O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

"O que pensamos modifica nossa biologia"; Bruce Lipton, doutor em Medicina e investigador em biologia celular.



Bruce Lipton, doutor em Medicina e investigador em biologia celular  

"Me ensinaram que os genes controlam a vida, que eles se registram todos as nossos características e capacidades, mas é falso.

Todos?

Não somos vítimas da nossa genética, na verdade é o DNA que está controlado pelo meio exterior da célula.

O que isso significa?

A célula é a vida. Falar de uma célula é como falar de uma pessoa. Recebemos informações através dos cinco sentidos e as células recebem sinais do ambiente através de receptores que captam as informações. O DNA é controlado por sinais provenientes do exterior da célula, incluindo mensagens energéticas de nossos próprios pensamentos, tanto o positivo e o negativo.

Somos o que vivemos e pensamos?

Sim, e mudar a nossa maneira de viver e de perceber o mundo é mudar nossa biologia. Estudos que comecei há quarenta anos mostram que as células mudam dependendo do ambiente, é o que chamamos epigenética. EPI significa acima da genética, para além dela.

E?

De acordo com o ambiente e como você responde ao mundo, um gene pode criar 30.000 variações diferentes. Menos de 10% do câncer é herdado, é o estilo de vida que determina a genética.

É o ambiente que nos define?

Aprendemos a nos ver como nos vêem, a nos avaliar como nos avaliam. O que ouvimos e o que vivemos nos forma. Não vemos o mundo como ele é, nós vemos o mundo como nós somos. Nós somos vítimas de nossas crenças, mas podemos muda-las.

Mas as crenças estão inscritos nas profundezas do nosso subconsciente.

Certo. O subconsciente é um processador de informações um milhão de vezes mais rápido do que a mente consciente e utiliza  95% a 99% do tempo as informações já armazenadas desde a nossa infância. Então, quando decidimos algo conscientemente como, por exemplo, ganhar mais dinheiro, se nosso subconsciente contém informação que é muito difícil ganhar a vida, não teremos sucesso.

Então?

Se mudarmos as percepções que temos no subconsciente, mudará a nossa realidade, comprovei-o através de numerosos experimentos. Ao reprogramar as crenças e percepções que temos sobre felicidade, paz, abundância, nós podemos conquistá-las.

Parece que esta é a fórmula feliz...
É assim que funciona o efeito placebo. Se eu acho que uma pílula pode curar, imagino que... e sinto-me melhor. O que me curou...?

A crença?

Isso parece. Semelhante ao efeito placebo os pensamentos positivos afetam nossa biologia, há o efeito nocebo: se você acha que alguma coisa vai te prejudicar, eventualmente vai te prejudicar. Henry Ford disse que, se você acha que você pode e se você acha que não pode, ambos estão certos. Se você optar por viver em um mundo cheio de amor, melhorará a sua saúde.

E é por isso?

A química que provoca a alegria e o amor faz com que nossas células cresçam, e a química que provoca o medo faz com que as células morram. Pensamentos positivos são um imperativo biológico para uma vida feliz e saudável. Há dois mecanismos para a sobrevivência: o crescimento e proteção e ambos não podem operar ao mesmo tempo.

Você cresce ou se protege.

Processos de crescimento exigem uma livre troca de informações com o ambiente, a proteção exige o fechamento completo do sistema. Uma resposta de proteção mantida inibe a produção de energia necessária à vida.

O que significa prosperar?

Para prosperar é preciso procurar ativamente a alegria e amor e preencher nossa vida com estímulos que desencadeiam processos de crescimento. Os hormônios do estresse coordenam as funções dos órgãos e inibem os processos de crescimento, suprimem completamente a ação do sistema imunológico.

Os pais têm toda a culpa?

Percepções se formam durante os primeiros seis anos, quando o cérebro recebe o máximo de informações em tempo mínimo para compreender o ambiente, nos afetam o resto da vida.

E as crenças inconscientes são transmitidas de pais para filhos.

Assim é, comportamentos, crenças e atitudes que observamos em nossos pais são registradas em nosso cérebro e controlam a nossa biologia o resto da vida, a menos que nós aprendemos a reprograma-las.

Como detectar crenças negativas?

A vida é um reflexo da mente subconsciente, o que funciona bem na vida são aquelas coisas que o subconsciente permite que funcionem, as que exigem muito esforço são aquelas coisas que o seu subconsciente não suporta .

Curvo-me ao meu subconsciente?

É uma batalha perdida, mas nada é resolvido até que alguém não se esforçar para mudar. Livrar-se dos medos infundados e tentar não incutir crenças limitantes no subconsciente das crianças.


Me enseñaron que los genes controlan la vida, que en ellos se inscriben todas nuestras capacidades y características, pero es falso. 
¿Del todo? 
No somos víctimas de nuestra genética, en realidad es el ADN el que está controlado por el medio externo celular. 
¿Qué significa eso? 
La célula es la vida. Hablar de una célula es como hablar de una persona. Nosotros recibimos la información a través de los cinco sentidos y las células reciben las señales del entorno a través de los receptores que captan la información. El ADN es controlado por señales que vienen desde fuera de la célula, incluyendo mensajes energéticos de nuestros propios pensamientos, tanto los positivos como los negativos. 
¿Somos lo que vivimos y pensamos? 
Sí, y cambiar nuestra manera de vivir y de percibir el mundo es cambiar nuestra biología. Los estudios que empecé hace cuarenta años demuestran que las células cambian en función del entorno, es lo que llamamos epigenética. Epi significa por encima de la genética, más allá de ella. 
¿Y? 
Según el entorno y como tú respondes al mundo, un gen puede crear 30.000 diferentes variaciones. Menos del 10% del cáncer es heredado, es el estilo de vida lo que determina la genética. 
¿Es el entorno el que nos define? 
Aprendemos a vernos como nos ven, a valorarnos como nos valoran. Lo que escuchamos y vivimos nos forma. No vemos el mundo como es, vemos el mundo como somos. Somos víctimas de nuestras creencias, pero podemos cambiarlas. 
Pero las creencias están inscritas en lo más profundo de nuestro subconsciente. 
Cierto. El subconsciente es un procesador de información un millón de veces más rápido que la mente consciente y utiliza entre el 95% y el 99% del tiempo la información ya almacenada desde nuestra niñez como un referente. Por eso cuando decidimos algo conscientemente como, por ejemplo, ganar más dinero, si nuestro subconsciente contiene información de que es muy difícil ganarse la vida, no lo conseguiremos. 
¿Entonces? 
Si cambiamos las percepciones que tenemos en el subconsciente, cambiará nuestra realidad, y lo he comprobado a través de numerosos experimentos. Al reprogramar las creencias y percepciones que tenemos de cómo es la felicidad, la paz, la abundancia, podemos conquistarlas. 
Me suena a fórmula feliz... 
Así es como funciona el efecto placebo. Si pienso que una pastilla me puede sanar, me la tomo y me encuentro mejor. ¿Qué me ha sanado?... 
¿La creencia? 
Eso parece. Al igual que los pensamientos positivos y el efecto placebo afectan a nuestra biología, existe el efecto nocebo: si crees que algo te hará daño, acabará por hacerte daño. Henry Ford decía que tanto si crees que puedes como si crees que no puedes, tienen razón. Si eliges vivir un mundo lleno de amor, tu salud mejorará. 
¿Y eso por qué? 
La química que provoca la alegría y el amor hace que nuestras células crezcan, y la química que provoca el miedo hace que las células mueran. Los pensamientos positivos son un imperativo biológico para una vida feliz y saludable. Existen dos mecanismos de supervivencia: el crecimiento y la protección, y ambos no pueden operar al mismo tiempo. 
O creces o te proteges. 
Los procesos de crecimiento requieren un intercambio libre de información con el medio, la protección requiere el cierre completo del sistema. Una respuesta de protección mantenida inhibe la producción de energía necesaria para la vida. 
¿Qué significa prosperar? 
Para prosperar necesitamos buscar de forma activa la alegría y el amor, y llenar nuestra vida de estímulos que desencadenen procesos de crecimiento. Las hormonas del estrés coordinan la función de los órganos corporales e inhiben los procesos de crecimiento, suprimen por completo la actuación del sistema inmunológico. 
¿La culpa de todo la tienen los padres? 
Las percepciones que formamos durante los primeros seis años, cuando el cerebro recibe la máxima información en un mínimo tiempo para entender el entorno, nos afectan el resto de la vida. 
Y las creencias inconscientes pasan de padres a hijos. 
Así es, los comportamientos, creencias y actitudes que observamos en nuestros padres se graban en nuestro cerebro y controlan nuestra biología el resto de la vida, a menos que aprendamos a volver a programarla. 
¿Cómo detectar creencias negativas? 
La vida es un reflejo de la mente subconsciente, lo que nos funciona bien en la vida son esas cosas que el subconsciente te permite que funcionen, lo que requiere mucho esfuerzo son esas cosas que tu subconsciente no apoya. 
¿Debo doblegar a mi subconsciente? 
Es una batalla perdida, pero nada se soluciona hasta que uno no se esfuerza por cambiar. Deshágase de los miedos infundados y procure no inculcar creencias limitadoras en el subconsciente de sus hijos.
Leer más: http://www.lavanguardia.com/lacontra/20110909/54213913374/lo-que-pensamos-varia-nuestra-biologia.html#ixzz3pzjDJvCC


Guerras contra as guerras!? 
A "paz" dos cemitérios... 
Vocês não desconfiam de nada?

Inté!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails