O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

domingo, 10 de janeiro de 2016

"As pessoas geralmente se concentram nos grupos cujos estereótipos, ou seja, o modo de apresentar uma opinião ou uma atitude, seja diferente da maioria ou do habitual. Isso não é correto."


foto
“Uns com maiores transtornos de desvio da libido, outros com bem poucos, é claro. Para designar o desequilíbrio sexual, as pessoas geralmente se concentram nos grupos cujos estereótipos, ou seja, o modo de apresentar uma opinião ou uma atitude, seja diferente da maioria ou do habitual. Isso não é correto. 
_ Então, ser homossexual não significa ser desequilibrado? _ perguntou Silmara, uma aprendiz que acompanhava o grupo. 
_Não. Ser homossexual é ser homossexual. Assim como ser heterossexual e ser heterossexual. Estar desequilibrado na área sexual independe da orientação sexual da pessoa _ respondeu a instrutora com bondade evidente. _Para entender sobre desequilíbrio, nessa área, vamos à busca de exemplos.
(Do livro: ”No silencio das paixões” - pelo espírito de Schellida - Psicografia de Eliana Machado Coelho – Lúmen editorial.)

Assim, como vimos no texto acima, tudo o mais é manipulado pelos todo poderosos das casas grandes, religiosas, belicosas e genocidas, milenarmente gerenciando o planeta. A informação inoculada por sua(s) máfia(s) midiática(s) destorce(m) e sabota(m) a realidade já tão fugaz.

Inconsciente, o observador é observado sem observar.

A televisão é a arma de extermínio em massa mais bem camuflada que existe. O dominador programa os cérebros já em estado pastoso da massa escrava e desdentada, ordenando subreptíciamente o fratricídio e a aceitação dos trabalhos, dito sujos. Aqueles "trabalhos" que o George W. Bush disse (em discurso ao mundo) que "eles" não querem fazer.

E assim, com todos os obamas, bushes e clintons  do mundo nos bancos de reservas, avançam a sua agenda perpetuadora com o ("new") "amazing" Trump. (O velho lobo  em pele de cordeiro como o velho pato Donald e a sua velhíssima nova ordem mundial).  




Sugestão de cinema para meditações sobre a tal evolução do ser homem na perene casa grande e senzala do velho planeta Terra.

"Aferim"
Melhor player - "streamin"

http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-aferim-legendado-online.html

Não sabemos que não sabemos. Parece que foi ontem? Talvez? Estamos permanentemente desatentos, temerosos cuidando da "frágil" sobrevivência. Pão, (água), e circo. Boquiabertos ante as onipresentes televisões nos lavando os cérebros, acreditamos no que supomos ver sem compreendermos o profundo desse nefasto apego às ilusões. Belicosos mortos vivos...

Humanofobia... A "humanidade" vive em uma prisão. E a pior ignorância é a com dinheiro. Daí casa grande e senzala para a manutenção da escassez planejada de tudo. Milenarmente. Um bolo de cabelo de leis e normas mantidas a ferro e fogo onde as utopias humanitárias são táticas na estratégica manutenção do escravismo pelos que detêm o poder de fazer leis. Sempre a favor de si mesmos e seus corruptos privilégios e privilégiados. 

Liberdade é outra ilusão? Inconscientes, os observadores são observados sem se observarem. Sem compreendermos o profundo da necessidade de desapegarmo-nos do ilusório não há consciência que possamos chamar de "ampla", para não chamarmos de "plena"; o que seria muita cega leviandade de nossa parte. 

É preciso estarmos conscientes quântica/mente (é o treinamento, o dever de casa) para sabermos ouvir a flauta "mágica" que joga "os ratos" aos recorrentes abismos, os tais dos "castigos eternos"... A catatonia integral.

Já no inicio dos anos 80 (do século passado), em conversa com mais velhos, perguntaram-me sobre a "minha jovem" visão do futuro do mundo e do Brasil. Empírico telúrico não demorei responder que no futuro teríamos a barbárie como consequência de nossos covardes atos frouxos e corruptamente levianos. Fez-se um silêncio de mudar de assunto. Cá estamos no (acelerado) XXI, a fazer o que a casa grande manda para a manutenção perene de seu domínio sobre as senzalas. "Esta candura humana é, aliás, a prova da nossa bondade original, mas esta bondade é acompanhada de uma estupidez (quase, digo eu) incorrigível.

O corpo "físico" é a unidade prisional dos que por aqui passam em busca de "melhores dias" (consciência) da e na infinita caminhada... Inda estejamos eletromagneticamente de mãos dadas, todos ao tudo, a revolução libertária é individual. 

Aquele que está consciente do tudo ligado a tudo sabe que as leis cósmicas "universais" não precisam de advogados. O Universo se move no bater das asas da borboleta. 

São como são, não como deveriam ser... 
Advogo a paz da gratidão em suas meditativas presenças, sempre bem-vindas.

Inté!

Um comentário:

  1. Para reflexão: http://namakajiri.net/letras/2011/maou.pdf
    Fica na paz...

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails