O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quinta-feira, 7 de abril de 2016

“A síndrome de Janaína”


Janaína Paschoal fez discurso inflamado contra o governo Dilma Rousseff, nesta segunda, em SP.


“A síndrome de Janaína” é assim que funciona...

“Para alguém possuído por um corpo de dor pesado, é sempre impossível afastar-se da sua interpretação distorcida, da “história” emocional. Quanto mais emoções negativas estiverem envolvidas nelas, mais pesada e impenetrável ela será. E, assim, não é reconhecida como fantasia, mas vista como realidade.

Quando uma pessoa se encontra completamente dominada pela agitação dos pensamentos e pelas emoções que os acompanham, distanciar-se disso é algo improvável porque ela nem sequer sabe que existe uma saída. E, dessa maneira, continua cativa dentro do seu próprio filme ou sonho, prisioneira de seu próprio inferno. Para ela, a realidade é isso, não existe outra possível. E, no seu modo de ver, sua reação também é a única possível.”


Eckhart Tole no livro “O despertar de uma nova  consciência”.
(fonte)


Na paz da gratidão.


O Padrão é Circular...

Olá, quero compartilhar com você este texto super esclarecedor e que ilumina nossa percepção:
Desperte para isso e é meio caminho andado para a Limpeza do mesmo. Quanto maior a nossa identificação com o personagem vivendo o padrão desagradável, maior o sofrimento, e mais difícil sair dele. Isso porque o "personagem" que você acredita ser você (memórias) depende da intensidade do sofrimento para se manter "vivo", atuante, e no controle.

Simplificando; Olhe o padrão como um círculo, quanto mais intensa a sua participação (identificação) nele, maior o círculo, mais tempo percorrendo-o. Por isso que parece perdurar a situação desagradável, pois o círculo tem um ponto de maior intensidade (que é onde se entra nele) e um ponto de menor intensidade - que é quando parece que saímos fora do padrão. Na realidade só
amenizou o grau de identificação, não deixa de ser um alívio, mas ainda se está no padrão. Qualquer gatilho pode jogar a pessoa de volta na parte de maior intensidade, de aflição, de dor.

Quando se consegue enxergar o padrão pelo o que é, um cenário no palco de manifestação da vida, podemos presenciar como as memórias atuam na dualidade, os apelos, as jogadas para estimular reações/julgamentos que as alimentam com as emoções fomentadas.

Imagine imagem dos planetas do nosso sistema solar como uma representação dos padrões se manifestando como "mundos", cenários diversos, cada um com suas características, de atmosfera, gravidade, calor, frio, etc. e regras que impõem um jeito limitado de pensar... viver... O tamanho do "mundo" é determinado pelo emocional, e sua capacidade de gerar a carga de identificação com o padrão. No que se confirma que o local onde se coloca o foco de atenção... expande.

Usa-se do Ho'oponopono O Portal para se sair do padrão; ao sentir que estás dentro do "mundo" de memoriês, imediatamente use o "te amo", abençoe a situação, respire fundo, solte o ar e formule uma frase para estabelecer um Pedido de Limpeza; "Divindade, limpe em mim o que está me fazendo sentir assim, vivenciando estas limitações. Te amo. Sou grato."

Respire fundo mais uma vez. Você vai ter a percepção do círculo do padrão diminuindo de tamanho. Quanto menor o círculo, menos identificação, menos poder de sustentação do padrão, a limpeza procede até você se libertar dele.

Esta postagem é do fórum www.metaseobjetivos.com, está disponibilizada aqui em função de seu esclarecimento.

Al McAllister

Sou Grato

Marco Fernandes
suporte@soubem.com
Inté!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails