O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Exígua auto biografia precoce não autorizada.



Por que do título?

Primeiro umas citações... Elas vieram daqui...

"Querida Fada,
Ao ser indagado pelo oráculo de Delfos sobre o que Sócrates sabia, ele respondeu: "sei que não sei". Por essa declaração, Sócrates foi considerado o mais sábio dos homens. Sócrates meditou bastante tempo, buscando o significado das palavras da Pitonisa. Concluiu afinal, que sua sabedoria só poderia ser aquela de saber que nada sabia, essa consciência da ignorância sobre coisas e que só poderia ser o sinal e começo da autoconsciência. Em seu oposto, a certeza seria a principal característica do ignorante, o qual, em função de seu pouco conhecimento, costuma criticar e contestar tudo aquilo que não consegue compreender. Não é o conhecimento o vilão que nos aprisiona, e sim a forma em que ele nos é passado,, criando nossas convicções e sistemas de crença. A existência do ser humano é muito mais antiga do que 50 mil anos. Ela remonta.a dezenas de milhões de anos, obedecendo a uma evolução cíclica. Existiram escolas secretas de iniciação que tinham a posse da totalidade das obras sagradas e filosóficas manuscritas ou impressas, que foram escritas em vários idiomas ou caracteres, desde o tempo da mais remota arte de escrever
Após a destruição da Biblioteca de Alexandria, esses livros foram recolhidos e destruídos, permanecendo 3 exemplares de cada um. Seus textos foram totalmente velados pelo simbolismo, e estão sob a guarda das escolas acima citadas. Para se ter uma ideia,o livro de Dzyan, que foi escrito em folhas de Palma, tratadas por um processo, hoje desconhecido, para protegê-las da ação do fogo e da água, é de uma antiguidade incompreensível para nós.
Todos esses ensinamentos, que eram privilégio do oriente, passaram a se transferido para o ocidente, no século passado, Coube a H.P.Blavatsky difundir esses conhecimentos, fundando a Sociedade Teosófica, e escrevendo inúmeros livros.
Foi nessa Sociedade que Jidhu Krysnamurti cresceu e foi educado, e na qual tive o privilégio de frequentar durante cinco anos.
No vídeo postado, Jidhu nos fala da necessidade de um cérebro vazio,sem cordas que o amarrem - nossas crenças - Mas,totalmente livre, não limitado é o vazio, o vácuo, o imanifestado. Nosso cérebro, como representação do Universo, deve ser igual a ele, um vácuo total. Essa deve ser a grande meta do ser humano, ele nos diz.
Porém, como o próprio nome diz, Uni verso: O um, o vazio, o vácuo imanifestado; e seu contrário, o verso, a manifestação, e com ela a dualidade: o bem/mal, o justo/injusto, a vida/morte, etc. O que Kryshna murti, tenta nos fazer entender, é que precisamos nos limpar, faxinar, como diz o Aldo, esvaziar o cérebro, para que possamos empreender o caminho de volta.
"Deuses já fomos e disso nos temos esquecido". Entramos na vida, na manifestação de nossa consciência, com ela pura, com plena consciência. Mas, a medida de nossa evolução, adquirindo experiência, fomos perdendo nossa consciência. Precisamos agora, e rápido, empreender o caminho de volta, conservando nossa experiência e, gradativamente recuperando nossa consciência.
Com muito carinho e amor,
Walfrido .

Em resposta, escreveu a Fada:

"Querido Walfrido,
As suas explicações são um bálsamo. Como disse aquele ser da 4ª dimensão de Cassiopeia, a maior ilusão dos humanos aqui na 3ª densidade da Terra, é julgar que são seres separados. A humanidade faz parte da Unidade, ainda que tenha sido iludida e não o saiba, ou sequer queira saber, pelo DNA e pela ilusão do tempo. Muitos ficam "presos" como "alimentação dessas 3ª e 4ª densidades, embora para mim, me pareça que seja dimensão e densidade seria a energia negativa ou positiva. 
Jiddu Krishnamurti diz que a morte é a Unidade, a Harmonia O não Manifesto. Aquele que mata um semelhante, mata-se a si mesmo, pelo que deduzo que será uma consciência a ser banida, ou então, a ser remetida a densidades muito baixas, muito negativas. Será talvez a "alimentação em 3ª dimensão, na energia densa negativa, a tal que não ascende.
Krishnamurti destaca a Solidão do Isolamento... considerando que todos somos Um, a solidão só pode ser psicológica dentro dessa Unidade, somos o espelho do outro. O isolamento é físico. Será que estou em erro como diz o Flv, Walfrido? O que pensa disso?
Com muito carinho e Amor também, meu querido.

Agora, posso continuar explicando o título.


As duas explicações são um bálsamo. É bem por aí o que penso disso tudo. Faxina incessante desses programas escravistas é nossa missão terrena. Não dá mais para tapar o sol com peneira. É "os tempos são chegados" de que tanto falam. Faxinemo-nos. Ambos estão corretos de acordo com minha humilde opinião sobre o sermos muito mais e melhores do que nos doutrinam ancestralmente. Só sei que nada sei é do tamanho do nosso infinito. Faxinemos com convicção. Conhecer o Eu é (re)conhecer o Deus em nós, o tudo todo de que somos feitos. O "barro" das estrelas de que somos feitos... É maior do que a fé. Eu não tenho fé, tenho certezas que estão sabotando nossas conexões com a Fonte que nos cria e sustenta assim como faz com as miríades de galáxias que sabemos ser O SER em expansão. Esta é uma bem oportuna exígua auto biografia precoce não autorizada. Sinto muito. Sou grato. Com muito carinho e Amor também, meus queridos. Difícil é acompanha-los nessa sua velocidade da Luz em que escrevem, vou precisar de mais 50.000 felizes reencarnações para/lê-los. O trocadilho saiu sem querer ...

Mas, a cada um segundo sua possibilidade... "La nave va!"

Deram um nó em nossos cordões umbilicais. Isolaram-nos. Ou, pretendem que acreditemos nisso também. estamos todos interligados ressonante/mente por cada crime e cada gentileza. 

Papas vão e Papas vem, as realezas permanecem; milenarmente... Somos 100% responsáveis. A consciência disso é outro nível de frequência de emissão de ondas assim como símbolos, sons, e cores. Vermelho e preto.? Que tal? 

Toda "consciência" e toda "inconsciência" gera uma frequência de onda ressonante e infinita. Mudam-se os tempos permanecem as vontades? A mente egoica é um moinho de memórias. Não consegue fazer silêncio. Fala, fala, fala, fala... As religiões nos escravizam na busca da manutenção do poder através da manipulação dos Estados. Silenciam A VERDADE? Citei Maquiavel? Cito Giordano Bruno, sua morte nos comprova isso. Foi "churrasqueado", Jesus crucificado como Espártaco. Kennedy baleado e Chaves cancerizado. Galileu preferiu abjurar. 

Cito-me imodestamente: "Todas as utopias humanitárias são táticas dentro da estratégia escravista. 

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Não é um mantra, é uma faxinante tomada de consciência do agora EU diante do que se passa, sub e inconscientemente. Eficazes quânticas mágicas, permanentemente...

Ninguém cita Nícolas Tesla fora da Internet. A bendita. O silêncio é de ouro? Wilhelm Reich (24 de março de 1897 - 3 de novembro de 1957) viu no microscópio o verdadeiro Deus na forma de "ORGONE", uma luz azul que quase o cegou. Sabia da existência dos "discos voadores" e imaginava que o estado norte americano fosse bonzinho, não sacou a planetária conspiração demoniocrata- milenarmente - reptiliana - extraterrestre que nos mantém esquizofrênicos, afastados de nós mesmos, divididos, submissos e escravizados. A merdicina e sua farmáfia adoram isso.

Deu no que deu... E vai continuar dando enquanto não nos modificarmos através de consciente severa faxina em nossas crenças e escolhas... Isso é que é meditar. Valei-nos São Kryshnamurti!  O plano "deles" é "genial", diabolicamente bem estruturado e muito criptografado. O super David Icke desvendou-os nesta série de entrevistas - https://www.youtube.com/watch?v=hCDGSvDtS10

Minha adorável e inesquecível Shirley Maclaine (vai fazer 80 anos) nos fala bem destes "mistérios", revela-os em seus livros "Dançando na luz" e "Minhas vidas" contando suas vidas passadas, presentes e futuras... Exemplos e citações não nos faltarão.

E assim vamos nós "Zodíacos" infinitos afora... Orai e vigiai! "Ora, direis, ouvir estrelas...", façamos um silêncio para ouvi-las... 

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. 

Os deuses caídos, se vestem de preto (e vermelho), enfeitam-se entre eles (sempre) com baphométicos símbolos secretos, e, genocidas por natureza, demônios por definição, nos torturam e exterminam na ânsia de impedir vermos o Deus que é Tudo e somos todos nós. 

O cosmos é o infinito em expansão de amor incondicional. Foi por isso que, o Kubrick, em "2001 uma odisseia no espaço", nos colocou em feto navegando no amniótico transcendental cósmico infinto em expansão. Alguém já disse que somos estrelas? Eles sabem isso. E como sabem...
"O que Kryshnamurti, tenta nos fazer entender, é que precisamos nos limpar, faxinar, como diz o Aldo, esvaziar o cérebro, para que possamos empreender o caminho de volta. 
Voltar para casa é ser consciente do Eu SOU. Estar conscientemente no "vazio" do "imanifesto" INFINITO/AGORA. Faxinar conscientemente para nos libertarmos é nosso direto por dever e nosso dever sublime por direito de consciência. Perceber não é compreender. A "alma" é imortal como o infinito. Ninguém virá nos salvar. Ninguém precisa disso. Só precisamos da inadiável  faxina consciente, intrapessoal e intransferível.
" Mas,totalmente livre, não limitado é o vazio, o vácuo, o imanifestado. Nosso cérebro, como representação do Universo, deve ser igual a ele, um vácuo total. Essa deve ser a grande meta do ser humano, ele nos diz. 
É este vazio o ressonante infinito amor incondicional que chamam de Deus Criador. "Deuses somos, e disso nos temos esquecido". Ninguém precisa vir nos salvar. Há muito mais entre o céu a Terra.  Perceber não é compreender, vejam. 

Inté quarqué otra hora, é muito bão proseá c'ocês... Amo ocês. Sou grato.

VISITE, E SE GOSTAR DIVULGUE, O MEU NOVÍSSIMO, NASCIDO 23/5/2014 - SIGNO DE GÊMEOS,
NEMNIRVANANEMSANSARA

5 comentários:

  1. Meu querido Aldo
    Fiquei profundamente lisonjeado ao deparar, nessa sua última postagem, meu comentário feito no Blog de nossa querida amiga Fada. Entretanto senti-me envergonhado, por ter sitado em um de seus posts, que pintava quadros. Vi toda sua coleção. Você é pintor, escultor. Quanto a mim sou um rabiscador de telas. Pinto algumas paisagens, ao natural, como elas são, sem nenhuma criatividade, só para passar o tempo. Já você, é um artista. Gostei particularmente de "Labirinto", e "Paisagem VII", mas de todos os 49 expostos. Quanto a seu novíssimo rebento de gêmeos, você vai continuar com os dois?
    Perceber não é compreender. Primeiro percebemos, e se houver interesse tentamos conhecer e aprender.. Mas mesmo assim, sem a compreensão nunca chegaremos ao saber. É ela o elo de ligação entre os dois.
    Tamém acho muito bão proseá c'cocê, uai.
    Um abração e inté.
    Walfrido .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos todos artistas, profissionais ou amadores falam mais altos os sentimentos amorosos. Pintar é o exercício do poder estar no agora, a arte nos dá essa possibilidade divina. Estar no agora das paisagens e flores pelo prazer de estar no real, o agora infinito observando e sendo observado pelo quantico divino em troca fluente de energias luminosas da reciclagem anabólica do amor incondicional. A arte é deusa sanadora, curativa. Somos todos diletantes... efêmeros saltimbacos. Todos. Todos somos rabiscadores e escrivinhadores... Walfrido, essas suas avaliações não são muito justas, são "infiéis" avaliações dos nossos egos vaidosos tentando julgar/condenar e se passar por nós. São programas em memórias tentando ganhar importância onde não há nenhuma. O caixão não tem gaveta e a mortalha não tem bolso, o cupim come, o mofo apodrece, tudo perece. Inda bem que isso tudo (também) passa. Sentimentos ressonantes em livre arbitrio é onde podemos escolher as baixas ou altas, ou altíssimas, eletromagnéticas vibrações amorosas... Porque flores, não se acham bonitas nem feias, SÃO, flores... Meditar e faxinar é vir a SER como todas as flores, divinas e perfeitas, é preciso treinar conscientemente isto... Tamém acho muito bão proseá c'cocê, uai. Tô pretendendo ficar com os dois blogues. Tô investindo mais na leveza. "Endurecer-se sem perder a ternura jamais." Criticar no "infinitoamanagé" e meditar no "nemnirvananemsansara". Que tal?

      Um abração aldíssimo procê meu amigo, inté.

      Excluir
  2. Aldo, agradeço suas palavras de incentivo. Aprecio muito sua franqueza e sinceridade, qualidades muito raras hoje em dia. Segue mais um instrumento de faxina que aprendi:
    "Não se pensa como se quer. O pensamento é espontâneo e reflete no consciente a imagem verdadeira de nosso EU superior. Então, dependendo do meio, esse consciente censura o pensamento e o transforma para o mundo exterior. O que vem para fora são quase sempre, as ideias que convém às circunstâncias. Mas ninguém é o que quer parecer.É impossível dar ao pensamento um poder de seleção do negativo ao positivo, sem materializa-lo.
    Transformar este poder negativo em positivo a nível consciente, não resolve o problema. O mal já foi feito.
    Somos constantemente influenciados pela ação do meio, e enquanto quisermos mudar o meio e não o nosso EU, é o meio que vai nos mudar".
    Faxinantes abraços, e um excelente fim de semana procê meu querido amigo. Inté mais ver,
    Walfrido .

    ResponderExcluir
  3. Oi Aldo e Walfrido, amigos queridos,

    Vocês têm uma maneira de falar muito engraçada! kkkkkkkkkkkk!!!!

    Obrigada Aldo pelo seu esclarecimento e pela sua opinião. É sempre uma opinião que conta deveras para mim. Aqui o meu querido Walfrido, deixou-me a "patinar" e não respondeu à pergunta! kkkkkkkkk! Vai daí até foi bom, porque essa matéria deu até um post e o que o Walfrido diz é muito importante também para ser divulgado!! Bem... até que ficou um post excelente, não é verdade? :) Como sempre Aldo, a fazer a sua magia com as palavras! :)
    Nemnirvananemsamsara, não dá para seguir querido? Mais um que não tenho no meu blogger?! Bem, isso assim é por deamis... já chega este encrencado para não ter actualizações... Veja se coloca seguidores do blogger, pois já acrescentou muitos posts e eu não tava nem aí! Bem... ainda vou a tempo...

    Abraços meus queridos amigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Fada, fico feliz quando riem. Fico mesmo, sinal que transcendeu. falamos engraçado porque falamos "brasileiro! kkkkkkkkkkkkk. O "nemnirvananemsansara" é minha tentiva de fazer andar o quase parando.kkkkkkkkkkk.... Se vc se increve para receber atualizações por email fica mais fácil acompanhar o meu "bonde. Tamém acho muito bão proseá c'cocê, uai. Fada, tô pretendendo ficar com os dois blogues. Tô investindo mais na leveza neste "avião" sobre as nuvens do mundo.. Vamos ver se não me derrubam ou me desaparecem no oceano... kkkkkkkkkkkk "Endurecer-se sem perder a ternura jamais." Criticar no "infinitoamanagé" e meditar no "nemnirvananemsansara". Que tal? Um aldíssimo florido abraço.

      Excluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails