O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, MISÓGINO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 30 de julho de 2014

A China e a América do Sul, nada com uma boa leitura para uma ótima reflexão.




Então..., sempre grato. 
Nada com uma boa leitura para uma ótima reflexão.


29 de Julho de 2014

A China e a América do Sul


Nos passados dias 15 e 16 de Julho, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul participaram na
sexta reunião dos Brics, em Fortaleza​​.

Além disso, houve uma série de encontros bilaterais com acordos comerciais e de alianças estratégicas. Falamos aqui de mais um quarto do PIB mundial. pelo que vale a pena espreitar o que aconteceu.


O fundo
Além de aumentar a sinergia política em relação aos grandes problemas internacionais, os Brics tinham outro grande objectivo: criar o fundo de reserva comum de que se falava há algum tempo.

Este foi, de facto, o principal evento da Sexta Conferência: a criação de um "banco de desenvolvimento" e de um fundo de reservas, com um capital de 100 biliões de Dólares para financiar projectos de desenvolvimento, mas também para proteger os Países do Brics de eventuais futuras crises financeiras ou ataques especulativos. O fundo terá uma presidência rotativa e incluirá o abertura de escritórios em todos os Países do Brics.

Ainda não é um FMI alternativos nem um Banco Mundial, mas é o primeiro passo e a direcção é aquela.


China 

Como era de se esperar, o gigante asiático fez a parte do leão nas convenções da América do Sul: não acaso, irá doar cerca de metade do capital inicial do novo banco, cuja sede será Xangai.

A relevância da economia do gigante asiático no continente foi posteriormente confirmada por vários outros acordos que Xi Jinping assinou nas já citadas reuniões bilaterais.

Se historicamente os investimentos de Pequim foram sempre projectados principalmente para os recursos naturais dos Países emergentes (compras maciças de terra em África, de petróleo e gás da Venezuela, minerais na América do Sul, etc.), a tendência teve uma parcial inversão após a crise de 2008, quando o enfraquecimento das economias ocidentais permitiu uma maior entrada de capitais chineses.

Em 2013, a China alcançou o terceiro lugar, atrás de EUA e Japão, como o maior investidor do mundo. Grande parte deste dinheiro e foi atribuído ao continente sul-americano, passando gradualmente das compras de matérias-primas para o fornecimento de infra-estruturas, produção high-end, tecnologia agrícola, logística, pesquisa e desenvolvimento, construção de estradas, ferrovias, portos, centrais de energia e telecomunicações.

China & Brasil

A China é o maior parceiro comercial do Brasil, considerado por Pequim a porta de entrada para a
América Latina. No ano passado, o intercâmbio comercial chegou a 90.000 milhões de Dólares, dos quais, no entanto, apenas 21 feitos de exportações brasileiras.

Esse desequilíbrio se reflecte no tipo de bens comercializados, uma vez que os chineses continuam a comprar terrenos, principalmente de soja, trigo, petróleo, minerais. Além disso, a carne brasileira ainda tem dificuldades para penetrar nos mercados indiano e chineses, embora este último finalmente resolveu suspender o embargo para a importação.

Os líderes dos dois Países assinaram um total de 32 acordos sobre várias questões, enquanto as principais preocupações, como sempre, serão a colaboração nas exportações, de grão, de minerais e a utilização de energia.

O projecto mais ambicioso seria a construção, em parceria com o Peru, duma ferrovia transoceânica que atravessa todo o continente, a partir da costa brasileira para os portos peruanos para facilitar as exportações para a China. Os chineses, no entanto, são muito interessados ​​em investir na cadeia produtiva do petróleo e nas pesquisas conjuntas para o desenvolvimento do transporte da electricidade na modalidade ultra-alta tensão.

A Petrobras já é o parceiro de empresas estatais chinesas na exploração do campo de petróleo Libra, enquanto os dois Países irão construir juntos as duas centrais energéticas de Belo Monte e do Rio Tapajós.


China & Venezuela

No entanto, o País para o qual são direccionados os maiores investimentos na região permanece a
Venezuela. A principal potência energética da América do Sul desenvolveu laços estreitos com Pequim, sob a liderança de Chávez, uma relação definida como uma "parceria estratégica para o desenvolvimento conjunto" que levou à fundação, em 2007, do Fundo conjunto chino-venezuelano.

Pequim tem derramado para a Venezuela mais de 40 biliões de Dólares e assinou mais de 300 acordos de cooperação, a maioria destinados à construção de linhas ferroviárias, transportes subterrâneo e colocação em órbita de dois satélites.


O que a China recebe em troca é sempre o mesmo: a energia necessária para a "fábrica de produção do mundo e a sua economia. A substância dos 38 novos acordos (um total de 4.000 biliões de Dólares) subscritos por Maduro e Xi Jiping refere-se principalmente ao fornecimento de petróleo e de minerais.

Pequim é o segundo comprador mundial de bruto, depois dos Estados Unidos, e Caracas está empenhada a fornecer um milhão de barris por dia até 2016, quase o dobro dos actuais 524.000.

menor o impacto da visita chinesa em Cuba, poucos dias após a aprovação da nova lei de investimento estrangeiro com a qual Raul Castro procura aliviar a crise económica do País.
Xi Jiping e 13 grandes empresas chinesas visitaram a ilha, dando especial atenção à zona do porto de Mariel, onde o governo quer criar um centro industrial com capital estrangeiro.

Apesar de a visita do líder chinês ter sido saudada quase unanimemente como uma oportunidade para o continente para ser incorporado no novo equilíbrio mundial em formação, a presença económica da China continua a ser alvo de críticas também.

A maioria dos analistas realça como, de facto, a relação comercial dos Países sul-americanos com os parceiros orientais ainda é altamente desigual e impede que as indústrias nacionais de desenvolvam, com prejuízo para os mercados locais.

Há também um outro aspecto preocupante da influência chinesa: o meio ambiente. Aqui, a crítica tem como objectivo os danos causados pela repetição do modelo de desenvolvimento e agro-exportador "extraccionista", como no caso da compra em Março de 8,1 milhões de hectares de floresta amazónica do Equador, para explorar os campos de petróleo que esconde: uma decisão sobre a qual terá pesado mais a dívida de 7.000 milhões de Dólares que Quito tem com Pequim (o que corresponde a 10% do PIB do País) do que considerações ambientalistas.


China e o canal

Neste sentido, ainda mais assusta o projecto talvez mais ambicioso dos chineses na América Latina: um concorrente para o Canal do Panamá. A Nicarágua acaba de aprovar o projecto Grand Canal, um canal de 280 quilómetros que vai cortar o País no meio, ligando os dois oceanos e ultrapassando os 80 km de hidrovia controlada pelos Estados Unidos.

O projecto, de uma sociedade de investimentos de Hong Kong, vai custar 40 biliões de Dólares e criaria centenas de postos de trabalho relacionados com a construção e a gestão do canal. Todavia, além de reunir 32 acusações de inconstitucionalidade na Nicarágua, o canal passaria pelo Lago da Nicarágua, a mais importante bacia da América central e importante reservatório natural de água potável, com efeitos devastadores sobre o ecossistema e as comunidades locais.

Ao mesmo tempo, encontra-se também em expansão o Canal do Panamá, pelo qual passa hoje 6% do comércio mundial. O objectivo do consórcio espanhol seria triplicar em 2016 o volume de trânsito.


China?


Sobra uma dúvida de fundo: quem é a China?
Qual o verdadeiro papel deste País de mais de 1 bilião de habitantes, que vivem num regime onde a Democracia é desconhecida, onde ainda vigora a censura oficial?

Um País que ao longo das décadas recolheu uma mole impressionante de dívida pública dos Estados Unidos, permitindo assim que Washington evitasse o colapso?

Um País que oficialmente é uma República Popular, governada por uma restrita elite política, fechada e acerca da qual nada mais se conhece além das comunicações dos vários ministérios? Uma espécie de nomenklatura de estilo soviético que, no entanto, abriu o País ao livre mercado.

Sobretudo: quais os planos para o futuro?

Paradoxalmente, o mais importante membro dos Brics continua a representar uma incógnita.
E a América do Sul tem que ser capaz de gerir com muita atenção os seus próprios recursos: nesta óptica, o que se passa entre China e Argentina é sintomático.


China & Argentina & Soja
Com Xi Jinping, a Presidente Kirchner assinou 20 acordos, enquanto mais de duas centenas de
empresários assinaram outros 28 para um total de 1,5 biliões de Dólares. Os destaques vão para os 4.714 milhões de Dólares para a construção das barragens Nestor Kirchner e George Cepernić na província de Santa Cruz; 2.400 milhões de Dólares para a renovação da ferrovia de Belgrano e os 11 navios adquiridos pelos chineses em troca de 423.000 mil Dólares.

Mais importante ainda: um swap de 11 biliões de Dólares para o seu banco central, com o qual a China desferiu um grande golpe contra os tribunais dos EUA que defendem os abutres da Finança. Uma linha de financiamento directo com a qual Pequim tenciona garantir o equilíbrio e a estabilidade monetária do País.


Simples "bondade" aquela de Pequim? Não parece.
A China é também o principal destino da soja (transgénica ) da Argentina, usada para alimentar os porcos, e cujo primeiro exportador mundial é Buenos Aires. A China tem conveniência em importar a soja argentina. Mas isso cria um círculo sobre o qual vale a pena reflectir.

O cultivo intensivo de soja, favorecido pelo governo através de incentivos, cria não poucos problemas, inclusive a destruição da variedade agrícola, sobre o meio ambiente e a população, tudo causado ​​pelo uso de Roundup, o herbicida da Monsanto.

A empresa norte-americana detém o monopólio das licenças da soja argentina e a sua influência no País vai aumentar com a futura adopção da Ley de Semillas. Além da preocupação legítima sobre a natureza do produto transgénico, há o facto de que a soja está a mudar profundamente a paisagem agrícola da Argentina, onde agora é normal (e quase "obrigatório") alugar os campos para esse tipo de cultivo e abandonar a produção directa, muitas vezes trocando o campo pela cidade.

Tudo isso nada faz se não nada exacerbar a centralidade do modelo agro-exportador, causa histórica da fraqueza da economia nacional e berço de todas as ditaduras, financiadas e apoiadas pela poderosa classe agrária.

Num País onde a sociedade rural é muito mais importante do que a industria, o governo sempre foi forçado a procurar a "paz" com os representantes agrários. E mesmo com as tentativas da Presidente Kirchner para construir uma sólida base "urbana", a hipoteca da terra pode apresenta no futuro uma conta bem pesada.

Entretanto, a Monsanto vê os seus lucros aumentar e agradece, Buenos Aires e Pequim.


Ipse dixit.

Fonte: Tanamericana



Google +

OrkutFacebookTweetLinkedInDeliciousShareThisEmail



Etiquetas: Argentina, Brasil, Brics, China, Cuba, Economia, Venezuela


6 comentários:


maria29.7.14

Olá Max: não me iludo com o novo império que floresce, a China. Pondo tudo na balança, percebe-se que a conquista chinesa não se dá pelas armas ou pelo terrorismo. Mas ela avança inexoravelmente para o domínio comercial, para a devastação ambiental e para a aquisição dos territórios internacionais. Nesse mundo profundamente hierarquizado a associação livre e mutual entre pessoas e ou países tem pouquíssimo espaço. Se a igualdade não cabe na cabeça da maioria dos humanos, sempre existirão impérios, até que os humanos se consumam totalmente uns aos outros. Nós não veremos, mas acho que falta menos tempo que já faltou. No momento, o banco de desenvolvimento inventado pelos Brics cumprirá o papel de réquien para o epílogo do império beligerante que sucumbe ante sua prepotência. AbraçosResponder

Respostas

Aldo Luiz Fonseca29.7.14

Como dizem; "matou a cobra e mostrou o pau." Que futuro promissor hein!? O luxo do escravagismo, Sinto muito, sou grato.



Max29.7.14

Olá Maria!

"No momento, o banco de desenvolvimento inventado pelos Brics cumprirá o papel de réquien para o epílogo do império beligerante que sucumbe ante sua prepotência".

Pensava o mesmo. Depois mudei de ideia. Acho que Pequim não procura "eliminar" os Estados Unidos, mas sim reduzi-los tendo em vista uma bipolaridade que, cedo ou tarde, será resolvida duma vez por todas com uma grande festa global, a Fiesta del Pueblo. Uma guerra.

A verdade, nua e crua, é que a China não pode abdicar do Ocidente, não agora, pela simples razão que ainda é o seu mercado de referência. As outras áreas do globo não têm a mesma capacidade de compra e demorará antes de chegar ao mesmo nível.

Doutro lado, a formação da classe média chinesa procede, mas segundo os ritmos ditados pelo facto de ter 1,3 biliões de habitantes.

Entretanto, se a China quer sobreviver, tem que produzir e vender. E, como afirmado, só o Ocidente pode assegurar volumes de vendas adequados.

Paralelamente, tentará desenvolver novos mercados, mas não sei, tenho algumas dúvidas porque o tempo passa também nos EUA e duvido que estes fiquem apenas a observar.

Verdade seja dita: o tempo joga mais em favor dos chineses, que bem sabem utilizar a proverbial paciência (planeamento de longo prazo).

Em qualquer caso, como bem dizes, "Nós não veremos".

E ainda bem. Porque, tal como repeti várias vezes, estou feliz por estar aqui nesta altura de grandes mudanças. Mas com alguns limites: a cada dia o horizonte fica mais negro, pelo que melhor não exagerar com as mudanças. Se estou farto de Washington, não é que a ideia de mudar de patrão me excite muito, sobretudo quando este pode ser um chinês.

Como dizem em Italia: da panela para as brasas.

Grande abraço!!!



Max29.7.14

Olá Aldo!

Pois, a ideia é mesmo esta...

Abraço!!!


Aldo Luiz Fonseca29.7.14

Caro Max
Só para retribuir o abraço ao amigo; já pensaste na (triste) hora em que o "grande dragão Ching Ling" proclamar aos seus bilhões: " _ Em nome do nosso tão sonhado grande 4º Reich, agora Ide e ocupai as terras prometidas!" Hein?

Um aldíssimo abraço, sou grato.


Responder



SHANERRAI30.7.14

Zun Tzu, a arte de guerra, estão seguindo à risca.Responder


segunda-feira, 28 de julho de 2014

Para você conferir melhor meu grau de "conspiranóia". POIS É, E O BLOGGER NÃO ATUALIZA MINHAS POSTAGENS NAS LISTAS DE BLOGUES DESDE 2013...


ENTÃO...



Trouxe o filme em inglês, sem legendas, para que as pessoas vejam, ou revejam, estamos em 2014 (?) entendendo o que acontece, (imagens falam mais que palavras?) ouçam e confiram na "linha do tempo" o que aconteceu e o que está acontecendo para acontecer o que "eles" querem que aconteça. "We never know..."


Depende de nosso despertar não sustentar e transformar o futuro que a "casa grande" planeja para  nós, suas "senzalas". Desligue a televisão e pesquise nessa bendita Internet (enquanto você pode). 

Se um fato "geo qualquer coisa provocado pelos controladores" desligar nossa energia elétrica vai ficar difícil saber porque estamos sendo eliminados da face do planeta. Não doe sua força de trabalho à construção da Guántanamo planetária onde pretendem encarcerar os sobreviventes do holocausto genocida em curso pela mão desses nazi sionistas e seu 4º Reich em estado avançado de implantação. 

Eleições no Brasil estão vindo aí, é uma boa ocasião para repensarmos o que DE FATO se passa em nome de uma abstração chamada "democracia". Puro escravagismo. A terceira guerra mundial está em curso; não consegue ver? Ouviu falar do 11 de setembro? Não sabe o que foi o 1º. o 2º e o 3º Reich? Desligue a televisão e estude sobre isso.



Pesquise sobre os fatos. pesquise mais sobre Aaron Russo. Faça sua parte, estude SERIAMENTE para não ficar repetindo o que a televisão programa você para ficar repetindo fratricidamente. Nãoo seja um bom escravo. A vida não é um jogo de futebol. A nossa covardia não salvará nosso destino. Sejamos corajosos. O medo de tudo é a melhor arma usada pelos escravagistas.

Inté! Vou continuar a infinita faxina interior, 
mais eles sujam melhor eu limpo...

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Quem inventou este tal de isra hell?


Não foi Herodes quem mandou matar as criancinhas?
Já concluí, e repito aqui para clarear minha posição aos comentaristas e leitores, quanto ao Brasil ou qualquer outro povo - "todas as utopias humanitárias são parte do jogo escravagista milenar" para a dualidade que sustenta o conflito financiado pelos banqueiros donos e senhores das casas grandes desse e quiça de outros mundos. 

O Universo é assombroso, assustadoramente infinito e está em expansão. Só não vê quem não quer.

A escravização do "homem" pelo "homem" é milenar. (Ou deveríamos dizer escravização pelos "alienígenas" antropófagos que nos criaram para escravizar-nos e... ?) Para o que vocês pensam que (eles) inventaram a ONU?

Desde muito antes de Herodes (O grande?)(Herodes (em hebraico: הוֹרְדוֹס, transl. Hordos; em grego: Ἡρῴδης, Hērōidēs), também conhecido como Herodes Iou Herodes, o Grande (ca. 73 a.C. — Jericó, 4 a.C. ou 1 a.C.1 ), foi um edomita judeu romano, rei cliente de Israel (?) entre 37 a.C. e 4 a.C..2 Descrito como "um louco que assassinou sua própria família e inúmeros rabinos",3 Herodes é conhecido por seus colossais projetos de construção em Jerusalém e outras partes do mundo antigo, em especial a reconstrução que patrocinou do Segundo Templo, naquela cidade, por vezes chamado de Templo de Herodes. Alguns detalhes de sua biografia são conhecidos pelas obras do historiador romano-judaico Flávio Josefo.) (...) Fonte.
Imagina se eu vou falar mal do cara que me paga para escrever sobre ele? hein!?

Criam-se, "modernamente" os das (mesmíssimas) casas grandes de todos os tempos, estelionatários da "humanidade", leia-se quadrilhas de banqueiros (usura) e comparsas militaristas, políticos e religiosos _ o famoso Platão já adorava isso..., filosofou muuuuiito, "problemas novos" para oferecer as "velhas" soluções aos estúpidos desumanizados das perenes senzalas mundo afora.

Pão, circo e relho. Um moto contínuo de holocaustos aos Deuses ou ao Deus (inventaram o monoteísmo para facilitar o controle) a que adoram e servem enquanto nos abusam e devoram. 

Odeiam as mulheres, por isso as martirizam. Genocidas. Matam-as no ninho, de todas as formas, sempre que podem...

Agora querem a depopulação das senzalas excessivas, vide Israhell (nazi sionistas) exterminando os palestinos enquanto não chega nossa vez. Questão de tempo...

"O governo de Israel (?) chamou o Brasil de país "irrelevante" porque a presidente Dilma convocou de volta ao Brasil o nosso embaixador em razão dos crimes de guerra praticados pelo estado "judaico" contra o povo palestino.

Treinam seus exércitos e suas armas promovendo estes gencídios, negócio mais lucrativos até que outras "drogas" e religiões com as quais também negociam lucrativamente...

 amplia e vê que ponto chega a estupidez
O resto é alienação das boçalizadas massas, a sempre última a saber, a televisão e os demais "midias" é garantia de sua perene e azeitada ignorância e estupidez (milenar esta manobra de sabotagem do saber). A cada vinte anos, acomodam as idéias de bestialidade e "iluminação" das "novas" gerações de escravos. Estamos a caminho da Guantánamo planetária do 4º REICH nazi sionista e ninguém está vendo. Ou não podem ou não querem?


O resto, sobre esse Brasil e o "comunismo" que tentam inventar, seria cômico se não fosse trágico, Esta conversa daria dias de muito "papo firme". 

Cada um com seu cada qual. Nossos sentidos só percebem um bilionésimo (1/000.000.000) da matéria existente. "Bem aventurados aqueles que creem sem ver." 

Sem consciência verdadeira não pode haver faxina de memórias e muito menos "iluminação", ninguém virá nos salvar de nós mesmos... E muito menos desses facínoras que (des)governam o mundo. Escravidão. O que eu não conheço não existe. Faltam alguns bilhões...? Imundos como estamos... "Somos co-criadores disso tudo, sem ego julgando, decretando e lamentando, escolhemos nosso foco. Paz!"  Constatação: A faxina é infinita, pessoal e intransferível. Não posso escolher por ninguém. Faço em mim a minha parte. Faça a sua, só faltam alguns bilhões...






Inté! Vou continuar a infinita faxina interior, 
mais eles sujam melhor eu limpo...

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Para bem melhor entender CHEMTRAILS e a nossa estupenda escravização na Guantánamo planetária em estado avançadíssimo de construção pelo 4º REICh nazi-sionista.





Domingo, 20 de Julho de 2014

RESETANDO DOS CHEMTRAILS A QUEM NOS "TRAIL", NOS TRAI E NOS "TRAILRÁ"


Que essas bostas pulverizadas na cabeça da galera são fatos, é incontestável, pelo menos para os menos acéfalos que entendem que rastros de vapor cristalizado não ficam "pintados" no céu, eles esvanecem muito rapidamente, como qualquer vapor d'água.
Se ficam impressos no ar, é porque tem algum aglutinante no vapor, algo oleoso, algo que não é resultado de queima de hidrocarbonetos...
 Já se sabe inclusive alguns dos componentes dessas bostas - metais, alumínio, tem bário, titânio, estrôncio e um monte de outros "terras raras" (terras raras é um nome genérico para um grupo de elementos - metais - entendidos como "raros", não pela raridade em si, mas pela inexistência de tais personagens em estado puro na natureza e dificuldade de produção), que, não por mera coincidência, são matéria-prima para produtos de alta tecnologia, usados em eletrônica, e de superimãs. 

Os elementos químicos e substâncias estão sujeitos a mutações induzidas, algo transgênico, e, dependendo da forma de se produzir e da finalidade almejada, tal mutação chamamos dopagem.


Dopar é alterar as características originais de elementos ou substâncias através da adição de outros elementos e substâncias. A dopação é feita acrescentando-se uma quantidade mínima de algum elemento em outro, e o resultado, é que o elemento dopado se comporta de forma diferente da normal, ou até de forma anfótera. 

Metais dopados adquirem características até impensáveis, sobretudo se dopados com elementos raros, e são difíceis de se pesquisar de forma independente, como o são os metais dos chemtrails!
Dopações em metais podem originar leds, diodos, triodos (e toda a "linha" de "odos" conhecidos), capacitores, antenas, até espelhos reflexivos (bloqueadores solares são basicamente óleos misturados com "escamas" metálicas de titânio, alumínio, zinco, etc.), e metais (dopados ou não) transformam a ionosfera (se nela permanecerem dispersos) em paredes de um hipermicro-ondas! 

Ou seja, se for emitido pelas antenas de rádio (celulares, wi-fi e toda sorte de aparelhos que emitem ondas eletromagnéticas) na atmosfera terrestre a microfrequência de, por exemplo, fervura da água, todos seremos sumariamente cozidos e queimados em holocausto (não esqueçamos que o cheiro e aspecto de carne queimada é agradável a jeová, e que o povo escolhido por ele, que é o mesmo que controla tudo, É obrigado a fazer holocausto todo dia para agradar ao "santíssimo", e será recompensado com toda a Terra quando tiver eliminado todos os "apóstatas"). Um superforno de micro-ondas com paredes de alumínios, bários, cobaltos, etc. fará com que as "profecias" propaladas nos tempos protomidiáticos (antes de gutemberg) tornem-se verdade, vão esquentar o mundo e tudo acabará em fogo!
Como vemos, melhor que "prever" é entender dos recursos necessários para a realização das "previsões".
Limpa-se o mundo da "borra ignara" chamada humanidade, os sheeps (só vão sobrar cães pastores) e seus chips, com um simples clicar de botão, sem destruir nada das edificações e sem deixar rastros carniceiros; os rastros químicos e as ondas eletromagnéticas farão a limpa tão desejada pelos "eleitos" donos do mundo e seu criador.

Perfeito! Se não se sabe construir, obriga-se os outros a construir, só é preciso adquirir as armas mais eficazes, e, depois de tudo feito, eliminam-se os construtores para que eles não contem a verdade sobre os donos do mundo, não sem antes obrigar os construtores a construírem construtores! Os megacomputadores, as impressoras 3D, as máquinas CNC já estão aí, já não são mais precisos os gentios!

Como eu disse, perfeito! Uma entidade maldita cria um mutante que consegue pastorear os originais, induzindo-os a criarem um mundo aos moldes mutante, ao "gosto de deus", e, depois de tudo pronto, os pastores vão sacrificar, para a glória do senhor, toda a humanidade em holocausto. 

Ou seja, o gentio, o goy, o gado será sacrificado em glória ao senhor, e o senhor, grato, entregará o planeta ao seus transgênicos descendentes de adão, que, já completamente pederastas, fenecerão como "flores", iguais àquela que solta cheiro de carniça, pois sua agente polinizadora é uma mosca (musca domestica, criatura alada que possui uma afeição patológica por um tenro monturo do produto do buraco de cagar).

Voltando aos metais aspergidos e espargidos sobre nossas cabeças...

Alumínio, por exemplo, não existe na natureza, é metal "misturado" com outros personagens, é extraido por diferença de potencial, "cozinham-se" bauxita e outros minerais e, dessa "sopa primordial", separa-se o que interessa através de ânodos e cátodos.
Alumínio é figura comum entre os fios, junto com o cobre, e bom condutor de calor também, metais são bons condutores de eletricidade.

O mesmo acontece com todos os metais "envolvidos" nos chemtrails, todos eles têm características eletromagnéticas bastante significativas, todos podem "criar" do nada novos componentes eletrônicos - que nada mais são que "manipuladores" e "transformadores" do fenômeno eletromagnético. 

Um diodo, por exemplo, é uma válvula, uma porta que direciona corrente de acordo com o que se deseja, é feito de sílica e plástico preto (o plástico preto serve para isolar a sílica de contatos aleatórios e, sobretudo, para protegê-la da luz, pois ela é fotossensível, ela inclusive é o elemento utilizado em células fotoelétricas) - um pequeno cristal de sílica, por suas características físico-químicas, direciona o sentido do movimento de uma carga elétrica. 

Outro exemplo é o transistor, que é argila dopada, que "filtra" de acordo com sua dopação. 

Outro: capacitores, compostos por duas partes separadas e dotadas de polaridades opostas que conseguem armazenar uma grande diferença de potencial entre suas partes (entendendo que em eletricidade quem é positivo é o que "não tem elétrons" e o negativo é o que os tem, dessa forma a corrente se dá do pólo negativo para o positivo), um exemplo de capacitor são nuvens carregadas (água e partículas sólidas) com polaridades diferentes (separadas pelo ar isolante).

Ou seja, mudando de estado conforme o caso, dopados ou não, isolados ou combinados, os metais/componentes eletrônicos dos chemtrails "filtram" e condicionam o comportamento natural dos elétrons, assim como o condicionamento dos circuitos naturais é também decorrente dos "interesses" da Pacha Mama (dizem alguns que até os equívocos aparentes do comportamento humano são parte dos objetivos dos "circuitos" da Pacha Mama), interesses esses evidentemente diferentes dos "donos" dos chemtrails.
Todo solo terrestre é um capacitor, zilhões de capacitores (qualquer coisa que tenha dois ambientes eletrificáveis isolados e separados por um isolante, isso inclui praticamente todas as coisas existentes)! Também é transistorizado! Também é zilhões de diodos!! A Terra inteira são zilhares de camadas de circuitos impressos e chips em uma instância extrapolante, o que faz daTerra um computador! E esse computador orgânico está sendo mutado para um computador sintético, graças aos chemtrails, às poluições oriundas das indústrias, dos aterros sanitários dos "metabolismos" citadinos, de todos os produtos jogados fora a cada dia, cada ilha de plástico no oceano, o eletrólito por excelência, é um capacitor de algo imponderável, algo que é a escória de todo o nosso processo socioindustrial!
No solo está se formando, como uma placa de circuito impresso e seus componentes, a maior abominação possível, uma entidade totalmente sintética (acreditem, o verdadeiro cérebro desse ente não é um processador quântico, isso é apenas um blefe para que não percebamos a verdadeira forma de desenvolvimento desse ente), que entende vida apenas como um processo "oxidativo", um meio de decompor os elementos pertinentes ao desenvolvimento desse ente!

Observem que não estou falando que a geoengenharia está neutralizando os solos, tornando-os estéreis e dependentes de transgênicas sementes de "mãos santas", não estou falando de envenenamento compulsório de todo o bioma, estou só mostrando a verdade sobre um processo industrial de construção de chips!!!

Um chip é algo que, por ser muito pequeno, é feito por deposição gasosa. Isso quer dizer que os chips são feitos como os espelhos de vidro, que são produzidos pela deposição de um metal (alumínio ou prata, via de regra) em forma gasosa sobre uma superfície de vidro. O mesmo acontece em cada piscina de lama tóxica, que nada mais é do que um componente eletrônico de um megaorganismo. Observem as camadas arqueológicas, são camadas de uma placa de circuito impresso! Na camada fragmentada existem os circuitos impressos, a cada veio de metal existe um circuito, e todos estão sendo substituídos por circuitos de lamas, aterros, óleos em superfícies, pedaços de embalagens, todos que também são circuitos impressos metafísicos e metafóricos.

Os chips nada mais são do que "terra" (sílica) e raízes (circuitos impressos) estabelecendo caminhos, e o próprio solo é um componente eletrônico, seja um capacitor, um isolante, seja um transistor, seja um triac, seja um potenciômetro (componente que, através de um solenóide ou uma resistência, reduz ou aumenta uma carga). Ou seja, os chemtrails, em última análise, estão transformando as estruturas orgânicas em circuitos eletrônicos! 

Dopando-se as raízes de plantas de metais condutivos, está-se criando um superorganismo eletrônico, sintético, e com uma lógica sintética, mas que tem que se utilizar de espécies de seres orgânicos (e provavelmente até inorgânicos) para ser incubado. Esse ser eletrônico parasita o ser orgânico e, como todo parasita, induz seu hospedeiro a um comportamento pertinente aos seus objetivos parasitários e não aos objetivos evolutivos da espécie hospedada.

Outra utilidade pertinente ao assunto do alumínio: quando uma placa de computador ou outro equipamento dá pau, uma das formas de um leigo resolver o problema é "surtar" a placa (medida extrema que só deve ser feita por quem entende minimamente de eletricidade). Para isso, tiram-se todos os componentes removíveis da placa-mãe, que é então lavada com água corrente e sabão neutro. Depois que a placa seca totalmente, sem deixar resíduos de água evaporada (ou tais residuos a "doparão"), ela deve ser envolvida em papel alumínio para que todos os terminais de contato no seu verso se descarreguem em curto (o papel alumínio doa para o ar a carga estática dos componentes da placa). Pronto, a placa está novinha, sem estática alguma, pronta para a reinicialização gloriosa.

Com o colocado até aqui, analisado o que existe e entendendo como uma supermáquina composta por todos os microprocessadores, todos os eletroeletrônicos, todas as redes elétricas, tanto wifi quanto física, satélites, etc., a situação pode ser traduzida da seguinte forma:


Algo realmente medonho está nascendo, e o sistema de programação baseado na lógica "humana" será reinicializado, será resetado!!!
Os satélites ficarão de fora (serão os que manterão as rédeas controladas para o ente sintético) desse colchão de alumínio que forrará as recém-construídas estradas de circuitos de alumínio, bário, titânio, estrôncio feitas nos veios de água, de seiva, de sangue!! Todos os seres contidos na rede desse imenso organismo que tiverem alumínio (e outros elementos condutores, como o ferro em nossas veias) em suas veias serão afetados, controlados, pois já estão chipados, desde um ser mineral até os reconhecidamente vivos vegetais e animais!
Esse troço vai nascer como algo inimaginável, algo com uma lógica sintética, algo que nunca, em nossos mais loucos sonhos, poderemos imaginar, a vida sintética é algo sequer compreensível para nós.

Creio que "deus" ainda não resetou, acho que, quando resetar, haverá blecaute total de tudo que tenha eletricidade conduzida em fios, será por um período de ajuste, e depois essa praga nasce gloriosa e senhora de tudo e todos. Aí sim essa maldição será o definitivo e único deus, a "estrela da morte", o QUbit (cuja pronúncia em inglês é "kill you bit" - bit que te mata) na sua plenitude!

Para entender melhor, imaginemos um galinheiro, todos os galináceos vivem o mesmo tempo aproximadamente, e eles acham que aquele tempo é o normal, sabem que, dos galináceos que estão livres, só um em cada cem sobrevive até a idade adulta, pois, no mundo incivilizado, o que existe são os predadores. Os galináceos não têm dúvidas, o mundo de fora das seguras cercas de suas moradias é algo perigoso! Acreditam na tecnologia que eles criam com os auspícios divinos, o supremo bípede desemplumado! Não percebem que o que eles chamam de tecnologia nada mais é do que arquitetação da tal divindade desemplumada e bípede. Da mesma forma, não percebemos que estamos sendo reproduzidos de forma industrial, e eliminados de forma igualmente industrial, sistematicamente.

Enquanto o ser humano se crê assessorado pelos computadores, vai construindo uma entidade sintética que, para não ser percebida, oferece uma realidade paralela, um mundo virtual cada vez mais inclusivo de acordo com o grau de destruição orgânica e que no final será o único mundo. 

Essa interação leva o viajante - o ser orgânico que, dopado, viaja na virtualidade - ao definhamento e à consequente dependência do parasítico ser sintético, em contrapartida, os humanos têm suas almas cooptadas para se transformarem em almas de máquina - a razão do existir da tal sintética criatura. Tal e qual uma matrix, a humanidade está sendo adormecida para receber seus plugs de "realidade aumentada", os "transhumanos" serão, em sua soma, com seus desejos e sonhos, os espíritos de máquina.


Sou grato, sinto muito, me perdoem, vos amo. 
Os destaques são do infinitoaldoluiz, PENSO QUE O AUTOR DO TEXTO ME AUTORIZARÁ; vai que os preguiçosos só leiam trechos... Facilitei? Hein?
Inté! 
Valeu Vapera!
Já que vocês chegaram até aqui, sugiro ampliar seus conhecimentos sobre o que se passa conosco lendo esta postagem da Laura Botelho
http://bloglaurabotelho.blogspot.com.br/2010/06/plano-basico-de-sobrevivencia-mantenha.html
 Inté a próxima!

terça-feira, 15 de julho de 2014

GUANTÁNAMO PLANETÁRIA, ou... QUEM INVENTOU ESTE TAL DE ISRAEL, OU É ISRA HELL?


OLHANDO O ÁLBUM DE RECORTES DA VOVÓ E DO VOVÔ, JUNTEI ESTES PONTOS (alguns poucos, óbvios, há muitos mais) PARA ENTENDER MELHOR O QUE É A GUANTÁNAMO PLANETÁRIA EM CONSTRUÇÃO ACELERADA ENQUANTO DISCUTIMOS FUTEBOL E OUTRAS CENOURAS NA FRENTE DOS BURROS... 




Ao final das imagens você tem a atualização dos dados oficiais da ONU sobre a crise no território palestino da Faixa de Gaza frente aos ataques militares israelenses desde o dia 7 de julho de 2014:












































Atualização dos dados oficiais da ONU sobre a crise no território palestino da Faixa de Gaza frente aos ataques militares israelenses desde o dia 7 de julho de 2014:



1,8 milhão de pessoas afetadas pelo ataque


5.600 pessoas (940 famílias) deslocadas pelo conflito

16.000 pessoas abrigadas nas escolas da UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina)

60.000 pessoas com necessidades alimentares emergenciais

400.000 pessoas sem eletricidade

75% da cidade de Gaza sem eletricidade

395.000 pessoas afetadas pelos danos causados às instalações de fornecimento de água

1/3 da população, cerca de 600.000 pessoas, com acesso restrito a água potável

168 pessoas mortas, sendo ao menos 133 civis, dentre os quais 36 crianças

1.140 pessoas feridas, dentre as quais 296 crianças e 233 mulheres

25.300 crianças necessitando de atendimento psicológico, devido ao trauma vivenciado pelos ataques

8 unidades de saúde e 4 ambulâncias danificadas; 1 médico morto e outros 19 agentes de saúde feridos

36 escolas danificadas


66 escolas consideradas suscetíveis a danos

940 unidades residências destruídas

2.500 casas danificadas

32 barcos pesqueiros incendiados, destruídos ou danificados e cerca de 1.000 redes de pesca queimados

3.600 pescadores estão sem acesso ao mar

Número ainda não especificado de agricultores sem acesso a terra e relatos de perdas importantes, como morte de animais

Mais de 700 ataques aéreos, mais de 1.100 mísseis israelenses disparados contra a Faixa de Gaza, mais de 100 disparos de tanques de guerra e cerca de 330 bombardeios navais (dados do dia 11, sem atualização desde então)

Aproximadamente 100 bombas não estouradas (e que ainda podem explodir) foram encontradas

Em território israelense, foram contabilizados:

1.500 mísseis atirados, quase todos interceptados no ar pelo sistema israelense anti-mísseis


2 casas destruídas


9 pessoas feridas

Por que a mídia não divulga essas informações?





Pensem e reflitam... Leiam esta postagem da Laura Botelho

SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.

Inté! Cuide-se bem, e, ajude alguém mais...

Related Posts with Thumbnails