Biblioteca Viva. Essa ativação começa com vocês mesmos, em seu próprio quintal. Vocês, então, espalham essa frequência pelo planeta. Em menos de vinte anos, haverá algumas mudanças importantes.
Você leu, até aqui, trechos de TERRA, Chaves Pleiadianas para a Biblioteca Viva de, Bárbara Marciniak



E agora, José? 
E agora? Crop crop... Viram o detalhe da "tal da" Inglaterra, lá no início da postagem? Que coisa, né não?

Sigamos o jogo...

Há quem não sendo surdo, inda assim, não ouça nada. Quem não sendo cego, nada veja. Os mestres do jogo nos dizem, através deste mesmo jogo, que há um jogo maior e mais incrível do que este "joguinho" televisionário imposto pela farsa dominadora que nos escraviza. 

É por isto, que ninguém está ligado, ou melhor, dormem, profundamente, na "umbra"*, anestesiados em "berço esplêndido". (?) Aonde dormem o apagado sono dos justos injustiçados.

Isto sim é que é o apagão.  Desencarnados em vida, estão desligados da necessária luz para enxergar o que de fato está acontecendo. LUZ é = a INFORMAÇÃO. 

Mas há, cada vez mais, mais informação disponível nesta bendita Internet. O que significa cada vez mais humanos despertos, religando seus sensores de detecção de encardidas mentiras impostas pela mistificadora casa grande vigente.

Luz! Mais Luz! Todos podem. É só escolher sair desse escravista jogo sujo de ilusória esquerda versus direita. Patética religiosidade. 

Os abençoados inumanos banqueiros gastam uma boa parte de "nossa" invisível fortuna humana na desinformação para manutenção da nossa estupidificada e perene escravização. A "escuridão" do morfético labirinto do nada.

Josés... Até agora, a formatação da mente estreita e nula sem teogonia** é defendida ferozmente, com unhas e dentes, por vocês e pela senzalada massa crédula na lisura do sistema que nos escraviza, garantindo assim a religiosa incompreensão do "escravizando-se", e, por ressonância, assegurando a escravização  da massa global de semelhantes e dessemelhantes.

(...)
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse avalsa vienense, 
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse...
Mas você não morre,
você é duro, José! Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja a galope,
você marcha, José!
José, para onde?
Do infinito Carlos Drummond de Andrade.

O jogo segue... Sou grato. É sua, a vez. Sinto muito, me perdoe, vos amo e sou grato.

(*) - UMBRA [Do lat. umbra.]
S. f. Astr. 
 1.     A parte mais escura das manchas solares, que constitui a região mais central dessas manchas. 
(**) - TEOGONIA [Do gr. theogonía.]
S. f.
1. Filos. Doutrina mística relativa ao nascimento dos deuses, e que freqüentemente se relaciona com a formação do mundo.
2. Conjunto de divindades cujo culto forma o sistema religioso dum povo politeísta. 

4 comentários:

  1. Ô Aldo, agora você matou a pau hein!

    Esse livro aí li 3 vezes (da Bárbara). É muito bom. É de cabeceira. O trecho "Aqueles que acreditam que possuem e operam este planeta estão enamorados do poder e sustentam esse poder através da criação da frequência do medo e do caos. É simplesmente a maneira pela qual operam e aprendem a respeito de seu próprio poder de existência". - Quando conhecemos a frase aí ficamos sem saber o que fazer neste planeta, operando dentro do sistema "MIDÍOCRI".

    Quanto aos Crops, são bacanas, fenomenais. De vez em quando me sinto meio que feito de bobo, sem poder para exercer e mudar essa merda toda.

    Se já não conhece, sugestão: olha o site do Sérgio Russo aí (semanal, sai todas as quartas) http://www.dominiosfantasticos.xpg.com.br/id87.htm A SEGUNDA PERDA DO PARAÍSO, última postagem.

    2013 taí. Aguentar o mesmo sistema não vai ser fácil. As ovelhas continuam pastando só o necessário para sobrevivência, a senzala mantém os inquilinos desinformados e entretidos, afinal, o BBB 13 já começou. O show tem que continuar...

    Grande abraço, amigo.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Fernando. Sempre grato pelas suas visitas. Mas, quem sou eu (?), as circunstâncias é que estão matando a pau. Sou grato também pela dica do Sergio Russo.

    O fato é que a revolucionária grande obra nossa é interior, nada de novo. Crer ou não crer, eis a questão.

    Ilusão querer convencer alguém de qualquer coisa. Ou a pessoa VÊ ou NÃO VÊ... É simples e cruel assim. Crenças e escolhas. Escrever no blogue ou em qualquer outro local é jogar garrafas ao mar. Não deixa de ser um passa tempo. Somos visionários, cada um ao modo de suas impressões, principalmente as digitais...

    Um forte abraço e toda luz e paz.
    Vos amo, sou grato pela presença.

    ResponderExcluir
  3. Aldo,

    Muito ilustrativa a figura das garrafas ao mar. Concordo. Vez por outra vão dar com os costados nalguma ilha onde, por exemplo, habita algum naufrago. Obrigado pela mensagem dentro nda garrafa.

    Agradecido.

    ResponderExcluir
  4. Oi Walner, muito bom ouvi-lo. Então garrafas tem mesmo grandes utilidades, ;-), se não afundam nos abismos acabam chegando a alguma bela praia ensolarada. Bela ilha a sua. Aproveite bem a água desses maravilhosos cocos.

    Mande-me suas garrafas também... Vos amo e sou grato. \0/

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails