O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

domingo, 29 de maio de 2016

O "voto" é uma forma...




O "voto" é uma forma (aqui no Brasil é obrigatório) de coonestação do que de fato acontece à revelia do cidadão de acordo com os interesses das casas grandes no controle dos seus negócios planetários. A "culpa" será sempre do votante. Não vejo nenhum entusiasmo nesse jogo do faz de conta que somos livres para escolhermos nossos destinos. É o velho dito brasileiro do "para inglês ver". Uma forma ilusória de participação das massas na condução de seu pseudo livre arbítrio. Depois, com o "dever cumprido", correm para assistir a hipnótica TV. 

Crenças e escolhas... Muito justo? Há controvérsia.

Sócrates - 399 a.C. - o filósofo, democrática e injustamente foi acusado e condenado à morte por "heresia" e corrupção da juventude. No caso do Jesus, votaram em Barrabás, a casa grande lavou as mãos...


Meditemos?
Na paz da gratidão.
Inté!

4 comentários:

  1. Amigo Aldo Luiz, boa noite ! Esta sua publicação gira em torno da perfeição, senão, o de citar também o professor da Unicamp Diego Aranha - https://www.youtube.com/watch?v=xATaNCsre9Q , o Deputado Fernando Chiarelli esclarecendo https://www.youtube.com/watch?v=feZN9GIe-HE , mais este a 1 min https://www.youtube.com/watch?v=J1KJrygIf5Q , o Engenheiro Amilcar Brunazo. Mas êles, cidadãos, também dizem: Fazer o quê ? É o que se ouve a partir de uma conversa sôbre o tema. E vão lá, como você diz “vurros de moinho” e cumprem o chamado dever, e exercem a cidadania. Para aqueles que por algum motivo não entenderam o que houve com Sócrates, aí vai: https://www.youtube.com/watch?v=SlJSF-V6yBA . Permita-nos encerrar esta com a descrição de um livro (também tem o filme) de um baita escritor, José Saramago, “ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA”, onde logo no inicio ele escreveu: “”Um homem sùbitamente deixa de ver, vítima de uma cegueira branca, que começa a se espalhar, causando caos na cidade. Mas será que o caos foi causado pela cegueira? Ou o caos já existia, mas só "visto" com a chegada da cegueira?
    Neste livro, Saramago aguça fortemente todos os nossos sentidos, implicando "a
    responsabilidade de ter olhos, quando os outros os perderam".
    Um ritmo alucinante de escrita que nos faz parar para pensar se respeitamos os valores mais básicos da sociedade. É preciso cegarem-se todos, para que enxerguemos a essência de cada um? Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara””, (e se afaste da deletéria TV) (Editado).
    Um forte abraço, e muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Frank, todas as benção na paz da gratidão. Avante!

      Excluir
  2. Grande Aldo,

    E mais uma vez a culpa do estupro é da estuprada!
    Mas é fundamental observarmos que se a estuprada em vez de assistir TV e encher a cara buscasse se fortalecer, ela não teria cido estuprada, ou quiça teria executado o estuprador.

    O estuprador merece sempre a execução sumária, mas a sociedade em vez de ser hedonista bem que poderia ser responsável pelos seus atos, em vez de só acusar sem melhorar.

    A cultura do estupro nasce de uma sociedade estuprada, e os estupradores refletem o estado estuprador!

    Agora o estupro das contas "púbicas" se exponenciou, e com mensagens e reportagens estuprantes os governantes estupradores desviam a atenção do povo para a estuprada e os estupradores forjados pelo estado estuprante.
    Todo estuprador TEM que ser executado sobretudo o estado estuprador.
    E gratos ficaremos todos!
    Perdoe minha dureza nos comentários, mas estupro é crime inafiançavel na minha opinião junto com a corrupção.
    Sexo lazer, desseletivo e bêbado gera só isso, corrupção e estupro!

    Grato pelo espaço que cedes mesmo para os destemperados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Vapera, sinto muito, mas, o "destempero" virou postagem...

      Na paz da gratidão.

      Excluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails