O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Feliz Natal em Hai Kais!



"Vejo arrepios na pele azul crepom do mar..." Tô pra ver frase mais bem construída. Um Hai kai...

Este quadro que pretendeu ser um Hai Kai, fez parte da minha ("última") exposição de pinturas.
Era 2003, mil visitantes (inéditos 1000), e (surpreendente) nenhuma venda.
Os quadros pretendiam "olhar as gentes"
através da expressão do carnaval.
Estamos por aí...

Hai Kais...



E pior cego é o que não quer ser?

"Não dou conselhos" - acrílico sobre tela 70x60
Também estava na Exposição... 

Conheçamos a agenda,
http://semeadorestrelas.blogspot.com/2015/11/nacoes-unidas-agenda-2030-decodificada.html

Os Illuminati são verdadeiros Jesuítas e vice-versa.
"Assim é esse texto, muitos não conseguirão vê-lo e entende-lo em um primeiro momento, tal foi a maneira como suas mentes foram programadas por hábeis seres humanos, que tinham conhecimento do oculto ao homem comum, e ousaram isso em beneficio próprio e de seus alienados servidores e subordinados governantes. Acrescento aqui um link "máscara da mídia brasileira" que vem confirmar e reforçar o dito por Joel Labruyère, sobre o poder dessa organização que tudo controla, esse artigo do link mostra a ação no Brasil. 
O dito no texto não é nenhuma novidade para quem busca a verdade com o coração e não com a emoção, mas há 4 séculos ou mais, a tramoia é feita, então não é fácil sair, aceitar a verdade que nunca foi o que nos disseram, o homem é por natureza bom de coração, até ser manipulado e iludido, tal qual uma criança por uma promessa de doce que depois não recebe, como prometido, ou era outra enganação qualquer, como muitos pais fazem com seus próprios filhos, e assim fazem "esse maus meninos" com a humanidade, conforme diz Aivanhov, usam o "fazer o bem" como isca).

A roupa preta do Neo de Matrix? (jesuíta?)


Sou muito grato a todos que por aqui passam, mesmo aos que não deixam pegadas...

Esta (a faxina no subconsciente) É a solução para todos os males. Um treinamento de neutralizar "vírus" e outros lixos terráqueos dentro da nossa criptografada programação escravista. Mas, essa é uma situação em que se chega cada um com seu cada qual, quando se chega ao limite das ilusões. Muitos atravessam reencarnações até conseguir. 

"Todos são chamados, muitos são os caminhos que chegam a casa do Pai." 

É preciso, cada um segundo suas possibilidades, praticar conscientemente este desapego, sem medo de sentir medo do medo. Os medos são nossas algemas invisíveis.

Os medos, e principalmente o da morte, nos mantem sub, mortos em vida. O sistema é terrorista por natureza, o escravista precisa nos manter sob seu controle.  Nós somos o único animal que tem medo da morte, sabemos que um dia  a viagem termina e teremos que deixar aqui a unidade prisional. 

Tudo é vão? O Universo Infinito se expande. Estamos nele. Somos ele. O que tememos não existe quando não sentimos medo e tomamos cosnciencia da irrealidade dele. 

Nossos medos e nossas mortes são nossos melhores professores e conselheiros, não são nosso reais inimigos. Nossos reais inimigos são os programas inoculados através dos medos terroristas, venham de onde vierem. 

Os Luminosos são parte integrante de nossas vidas, não há como separarmo-nos do essencial. Disse-nos a raposa; "O Essencial é invisível aos olhos, só se vê bem com o coração." Estamos encarcerados nesta unidade prisional justamente para experimentarmos a consciência da libertação desta prisão. 

A cura deste tormentoso medo está em ouvi-los na faxina do inexistente, no olhar de frente o que de ilusório deve ser faxinado. O apego ao ilusório é o que mais nos atrapalha, é o que nos ensinam amorosamente os Luminosos invisíveis. Sem eles para nos orientar durante as jornadas planetárias nenhum de nós encarna a unidade prisional para viver a experiencia do denso livre arbítrio corretivo. Seríamos vulneráveis demais diante da imensidão... 

"Não há uma só folha que não caia sem a vontade do Pai."

Quem sou eu? A maior parte dos humanos está trabalhando em baixíssimas frequências que sustentam com a própria ignorância e o medo do "invisível". 

Não sabemos que não sabemos. Acreditamos no que supomos "ver" sem compreendermos o profundo desse nefasto apego às ilusões. 

Sem compreender o profundo da necessidade de desapegar-se do ilusório não há consciência que possamos chamar de "ampla", para não chamarmos de "plena". Seria muita cega leviandade de nossa parte.

É preciso estar consciente para saber ouvir a flauta "mágica" que joga "os ratos" aos recorrentes abismos, os tais dos "castigos eternos"... 

O Deus é o amor incondicional? Meditemos sobre isso?

Sou grato por suas luminosas queridas presenças.

Feliz Natal, Feliz Ano 2016 !

Inté!

15 comentários:

  1. Ao meu querido e faxinante amigo

    "Essa vida e uma viagem
    pena eu estar
    só de passagem"
    P. Leminski

    De seu amigo
    "Espadachim ancião,
    esgrimindo a bengala,
    vencendo o chão"
    Custódio

    Um feliz Natal, Feliz 2016 para meu caro amigo também
    Walfrido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido Walfrido, que este novo ano seja pleno de bençãos à você sua família. Sempre bom saber que você está por perto. A viagem continua... Toda Paz e glória ao meu companheiro heroico amigo espadachim.

      Excluir
  2. Grande Aldo,

    "Quem sou eu? A maior parte dos humanos está trabalhando em baixíssimas frequências que sustentam com a própria ignorância e o medo do "invisível"."
    ""Todos são chamados, muitos são os caminhos que chegam a casa do Pai.""
    ""Não há uma só folha que não caia sem a vontade do Pai.""
    ""castigos eternos"..."

    A sutileza não facilita o entendimento, mas pelo menos separa o joio do trigo! :-D

    Sem felicitações natalinas já que não entendo tal data como pertinente, aliás, a entendo como um dos baluartes de arte da escravatura! :-D

    Mas que solstícios glorifiquem suas faxinas dessenzalizantes!

    Aos senzalados preguiçosos para faxinar:
    Que deus os carreguem, ou que a paz do "senhor" esteja convosco! :´D :´D :´D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Vapera, o legal disso tudo é que sei que você entende meus parangolés, pra lá das profundezas. "Aos senzalados preguiçosos para faxinar: Que deus os carreguem, ou que a paz do "senhor" esteja convosco! :´D :´D :´D

      Excluir
  3. Aldo, meu querido,

    A espiral descendente é tremendamente forte, não é mesmo?
    Como poderia ter vendido os quadros se a sua mente está repleta de negatividade? Eu questiono-me sobre como consegue viver uma vida tão vibrante nas energias do medo. Desculpe a minha franqueza, mas a obra expõe o caráter do artista. Eu gastaria dinheiro sim, mas em algo belo, harmonioso e até com certa melodia... para ter em casa e poder derramar a minha vista sobre a obra.

    Perguntei se ainda faziam parte da sua vida as Criaturas de Luz. É uma pergunta legítima, pois se você olhar bem para o miolo deste blogue, mais parece uma exposição de horrores. Esprema bem toda essa informação. Acho que esses Seres de Luz não partilham vibrações densas. Lembra-se de um post que fiz chamado A Torre? A Natureza é cíclica. Ela destrói para melhor se aperfeiçoar. A morte da Natureza e do TODO é a inércia.
    Dá a sensação que você Aldo, não deve ser feliz. A minha sensação diz-me que você é medium de sua própria egrégora, criada lá no astral pela sua auto hipnose de imagens mentais dantescas! Veja só o exemplo que deu de mulheres!... Felizmente que muitas delas andam em sites espirituais e isso pode ver-se nos comentários. Felizmente terão um papel importantíssimo a desempenhar na Era de Aquário.

    Vou deixar-lhe estas perguntas: É feliz? o que teme? que ideia é essa de faxina de memórias contínua? O passado é para esquecer. Deixar para trás. Ou se perdoa, ou não... e parece que seguiu a segunda via. Bem gostaria de lhe dizer que tudo o que se está a passar tem um nome: Evolução! Sinta que quando há muita sombra também há muita Luz. Não o estou a ver, muito sinceramente na 5ª dimensão onde a dualidade é substituída pela criatividade. Continuo a vê-lo na terceira dimensão, aflito... não sei bem se com os outros, ou se consigo mesmo. Porque aqueles da revolta são os que estão agora preocupados apenas e só consigo mesmos e não se conformam em estar a perder o conforto. Realmente tudo aquilo que um ser humano pensa, torna-se real e quando diz isso, Aldo não esqueça que está sempre a dizer que ninguém aprende com ninguém... o que é mau. Tenho cá para mim que há muitos donos da verdade e esses são mesmo de temer.

    Tente aprender com um Imortal. Aproveite para meditar e pensar. Como se pode ser feliz e ter tanta negatividade? Como se pode ser ter tempo para si mesmo se está preocupado apenas em descobrir informação negativa?... e tanta! Essa foi a minha última tentativa de o chamar à razão, mas já vi que quem está ciente de que é dono da verdade não muda... e esses sim são assustadores, como diz Agostinho da Silva. São os primeiros a matar para impor seu ponto de vista... está claro? Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és. Não se deixe arrastar. Há quem não tenha já remédio, mas de você Aldo, tinha esperança... que é e sempre foi a última a morrer. Saber morrer, sem medos.
    Nunca, mas nunca se esqueça que os Magos MANIPULA a TREVA para a transformar em LUZ! Você não a está manipulando... está submerso. Cadê a magia?!

    Tente prestar atenção a um Imortal, pois há sempre espaço para aprender coisas diferentes. Se não permitir é porque a sua personalidade sufocou a sua Individualidade. O que me parece que já aconteceu. Desculpe a franqueza, mas é uma caraterística minha. Mas vejo que vai acabar mesmo na senzala. Não desperdice a intuição feminina...
    Dê também uma leitura no post que fiz Devas, Fadas e Anjos e tente imaginar! Imaginar! Imaginar coisas belas!

    https://www.youtube.com/watch?v=JhBgjXo6TzM

    https://www.youtube.com/watch?v=VponG7U7rt0

    https://www.youtube.com/watch?v=hV3n1XjVva4


    Um grande abraço e Feliz Natal!... para mim, a festa anual da família e deliciosa, por muito humilde que seja é sempre bela.

    Com muito carinho

    ResponderExcluir
  4. Fadíssima
    Os Luminosos são parte integrante de nossas vidas, não há como separarmo-nos do essencial. Disse-nos a raposa; "O Essencial é invisível aos olhos, só se vê bem com o coração." Estamos encarcerados nesta unidade prisional justamente para experimentarmos a consciência da libertação desta prisão.
    Tudo muda o tempo todo. A exposição foi em 2004, há dez anos. Estamos em 2015/16. Não pinto mais para viver, não vivo mais de pintura, nem para pintar. Não sou mais pintor, ou qualquer dessas categorias rotulantes. O passado vai virando lenda.
    Não sou infeliz nem feliz, sou em paz. Não sou mais aquele “alguém importante”. Quando comecei aqui, em 2009, estava mesmo precisando compartilhar minhas experiências bem sucedidas com o Ho'oponopono. Queria dividir para poder multiplicar. Tudo passa. Apenas coloco o dedo nas feridas do mundo para dar oportunidade de reflexões aos que por aqui passam em outra(s) visõe(s) da(s) realidade(s); longe da mídia "oficial".
    Ninguém muda ninguém. Cada um de nós cria o seu karma, que ao fim das contas é o nosso, mas, não queremos assumir responsabilidades, nos acovardamos diante das escolhas. Deixamos-nos corromper. Tornamos-nos corruptos. (corruptos - adj.: Que foram corrompidos; que sofreram corrupção.)
    O que estamos vivendo no planeta, esta tenebrosa 3 ª guerra mundial (já declarada pela ONU e o Papa), é o resultado, o somatório, o sumo, "a matrix" de nossas repetentes escolhas corruptas.
    Não existe meio escravo, é como gravidez, não existe meio corrupto, nem mais ou menos grávida. Acovardados, cada um com seu cada qual, construímos o mundo em que vivemos. Cada um de nós escolhe as que supomos nos farão um Karma melhor, menos burros de moinho, menos escravos, menos escraviza/dores.
    Resumindo: a saída da MATRIX por qualquer pessoa é vista como uma perigosa ameaça que deve ser imediatamente "neutralizada". Deletada ou criptografada (encarceramento), questão de controle e segurança. Atualmente, "o sistema", e nada disso é novo, chama a estes, os que pretendem se libertar, de - "terroristas". Simplifica. É o mundo. O Escravo que prefere a escravidão não precisa de perdão. Nem de mim, nem de nós... (continua)

    ResponderExcluir
  5. O Tao do caminho naturalmente conectado com a fonte de onde tudo vem e vai é onde escolhemos com o coração batendo em paz o que queremos para cada um de nós. Nós somos o todo... O todo é a Fonte. Pensar primeiro no todo e depois na parte fará uma espetacular diferença. O Universo desde já agradece emocionado.
    Eu já deveria estar (há muito) em silêncio, cuidando da minha paz, da minha modesta admirável faxinazinha particular. Olhando em gratidão os animais em profusão neste vivo, valente e corajoso brejo. Aqui, no agora infinito, é onde comparto com eles a luz da paz de estar vivo e grato por tudo isso que conquistei nesses últimos dez anos de profundas meditações sempre amparadas por meu Tutor e tantos outros que incondicionalmente iluminam meu caminho. A vida é infiinita. Este blogue, a cada dia, a cada modesta faxina de memórias, perde seu pretenso primordial objetivo. Já devia ter me calado e me retirado de cena, vem chegando a hora. A "realidade" que exponho aqui não é A MINHA, A PARTICULAR. Nada que o nosso amigo Adamus palestra me soa novidade, aprendi essas verdades caminhando o caminho, tropeçando e levantando, sarando feridas, enxugando lágrimas, socorrendo e sendo socorrido, curando a mim mesmo antes e, sobre tudo, sabendo que se eu melhorasse, me curasse do mundo, meu mundo melhoraria, meu mundo se curaria. Nunca mais adoeci. De tudo e por tudo sempre atento e grato ao caminho, aos outros caminhantes.
    Meu espírito está a cada momento, mais liberto das escravizações desse mundo escola. Não sou candidato a messias, sou um estafeta, entrego as mensagens que recebo para entregar. Sou grato pelas duras provas que superei cumprindo meus deveres de cada agora mais consciente do que É, e não do que querem que seja.
    Foram estas corajosas visões do dantesco de ilusões que é o mundo das aparências que me trouxeram até aqui e me mostraram quão feliz sou. Agora sou um homem em paz, comigo mesmo. Ajudo aos que me pedem ajuda caso eu possa ajudar, não espero gratidão, e não crio expectativas. Onde há amor não há perdão.
    Procuro o silêncio. Minha vida hoje flui; tudo está criado para o nosso bem e o bem de todos, tudo já é divino e perfeito. Cabe a cada um de nós limpar cada uma de nossas vidraças. Somos divinos e perfeitos, só precisamos limpar as vidraças para poder enxergar isso, aqui dentro, definitivamente. Já repito isso desde 2009 à perder a conta.
    Bem, cada um vê o que quer, ou o que pode segundo suas possibilidades. Ninguém ensina nada a alguém, nós é que aprendemos quando prestamos atenção àquele se julga na posição do professor.
    Enfim... Espero estar dizendo alguma coisa de valor. Fiquemos bem fortes. Para mim a festa do natal é todo dia, a cada agora, sempre que abro os olhos e me encontro ainda aqui extasiado com a beleza do Universo em que existo.

    Avante! Não estamos infelizes. Felizes todos já somos, todos são, desde que, conscientes disso estejamos. Conscientes sejamos.
    Toda Paz da gratidão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “Para o que ama a Verdade não há descanso nem termo, porque a vê no próprio caminhar, a surpreende no esforço contínuo da marcha; o amor da Verdade não é um desejo de chegar, mas o anseio de superar. Não me importa o resultado, mas o método.”
      ―Agostinho da Silva

      “Seria preciso não viver para negar que o mundo seja mau; mas é nessa mesma maldade que devemos procurar o apoio em que nos firmarmos para sermos nós próprios melhores e, como tal, melhorarmos os outros.”
      ―Agostinho da Silva

      Excluir
  6. Querido Aldo,

    Ajudar a si mesmo é também a meta como muito bem diz. Ajudar a si mesmo é ler os sinais. Pergunte-se porque seu blogue ficou prisioneiro no tempo (sem conspirações, deixando essa parte mental). Você tem digamos, a alegria de viver num sítio abençoado.

    Terno abraço.

    ResponderExcluir
  7. Fadíssima

    O blogue foi feito prisioneiro porque incomoda aos SENHORES. Bem ou mal por aqui passam mais de 300 a cada 24h. Alguns agradecem outros condenam. Não precisamos de conspiracinosmo para ver isto. Giordano Bruno já me havia dito. Blogue "conspiracionista" bom é blogue morto... Então outra vez recorro ao nosso Agostinho;

    "Ser Diferente

    A única salvação do que é diferente é ser diferente até o fim, com todo o valor, todo o vigor e toda a rija impassibilidade; tomar as atitudes que ninguém toma e usar os meios de que ninguém usa; não ceder a pressões, nem aos afagos, nem às ternuras, nem aos rancores; ser ele; não quebrar as leis eternas, as não-escritas, ante a lei passageira ou os caprichos do momento; no fim de todas as batalhas — batalhas para os outros, não para ele, que as percebe — há-de provocar o respeito e dominar as lembranças; teve a coragem de ser cão entre as ovelhas; nunca baliu; e elas um dia hão-de reconhecer que foi ele o mais forte e as soube em qualquer tempo defender dos ataques dos lobos.

    Agostinho da Silva, in 'Diário de Alcestes'

    Avante! Não estamos infelizes. Felizes ou infelizes todos já somos, todos são, desde que, conscientes disso estejamos. Fiquemos em Paz. Conscientes sejamos.
    Toda Paz da gratidão num terno abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aldo querido

      Penso que essa resposta não foi sua, melhor dizendo, não partiu do seu coração. As respostas que me deu partem da sua egrégora construída pelo seu inteleto. Não admira que tenha muito que faxinar. Sou exímia em detetar falsa humildade. Não gostaria minimamente de viver no mundo que está a criar para si. O seu ser atrai a sua vida. Defender os outros é para mim uma falsa questão. Como diz Adamus: EU SOU

      Sejamos no Agora e conscientes se tal for possível.
      Um terno abraço.

      Excluir
    2. Fadíssima do meu coração, adoro quando você vem e zanga comigo, fico me sentindo completamente importante. Vendo arrepios fasc(x)inantes no azul crepom do mar.

      Sabe aquele astronauta da foto lá da matéria sobre a inexistência de viagens à Lua?! Aquele cara sou eu...
      Dos textos que citei me interessa mais o: "A única salvação do que é diferente é ser diferente até o fim, com todo o valor, todo o vigor e toda a rija impassibilidade; tomar as atitudes que ninguém toma e usar os meios de que ninguém usa; não ceder a pressões, nem aos afagos, nem às ternuras, nem aos rancores; ser ele; não quebrar as leis eternas, as não-escritas, ante a lei passageira ou os caprichos do momento; no fim de todas as batalhas — batalhas para os outros, não para ele, que as percebe — há-de provocar o respeito e dominar as lembranças; teve a coragem de ser cão entre as ovelhas; nunca baliu."

      Só pode vir a ser forte assim quem É. Se você ainda acha que não estou sendo... Resta-me a fé em mim e saber esperar ao enviar-lhe, agora e sempre, todas as rosas para você com o perfume inebriante da Paz da gratidão. Onde há amor não há perdão. Você é admiravelmente maravilhosa.

      Excluir
  8. Grande Aldo,

    Se eu fosse um gentleman, gostaria de me espelhar em sua "gentlemansice"!!

    É espantoso o seu potencial para ser claro, objetivo, e sem pisar nos calos alheios!

    Por isso tens tantos leitores!

    Eles sequer percebem que a coisa entrou até o saco! :-D

    Serias aquele "mérdico" que consegue convencer o toque nas próstatas dos recalcitrantes prostrados, irresponsáveis por si mesmos e mesmo assim recalcitrantes! :-D

    Não bates e assopra, apenas afagas com a vara de marmelo vergastando sem deixar marcas ou gritos! :´D :´D :´D

    "Aldimirável"!

    Me perdoe, sou grosso! :-D

    E que as natalidades continuem te brindando com o nascer espetacular de cada dia, agora que aprendi o que são natalidades! :-D

    ResponderExcluir
  9. Grande Aldo,

    Se eu fosse um gentleman, gostaria de me espelhar em sua "gentlemansice"!!

    É espantoso o seu potencial para ser claro, objetivo, e sem pisar nos calos alheios!

    Por isso tens tantos leitores!

    Eles sequer percebem que a coisa entrou até o saco! :-D

    Serias aquele "mérdico" que consegue convencer o toque nas próstatas dos recalcitrantes prostrados, irresponsáveis por si mesmos e mesmo assim recalcitrantes! :-D

    Não bates e assopra, apenas afagas com a vara de marmelo vergastando sem deixar marcas ou gritos! :´D :´D :´D

    "Aldimirável"!

    Me perdoe, sou grosso! :-D

    E que as natalidades continuem te brindando com o nascer espetacular de cada dia, agora que aprendi o que são natalidades! :-D

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilustríssimo Vapera

      Espero estar dizendo alguma coisa de valor. Fiquemos bem fortes. A festa do verdadeiro natal é todo dia, a cada agora, sempre que abrimos os olhos e nos encontramos ainda aqui, extasiados com a beleza do Universo em que existimos.

      Avante! Não estamos infelizes. Felizes todos já somos, todos são, desde que, conscientes disso estejamos. Conscientes sejamos.
      Toda Paz da gratidão por sua presença cheia de D D D D D D.

      Excluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails