O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Não sejamos corruptos. As escolhas determinam o caminho do caminhante.


esta foto veio daqui
Realiza bem sua missão aqui neste planeta (e alhures, quiçá) todo aquele que administrar melhor seu(s) conhecimento(s) da perfeita informação que o conduzirá ao longo dos resultados do processo quântico ao qual chamamos viver. 

Acham isso muito óbvio? A maioria talvez nem entenda o que estou dizendo. Bastaria dizer - façamos o certo, agora.

As escolhas determinam o caminhar enquanto fazem o caminho. Tudo tem uma inteligencia. O Universo caminha infinitamente enquanto escolhemos nossa caminhada, muitas vezes sem a muita inteligencia. Gostamos de permanecer enquanto tudo é impermanência. Reclamamos e acusamos o universo em expensão de impedir nossa ilusória felicidade. Paz é outra coisa?

Caminhar para dentro de si mesmo é descobrir que a maior loucura é nos pensarmos sãos enquanto os demais enlouquecem.

Se eu melhoro tudo melhora. Mas, como escolher dentro deste baralho viciado que nos dão para jogar? Vejam como andam as coisas no Real cassino planeta Terra. Avançam o invisível 4º reich enquanto preparam o grande golpe nos distraindo com Dilmas e Cunhas na marcha dos da casa grande seguindo seu solerte planejamento.  
“Todas as cabeças coroadas europeias gostam muito de ONGs – não as que queiram fazer alguma coisa no seu próprio país, mas que queiram fazer nos outros países”, afirmou o professor da UFRGS.
Dica do anonimo,confiram:
 http://br.sputniknews.com/mundo/20150605/1223696.html

Haja espiritualidade para podermos compreender o "materialismo" quântico que nos agrilhoa a tudo e uns aos outros... Consciência é tudo.

Consciência é tudo, mas, cada um vê o que quer, ou  o que pode, ou o que bem entende não exatamente o que deve ou deveríamos. Mas o que quer ou o que pode é o sempre muito bem manipulado antes de nos ser servido. Não duvidem disso.

No agora infinito, em inteligentes ondas eletromagnéticas, tudo está por ser criado. Sendo criado. Dependemos de nossas consciências, das escolhas no balaio das nossas crenças. 

"Todos os caminhos levam ao pai..." Uns com (muita) pressa outros nem tanto. Uns com mais e outros não. Milenarmente quando chegamos ao mundo todos já vamos sendo manipulados pelos que já estão. Obediência ou relho.

Quem é o dono da verdade? O agora? O bater dos corações? A experiencia? O Observado? Ou o observador? Ou, ambos a um só tempo? Somos o deus de que tantos falam e que uns temem e outros admiram, adoram?

"Não julgueis para não serdes julgados." 

Creio no que creio e apregoo. Tudo é onda. Eis que a prática (há controvérsia) deve preceder a teoria para melhor aproveitamento da viagem do viajante. 

Surfemos... "Bem aventurados os que creem sem ver, deles é o reino do(s) céu(s)." Será isso a tal paz de espírito? Seria só isso? Em que devemos crer? Nos deuses? O que é real? O medo mata o amor? Será que o medo é o que não nos deixa ficar no presente? 

Avassalam no (i)mundo material(ista) os curadores incurados... Somos os donos da(s) verdade(s) e só percebemos com nossos sentidos UM bilionésimo da matéria existente? O que sei de certo, a esta altura do caminhado, é que o medo mata mesmo o amor. É como está no "O tao da física" do Fritjof Kapra

Se é cada um com seu cada qual não devemos exigir mais do que cada um pode dar, já que cada um só pode dar o que tem, e nada além... E quando assume responsabilidade.

"Amanajé" significa mensageiro em tupi guarani, então, e por isso, vou lançando ao mar essas garrafas mensageiras. Nada além. Ao final de sete décadas não espero aprovação ou gratidão, nem de mim mesmo. Se conselho fosse resolver ninguém dava, vendia.

A experiencia, entre outras importantíssimas (e intransferíveis) como foi cuidar do Amor para comigo e para com o da minha mulher até à partida dela para o campo invisível, deu-me lições incontestáveis da verdade de que o tal de "deus" é o somatório da consciência de todos os deuses que somos cada um de nós nesta sopa (cheia de moscas) infinita e em expansão em que estamos mergulhados até à alma.

Assim, é preciso compreender que ninguém substitui ninguém e a grande e verdadeira "revolução" é e será 100% intra pessoal e intransferível. 

Não sejamos egoístas para não sermos corruptos. Somos espelhos dos universos... Cada um com sua impressão digital. Queiramos ou não a fila anda... Inda que não saibamos para onde... 

Alguém sabe? Se não, e por isso, Eles nos empurram.

Inté otra
Estão pensativos?

Na paz da gratidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails