O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

terça-feira, 31 de março de 2015

PARASITAS DE ALMAS


Juntemos uns pontos...

1) O reptiliano predador em todos nós é caçador. Carrega a "síndrome do tubarão". Alimenta-se da energia gerada pela caçada. Degusta a caçada antes de devorar a caça.

2) A caça sente o medo da morte e gera emoções/sentimento/medo em frequências de onda. Entra em pane. É destas destrutivas frequências descontroladoras de choque/medo/terror/ que "eles" retiram seu alimento pânico. Somos suas pilhas, baterias, como em "Matrix", (um dos filmes sobre o que nos acontece).

3) Parasitas de almas. Se não reformatarmos nosso ego reptiliano acabaremos nos tornando um deles.

4) Almas são corpos sutis eletromagneticamente melhores dotados para experiências mais complexas. Habitam utilizando maior extensão do espectro. Os limites são outros. Bem mais amplos.

5) "Embarcada" em escravizadas unidades biológicas programadas para servirem de unidades prisionais vivas, a alma imortal só se liberta do corpo se ele falecer. A"unidade viva" deixar de funcionar completamente. É o que chamamos de "morrer". A pena capital. Não é um bom negócio como o da tortura.

6) Há um projeto previamente planejado, aceito por nós todos de comum acordo e assistido, pelos que nos asseguram o máximo de sucesso ao longo da nossa complexa experiência na existência vagando em direção à LUZ. Consciência é irmã da experiencia? Cedo ou tarde todos vamos querer mais e mais LUZ. Sabedoria, e nenhuma reptilianidade. A famosa Paz de espírito. Somos o Eu, humanos em paz.


7) Não é permitido parar na pista.
As veias devem estar fluindo o sangue (energia muito além do que se apregoa aos escravizados), até a batida derradeira.
E isso, só se dá ao fim do prazo de validade, ou mudanças drásticas do projeto ao longo do fazimento.
Na certeza que não há acaso, e justo por isso mesmo, é que o Universo se expande em direção ao infinito.


8) Somos ELE. O Todo incomensurável espaço movimento cheio de incriado "vazio" em expansão, pronto para a criação infinita.

9) Quem gosta de tortura é o parasita reptiliano escravizador do humano. A anímica unidade prisional "criada" e treinada para ser (enquanto ignorante) escrava do criador.

10) Há alguns anos bushhamsfeldianos (nem parece que foi ontem), os ESTADOS unidos da América do Norte, os USA (e abusalegalizaram mais de 45 modos de tortura sem que soubéssemos ter havido qualquer tipo de protesto onde e de quem quer que seja. 

Mais de 45 modos legais. Nunca se pensou sobre este patológico absurdo? Imagina as torturas ilegais... Imaginou? Silencio total? Nas Igrejas então... Cegos egos surdos e mudos. De uma vez por todas, meu reino não é mesmo deste mundo.

Pensam que a velha glamurosa hollywoodiana idade média,  as dark ages, a idade das trevas, já passou?

Pensemos bem se não somos parasitados por estes inumanos.

Transcendamos. Sem afeto não há humanidade. Sinto muito, me perdoem, vos amo, sou grato. Inté 1964! Outra vez? Fala a verdade. Hoje é 31 de março, amanhã outro 1º de abril... Estamos em 2015... Parece o filme "1984, ou "O mome da rosa, ou "Giordano Bruno. E este aqui o diretor "morreu" antes de lançar, veja o trailer e pesquise sobre isso.


 Continua me achando maluco? Pois é... Transcendamos.


6 comentários:

  1. Oi Aldo querido,

    Excelente este seu post! .Ah e o anterior também... tanto é que lhe surripiei uma grande parte.
    Atravessemos esta Dark Age sempre com um sorriso e coragem, que não é a ausência de medo, mas a capacidade de o transcender.
    Quem te acha maluco... julga!... e não é esse o nosso papel nestas unidades prisionais, como bem demonstrou acima.

    Milhões de pétalas esvoaçantes, para si Aldo do meu coração. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fadíssima, é sempre um bálsamo a sua presença alegre e confiante, cheia de vida. E então tirei a carta de hoje e ela diz...
      "MOMENTO DE AGIR! O Ás de Paus como arcano de aconselhamento para este momento de sua vida vem sugerir a necessidade de se atirar nas coisas com mais entusiasmo, sem medos, imprimindo tesão em tudo o que se faz, Aldo. Você dispõe de imenso potencial criativo e está num momento excepcional para fazer valer as ideias que saltarão de sua mente e coração. Cuidado apenas para, no entusiasmo, não terminar “queimando” as pessoas ao seu redor. Temos, muitas vezes, ideias brilhantes e “vemos” as coisas de uma maneira que ninguém mais viu. Ficamos irritados quando os outros não acompanham a perfeição de nossa visão ou a clareza que tivemos a respeito de um projeto ou ideias. E é aí que mora o perigo, Aldo: de nada adianta você ter uma ótima ideia, se não souber ter paciência para explicá-la.

      Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Tenhamos todos um excelente dia.

      Excluir
  2. Muito obrigado pela postagem. Que suas palavras atinjam tantas pessoas quanto possível. Paz, amor e luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou eu quem agradece e pede perdão. Sou grato por tê-lo aqui, conosco. Paz e Luz.

      Excluir
  3. Oi Aldo:

    "Cuidado apenas para, no entusiasmo, não terminar “queimando” as pessoas ao seu redor. Temos, muitas vezes, ideias brilhantes e “vemos” as coisas de uma maneira que ninguém mais viu. Ficamos irritados quando os outros não acompanham a perfeição de nossa visão ou a clareza que tivemos a respeito de um projeto ou ideias. E é aí que mora o perigo, Aldo"
    Já há uns tempos lhe disse que não se pode combater o fogo com o fogo... lembra? Quem anda no fio da navalha não se pode entusiasmar demais. Também já me aconteceu de derrapar... foi você quem me chamou a atenção... mas nesta 3ª dimensão estamos sujeitos, todos.
    Cai, levanta, aprende a lição e segue! Dai que de resto, você tem um potencial!KKKKKKKKKKKKKKK É um mago, ou seja, um artista e um artista, realiza o seu arquétipo.

    Também te amo e sou grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fadíssima.
      É tropeçando que se anda pra frente kkkkkkkk, desde criancinha..... Não me irrito mais com os outros, admirando minha persistência, procuro limpar em mim o que me faz viver esta experiencia de bombeiro incendiário kkkkkkkk Sou eu quem agradece e pede perdão. Sou grato por tê-la aqui, conosco. Paz e Luz.

      Excluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails