O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Os lobos em peles de cordeiros são lobos mesmo.






Do livro "Espartaco", do genial americano do norte Howard Fast:

"Onde iam as estradas romanas, iam também a cruz e o sistema de plantação e a luta de pares e o enorme desprezo pela vida humana escravizada e o incontrolável impulso de transformar em ouro o sangue e o suor da humanidade."

Voltando do "mundo paralelo" ao invisibilizado escravagista labirinto do nada onde pululam "eleitos e não eleitos mafiosos antropofágicos "Smiths" como alados cupins, em tardes de muito calor, não se sabe de onde saem nem para onde vão tantos devoradores quando escondem suas asas sob lustrosos negros ternos engravatados... Quando um político, eleito pelo tal fajuto e "democrático" voto é obrigado a se esconder com sua família fora de seu país para não morrer sob a força do crime organizado, (a única força organizada neste planeta é o crime), os assustadores sociais sintomas do câncer terminal de um povo já vão longe...

O Braszil é um idiotizado ebrifestivo morto vivo que ainda se imagina correr atrás da bola que lhe atiraram, qualquer uma, ou melhor, todas... País rico é um país sem pobreza! É para rir enquanto se chora isso?

Não esperem de mim boas notícias, sinto muito. Entre outras invisibilidades depopulacionais como favelas e amontoados de gente "chique" (senzalas de "luxo"), lixo em profusão, fedorentos automóveis (cadeirantes motorizados), vacinações em massa e chipações compulsórias, Nibirús e Elenins, reptilianos extra terrestres se digladiando dentro de super mercados abertamente e mundo afora, anúncios de abrigos subterrâneos para a "elite", ameaças de "solar flairs", e toneladas de notícias ruins, as boas ainda não as encontrei em meio aos preparos solertes da iminente NUCLEAR terceira guerra mundial já em andamento acelerado.

A mafiosa brazileira dita banda larga é um engôdo e muito mais estreita do que podemos imaginar. Se há uma coisa que "eles" não querem é informação.

Confesso que durante este afastamento de profunda e sem expectativa diuturna "faxina" para o meu bem e o bem de todos senti falta de vocês... A Internet é uma benção. Estou morando na roça, é incrível ver que exceto por celulares e outras lúdicas enganações, não tiramos os pés do século XIX... A presidente Dilma Rousseff afirmou aos demais líderes do G20 que o Brasil segue pronto para contribuir com recursos para o Fundo Monetário Internacional (FMI) na busca de uma solução para a crise na Europa.

Ainda atados à televisão? A paz do Eu para todos nós... Sejam bem-vindos!
Sou grato igualmente aos que deixaram mensagens e aos que não deixaram.

Andei revisitando o genial Wilhelm Reich em "Psicologia de massa do fascismo" - (Massenpsycologie desFascismus, 1933), reencontro este trecho: (...) "Sabemos já que Marx considera como primeiro pressuposto da história e da política o homem vivo, o homem que produz, com as suas qualidades psíquicas e físicas. A estrutura do homem atuante, aquilo a que se chama o "fator subjetivo da história", permaneceu inexplorada porque Marx era sociólogo e não psicólogo, e porque nessa época não havia psicologia científica. O problema que consiste em saber por que razão os homens suportam desde há séculos a exploração e humilhação moral, em resumo, a escravidão, ficou sem resposta; apenas se tinha em conta o processo econômico da sociedade e o mecanismo de exploração baseado na economia privada." (pág 28)
Outra citação: "The whole global political and economic system is run by dark-suits trapped in left-brain reality. This is why we live in a left-brain society and the right-brain perspective is ridiculed or condemned as 'crazy'. The human invaders in Avatar personify this left-brain domination. The left-brain mentality has no empathy with the consequences for others of its actions, because empathy comes from making a connection to other expressions of life, be they people, trees, plants or animals, and putting yourself in their situation." David Icke

O inesgotável tempo é sempre o presente onde tudo é, a morada do divino, fonte criadora de luminosas mudanças radicais, sobretudo nos que estão despertos e acordados. Aos que estão despertando nesta existência, Deus, a oportunidade, este eterno orgônico infinito amoroso campo quantico de infinitas possibilidades para o nosso bem e o bem de todos é o amor, o amor infinito e incondicional. Este sim deve ser o nosso governante. Tudo está aí em permanente expansão para ser recebido em infinitas dádivas de abundância para todos sem exceções. Nossa essência é divina, é perfeita. Só precisamos limpar, sem expectativas, incessantemente, e tudo o mais nos é acrescentado. O câncer, "cavalo de Tróia", como todas as mazelas no mundo, é uma memória patriarcal materializada inconscientemente pelos programas milenares com que nos castram, cegam e escravizam.


Estamos de volta! Usemos intensamente nosso lado direito do cérebro, conectemos os pontos e limpemos!

Sou grato, te amo.

8 comentários:

  1. Aldo

    Boa noite

    É uma alegria ver seu blog atualizado e poder ler o amigo.

    Um fraterno abraço

    ResponderExcluir
  2. Grande Bond! A ALEGRIA é minha poder ter um amigo tão honroso como você. Um fraterno abraço para você também, que a PAZ esteja sempre contigo.

    ResponderExcluir
  3. Aloha Aldo,

    Sentimos sua falta tb! Tá morando na roça? Que beleza hein, eu já morei lá e meu sonho é voltar um dia, após jubilar! Te desejo a Paz do Presente, parabens pelo belo texto!

    ResponderExcluir
  4. Não te conheço mas senti sua falta. O mundo realmente está estranho, tenho lido muitas coisas ruins sobre guerras, tramas e elite. Que o amor esteja convosco!

    ResponderExcluir
  5. Bem-vindo de volta, Aldo!

    Sobre os reptilianos, outro dia tive uma epifania. Descobri que eles invejam os seres humanos porque somos capazes de amar e de rir. Então vamos amar e nós esforçar para, mesmo nesse cenário trágico, encontrar o prazer e a alegria de viver. Essa é a melhor "vingança".

    Sinto muito, me perdoa, eu te amo, sou grato

    Eduardo

    ResponderExcluir
  6. Aloha Aldo!

    Que bom que voltastes!! Também não te conheço, mas senti sua falta.
    Adoro ler suas palavras! Um grande abraço. Sinto muito, por favor me perdoe, eu te amo, obrigada.
    Mia

    ResponderExcluir
  7. Meus caros amigos Guilherme e Roger,Anonimo, Eduardo e Mia, o afeto é a expressão maior da possibilidade do amor incondicional, sentir a falta é a gratitude da empatia com que nos brinda o lado direito de nosso cérebro. Reptilianos não dispõem deste sentimento, não são dotados desta faculdade... Não podem amar, por isto sofrem e gostam de fazer sofrer.

    A roça é um dos lugares mais abandonados pelo escravismo contemporâneo. Ando muito a pé por aqui e vê-se a "cidade avançando com suas cabeças de porco de "luxo"; é faxina pesada ver tanto verde transformado em concreto e tanta pobreza e abandono onde brota o lixo e não se planta nada. É o retrato do abandono de si mesmo ao peso do chicote do sistema.
    Aguardem boas notícias, a faxina não para...
    Vos amo.

    ResponderExcluir
  8. aldo, não o conheço pessoalmente , mas o julgo meu irmão, senti falta de vc. que bom que voltastes e o posso continuar lendo.te amo!grata!

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails