O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Silde na fila... Ou "o diamante azul".


Sildenafila
Fármaco
Citrato de sildenafila é um fármaco que é vendido sob os nomes de Viagra e Revatio. No caso do viagra, tem a apresentação de um diamante na cor azul niágara. Wikipédia
Número CAS: 171599-83-0 
Massa molar: 474,6 g/mol


Os amigos são ótimos fornecedores de reflexões...

Um amigo, não é o da foto ao lado, hoje cedo, fez uma propaganda entusiasmada do viagra genérico. Cinco reais com dois comprimidos. Disse que usa com sucesso. Nunca usei. 

Azul Niágara me fez pensar em cascata...

A gente nunca sabe. Deixa o Silde na fila. Vai que nem vou precisar dele? Não tô sentindo falta. Tô mais para espíritos do que para corpos. De qualquer modo pedi a bula para entender o causo. Li o causo tudo. Conclusão; somos cobaias de nós mesmos. Cobaias da nossa própria arrogante estúpida  desgraça.

Os caras são "perfeitíssimos". Montaram esta máquina de sempre ganhar (muuuuuiiitttoo) dinheiro com este solerte programa vivermos errado, comermos errado, adorarmos os erros, ficarmos doentes, usarmos os remédios dos remédios dos remédios (experimentações em cobaias, humanas) e irmos morrendo antes da hora combinada enquanto os enriquecemos. 

Não importa o gênero ou a faixa etária que exploram, ganham sempre, em todas.

Olhem bem prÔcêSvÊrem! Sempre que pudermos, façamos um esforço, leiamos as bulas. Devoram-nos. Eles não tem pena de ninguém. Nem deles mesmos; devoram-se.  

As bulas são as bíblias dos experimentadores.

Terrorismo e GENOCÍDIO. Terroristas nazi sionistas tomaram o poder neste (i)mundo. São Aliens. Inumanos. Antropofágicos. Somos ratos de laboratório. Criados para isso mesmo. Pagamos para ser. Eles nos pegam pelos culhões e pelos ovários e nos abusam e nos devoram.

Eles não (nos) garantem nada, avisam (se garantem) sobre todas as reações correlatas possíveis e impossíveis. Leiamos as bulas! Depois não vai adiantar reclamar. Quem não tem coração em dia que não se habilite "aos experimentos". Pode tudo sair pela culatra. E o cara bater o 21 ou ficar na cadeira de rodas na melhor hipótese de um fatal "acidente".

Tudo por "amor". 


O ebola é mais uma farsa, como todas as outras... Casa grande e senzala. Sempre. Pra lá de muito antes dos faraós e césares romanos. 

Criam e recriam "o problema" (milenar) = ignorância + alimentação errada + hábitos anti-higiênicos, (não há vacina contra a estupidez, e "o muito prático" do lixo alimentar e espiritual é a armadilha). Higiene vem de HÍGIA que significa SAÚDE. Pagamos aos planos de doenças para que nos matem lentamente. Pensou isso? Açúcar com tudo e tudo com açúcar. Não existe bala perdida. Pensa bem! 

Eles experimentam em nós, as unidades prisionais, os usuários, os "medicamentos" que nos vendem a peso de ouro para doenças e problemas que eles mesmos nos criaram. Somos experimentos.

Leiam as bulas e verão que os remédios são experimentados em nós mesmos. Os que pagamos (caro) enquanto "doamos" nossos corpos como ignorantes cobaias.

Coisas do tipo "Crianças Esperanças" financiam(os) garantindo as novas cobaias. Tudo está pré-dominado, digo; controlado, medido e pesado. Pré e pós pago... Não existe acaso. Banqueiro, "por amor", não bate prego sem estopa. Alguém tem que sustentar e fornecer os ratinhos eleitores...

Medicar significa trazer para o meio.

Então adoecemos... Lenta, segura e gradualmente. Nada é por acaso. Como em uma das (nossas muitas) fajutas "aberturas" tipo "NOVO""change", "yes we can", "ame-o ou deixe-o". Afinal o brasil é ou não é "de todos"?

O pessoal da idade do vô pro viagra sabe muito bem da história que estou falando. Vamos desencarnar ouvindo este 171 blá blá blá infinito, agora requentado em "práticos" micro ondas... 

O ressonante e compartilhado tempo carcereiro controla/dor é quem nos atropela e mata. Escravidão é tudo isso.

Como disse o poeta gênio Mário Quinta: - " Vivemos a temer o futuro, mas, é o passado que nos atropela e mata." 

Eu não pago. 
Daí minha sina faxinante... 
Pra lá de alhures e muito antes dos faraós e césares romanos.

Consciência. O Universo é Infinito e está em Expansão.

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. 
Prefiro auto-hemoterapia. Taí uma coisa realmente prática. 

Inté a próxima. 
Sou grato. 
Ajudem alguém mais, compartilhemos essas meditações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails