O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

segunda-feira, 22 de março de 2010

A VIDA NÃO É SÓ ISSO QUE SE VÊ


"A vida é apenas repetição viciada de memórias velhas..... O conhecido nada mais é do que a prisão dos velhos condicionamentos. Não há qualquer evolução nisso - absolutamente nenhuma. E quando não há evolução, há estagnação, desordem, ruína.
A incerteza, por sua vez, é o terreno fértil para a criatividade e para a liberdade.
Incerteza significa entrar no desconhecido em todos os momentos de nossa existência.
O desconhecido é o campo de todas as possibilidades, sempre frescas, sempre abertas à criação de novas manifestações. Sem a incerteza e o desconhecido, a vida é apenas repetição viciada de memórias velhas.
Você se torna vítima do seu passado e seu torturador de hoje é o que sobrou de você ontem.
Renuncie ao apego ao conhecido, entre no desconhecido e você estará no campo de todas as possibilidades..."

Dr. Deepak Chopra


A vida é apenas repetição viciada de memórias velhas...?

Ouso contestar apenas no que diz respeito de "a vida é"
Nós nos permitimos, consentimos isto como uma verdade inalterável...

Melhor, bem melhor é dizer que a vida tem sido, mas isso pode e deve ser mudado. Só depende de CADA UM DE NÓS. E só. Se você muda, tudo a sua volta muda...

O todo tem sido composto por partes crédulas em memórias e programas repetindo a invalidação do momento presente, a única verdade.

Acabamos todos aceitando como "naturais" programas de vacinação em massa, votação em massa, midiotização televisiva em massa, pasteurização dos cérebros em massa. Massiva desinformação, dívidas perenes, pânico, medo permanente de tudo, sexo, "big brother", futebol, cerveja, drogas, crimes, farmáfia, polícias e bandidos, já reparou que todo mundo é artista...? Sorria você está sendo filmado! O "dedo durismo" é uma "louvável" instituição. Por que querem nos manter tão ocupados com falsas verdades e divididos espiando, espionando uns aos outros? E do que querem nos distrair tanto?

"Essa é a grande batalha política do nosso tempo. “O jornalismo está implicado numa dinâmica, a disciplinariedade, que é, desde o século XVIII, a principal estratégia de poder”, anota a professora da USP Mayra Rodrigues Gomes, no livro “Poder no jornalismo”. A mídia, hoje, é a instituição com maior capacidade de produção e reprodução de subjetividades. Ou seja: é a mídia quem, em grande parte, determina formas de pensar, sentir e agir dos indivíduos e da sociedade como um todo. Claro que há outras instituições fortíssimas (Família, Igreja, Governos, Escola…), mas a mídia ganha papel de destaque nos dias de hoje basicamente por três razões:  ( o texto completo está aqui)

Uma boiada em sangria caminhando alegremente ao matadouro das corporações que nos governam, as intocáveis donas dos bancos (intocáveis também) e produtoras e administradoras de todas as programações de memórias impostas e repetentes milenarmente. E a massa vai, midiotizada, como miseráveis zumbis "cansados" sem saber para onde, não sem antes auferirem lucros aos banqueiros obscenos com sua escassez planejada de tudo. Com exceção da escravidão e as guerras é claro...

Emprestam um dinheiro que não tem para comprarmos a preço vil com o chipado dinheiro de plástico a perder de vista em juros escorchantes coisas que não queremos e que nem precisamos. E as que precisamos, são privilégios só para alguns escolhidos nas luxuriosas classes dominantes, asseclas do mesmo velho sistema que agora é "vendido" com o nome de nova ordem mundial. É escravista o seu permanente controle das massas.

E vamos repetindo desde a infância a ladainha mofada do " a vida é isso mesmo", repetição religiosamente faturada.

"Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais..." Não é Belchior?

Renuncie ao apego ao conhecido, entre no desconhecido e você estará no campo de todas as possibilidades..."


Minha gratidão ao http://desenvolvendoaconsciencia.blogspot.com/
Talvez você possa gostar disso também; http://www.portalquantum.com/

Sinto muito, Te amo, me perdoe, sou grato

2 comentários:

  1. Sair de sua própria concha. Sair de sua zona de conforto. Pode ser assustador, mas trará grandes surpresas. Obrigada por sua visita ao Arca. Você será sempre muito bem vindo. Abraços e tenha uma semana de luz.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails