O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

terça-feira, 20 de novembro de 2012

ZUMBI... FERIADÃO... UNIVERSO... CÉUS E NUVENS...

  
Por que vos ofereço GIORDANO BRUNO no feriado de Zumbi dos Palmares enquanto aqui no Braszil e lá em Israhell, e mundo afora, massacram crianças de todas as cores?

Porque é preciso ter consciencia de nossa escravização. CONSCIÊNCIA (?) negra, branca, verde, amarela, vermelha, isto é um bem engendrado canibalesco arco-íris fratricida. Feriados de tudo o que nos divide e desgoverna. Não há ferido para o "dia da gratidão à nossa humanidade", "dia da gratidão ao perdão consciente", "dia da gratidão ao amor incondicional", "dia do amor universal", gratidão à existência divina e perfeita para o nosso infinito bem e o bem de todos..

Guerras dão muito lucro ao escravocrata. Afinal de contas, o estoque de carne de canhão é sempre "naturalmente" bem fornido pela alienação e ignorância da verdadeira mensagem por detrás dessa "alegre" manobra com o nome de FERIADO -  Dia ou tempo em que, por determinação civil ou religiosa, se suspende o trabalho. 

E a tal, a entronada televisão, arma de controle mental e extermínio em massa desse onipresente olho de Órus no alto da pirâmide Annunaki reptiliana que controla a nossa desumanidade, e TODA a midiocracia, de TODAS as épocas (que sempre lhe pertenceu), estão aí pra isso mesmo. Esconder a manutenção da milenar escravidão e fazer a senzala quando não está matando e torturando, umas às outras, dormir o sono dos justos...

Hipócritas feriados e esses feriadões...

  
Porque é mais importante desunir, desgovernar as idéias, alienar, demolir, moer a identidade própria, e se possível a da própria alma. O "(des)governante" (a antiquissima casa grande) quer obediência, cega, surda, muda; não quer autonomia de pensamentos e críticas ou auto críticas que levam o escravo despertar a verdade sobre o sistema escravagista milenarmente vigente.

O Universo é infinito e está em expansão. E nós aqui agrilhoados milenarmente aos remos das galés da casa grande e senzala a caminho do fechamento dos portões da "nova" Guantânamo planetária. A manutenção da antropofágica escravidão do planeta é a única verdadeira religião permitida e incentivada, milenarmente. O 4º REICH nazi sionista avança sua agenda genocida com fúria e ninguém está prestando atenção...

Então por que o Dia do Índio não é também feriadão?

Estejam certos que Giordano Bruno, e talvez o Zumbi dos Palmares, e certamente todos os outros  pensadores humanistas em suas corroídas sepulturas, contorcem-se sob o peso dessas nossas infinitas torturantes escolhas e crenças em mentiras escravistas ...

O jogo segue e ninguém vê... Ou não quer? Ou não pode? Ou não conseguem mais?
 

Tenham um ótimo feriado. Vos amo.
Vai assistir ao filme?
Não "tá nesse clima"?

Muito menos o de papo cabeça de reflexões e meditações?
Compreendo, o medo?
Niente da dire... Prefere o inexistente, o falso abrigo da ignorância. Pois é, foi o que ele disse; "Você não pode ensinar a um homem qualquer coisa, você só pode ajudá-lo a descobri-la em si mesmo." - Galileo Galilei

Dessa vez nem vai haver inquisição, já estão matando no ninho...


Sinto muito, me perdoe, sou grato.




A ilustração veio daqui 

3 comentários:

  1. Caro Aldo Luiz,
    Gostaria de observar que a maior escravidão humana é a alimentar.
    É a escravidão sádica que induz o ser humano a adquirir prazer com o sofrimento alheio.
    Está escrito no velho testamento: "O cheiro e aspecto de carne queimada é agradável ao senhor deus"
    Quem se alegra com cheiro e aspecto de carne queimada não creio que possa ser algo benéfico em nenhuma instância.
    E a humanidade virou essa aberração graças a deus!!!
    As vacas ficaram loucas, com a tal "esponjiforme cerebelidade" graças a inclusão de carne na ração delas!!
    A estrutura dentária de uma vaca é muito semelhante a humana, todos tem os dentes de ponta rombuda (salvo vampiros e seus canninos anabolizados), dentes para maceração e corte, mas não de apreensão, de laceração, pontudos e cortantes nas laterais, fazendo o papel de faca, fura e carta rasgando, , que é o design dos dentes carnívoros.
    NOssos dentes assim como dos grandes antropóides são de HERBÍVOROS e não de NECRÓFAGOS (o humano come carne morta, é um necrófago, um sarcófago, mas não um carnívoro que caça e encara a opção de matar, sem deixar que façam o serviço "sujo" para ele,a lá pilatos.
    Estamos loucos como as vacas loucas, só que há mais de 3 mil anos, desde que resolvemos queimar carne para agradar a deus!!!
    E o álcool só potencializa a bestialidade, é o anabólico da ignominia!!!

    Ilustrando essa escravidão da alma que a humanidade optou, deixo uma frase espetacular de Voltaire.

    "Os homens que comem carne e tomam beberagens fortes
    têm todos um sangue azedo e adusto, que os torna loucos de mil maneiras diferentes. Sua principal
    demência se manifesta na fúria de derramar o sangue de seus irmãos e devastar terras férteis, para
    reinarem sobre cemitérios."

    ResponderExcluir
  2. Caro César

    Sinto-me honrado com tão ilustre visita e o excelente comentário. Coloquei seu blogue em minha lista e quero saber se me autoriza reproduzir algumas postagens de sua lúcida autoria com o respectivo crédito e "link". Grato também pelo Voltaire.

    "Ilustrando essa escravidão da alma que a humanidade optou..." Permita duas observações:

    1)A Humanidade está sendo (mind control(ada)) induzida a erros de crenças e escolhas desde sua origem, não opta nada, faz o que a programação escravista robótica e "zumbificante" lhes obriga. Aderi à tese de que fomos geneticamente "criados" à semelhança dos deuses, pelos deuses Annunaki, o onipresente antropofágico "olho de Órus" milenarmente no poder, etc., etc. A rainha da Inglaterra sempre se fingindo de morta sabe tudo do que estou falando. Nas escrituras colocaram deuses no singular, questão de reptilianas intenções, "up grade" do sistemático "mind control".

    2)Os Gorilas, por exemplo, tem caninos afiados e são vegetarianos... Portanto...

    Bendita seja a Internet!

    Um forte abraço e gratidão.

    ResponderExcluir
  3. Caro Aldo Luiz,

    Manda ver, pode colocar os textos sem o menor problema.

    Com relação aos seus comentários, vou começar pelo gorila, porque sou fã desse antropóide barrigudo. O canino do gorila é robusto, muito largo na base, não muito comprido e não tão agudo. Ele se alimenta prevalentemente de folhas, raízes e cascas de árvores, o canino é para romper essas estruturas. A mandíbula de um gorila é tão forte que ele quebra o cano de uma espingarda com uma mordida. É um animal impressionantemente forte no conjunto e é barrigudo, porque como come folhas e cascas que têm, muitas vezes, toxinas, isso gera um trato digestivo bastante robusto. Portanto, toda vez que vires um herbívoro com barriga grande, a razão é que ele é um "folhófago".
    O canino dos carnívoros não é robusto, é estreito, pois o objetivo é para furar e travar, matando de asfixia ou interrupção sanguínea no cérebro.

    Não nego que a híbrida humanidade está e sempre esteve sob controle. No meu entender, a humanidade é igual às galinhas que ela própria cria, é alimento, e como as galinhas, não tem como compreender a totalidade do jogo em que está inserida. Ou seja, somos devorados em uma instância que não percebemos estarmos sendo comidos, nos comem a percepção e nos dão uma ilusão, damos a energia de existência para esses seres enquanto eles criam uma alegoria "miçangal" para a humanidade.

    O fato de sermos presa não nos impede de fugir e de melhorar, portanto decidir quem são os culpados pela desgraça humana passa pelo pantagruelismo divino dos que nos criam e pela nossa leniência, lassidão, vaidade e todo um leque de "pecados" que a humanidade se esmera em aperfeiçoar. É como o ovo e a galinha, só que numa escala ruim, é difícil dizer qual dos dois começou a bagaceira, ou fomos nós querendo molezas pactuais ou foram eles querendo comida fácil (queimada é claro :-D).

    Um forte abraço e sempre grato.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails