O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Irritando Gaia enquanto falo com Ernesto




AOS 60 ANOS DE UMA EQUAÇÃO DESVENDADA

Agora são  67 anos Ernesto. Desde antes de 2009, e a partir dele são, oficialmente, 1132 garrafas ao mar de certeiras descobertas e mensagens... O Titanic está afundando!? Ou não? Poucos leem e menos ainda entendem o que leem... Preferem o desabrigo das valsas e boleros  da nossa ignorância.

Santa Gaia
Está aí, a velha New World Order e seus múltiplos corpos tatuados de dor, cujas tatuagens são um diabólico eufemismo para uma escravagista ideologia conspiratória milenar (infinita?). Pronta para uso, sempre. Perenidade. Lavou tá nova. É ou não é Che Espártaco Guevara? 

Nazi sionistas travestem-se religiosamente com outras ilusórias mensagens forma e pomposos títulos do mais do mesmo que muito agradam polvos, lulas e mariscos colados nos doutores rochedos do ostracismo tomando porradas de maremotos em textos de luxuriosa mesmice erudita. É de lascar o coco e desfolhar o coqueiro. Mas, gostam de apanhar...

Só de Brasil são 500 anos de tatuado gangsterismo e mesmíssima escravidão em sua robustíssima religiosa maçonaria de casa grande e senzala fantasiada para inglês ver. Pão, circo e relho. E tatuagens... É só olhar para as favelas do mundo todo. "Comunidades" é o nome para as senzalas em atualizados tatuados campos de concentração no lixão da humanidade do pleno século XXI. Tatuados milongueiros Papa gaios em áureas gaiolas... Constroem caríssimos estádios de futebol para futuras instalações prisionais das uniformizadas massas tatuadas de manobráveis insurretos e boçalizados torcedores.

Papas clonados, e seus leigos eletrônicos "eleitos" papagaios mudos, rezam missas macabras enquanto torturam e sacrificam aos deuses tatuadores, velhos, moços e crianças nos labirintos das antropofágicas muitas subterrâneas inacreditáveis ÁREAS 51. 

Durante os últimos 50 anos, nesta Gaia, para não digitar outra vez os 67, vivi dentro do mesmo adoecedor infinito campo de forças e vibrações negativas das idéias doutrinadas como “absolutamente naturais” sobre os fatalismos "genéticos" da existência. O que recebemos de nossos pais gerações após gerações.

Viu admirável Belchior, faça outra música extraterrena porque já não somos os mesmos e nem vivemos mais como nossos pais. 

Santa Gaia! Valei-nos. Estamos piores, muito piores, cada vez mais muito piores... Com açúcar e com (des)afeto e ou a ferro e fogo. "Que(m) time é o teu?" Estamos todos marcados para morrer, tatuados...

"É uma consciência de suas qualidades que faz de um objeto ou de uma idéia o que são ou parecem ser." 

Uma infinidade de conceitos em memórias e programas escravagistas cripto grafados e ou explícitos como esse "yes we can", "liberdade", "ame ou deixe-o'.

Livre arbítrio, poder de decisão em (in)verdades inabaláveis físicas, químicas e metafísicas, nos são retransmitidas geração após geração. E jamais, em hipótese alguma, contestadas.

As infindáveis fogueiras humanas enfumaçam a Luz que nos iluminaria a saída deste labirinto prisional de nossas abusadas almas, corpos, corações e mentes.

Para fora dos portões da casa grande "O Brasil é de todos!" 

A GLOBALIZADA ESCASSEZ PLANEJADA DE TUDO é uma descarada realidade ainda que invisível aos descrentes e idiotizados. As religiões e a política que nos escarnecem, se encarregam muito bem da petrificação, em nossas ingênuas almas, destes determinismos “invisibilizados” ditos "divinos" pelas ferozes robóticas e cínicas “autoridades” e “especialistas” de plantão. 

Nós e nossos pais, sempre ocupados em sobreviver ao torturante ter que ter para vir a ser, mesmo os de berço esplendido, em algum modo doentio, estamos pre/ocupadíssimos em como não perder “nossos” prometidos pelo deus(es), privilégios e benesses. Migalhas que nos caem das mesas fartas. De tudo. Cometem-se até muitos inenarráveis crimes por e para isso mesmo...

Chipados em celulares e infinitos cartões de crédito dos cartões de crédito. Biológica/mente e midiótica/mente nivelados por baixo, por baixíssimo, perante as “lei dos home" e dos seus deuses canibais, todos nós, somos “iguais”. Aqui embaixo. É aí que aparece um estranho desigual ser conhecido pela alcunha de “Depende do QI”, vindo do majestoso céu das leis das casas grandes, e chuta o nosso balde e o pau da nossa infernal barraca amorosa... Sem dó nem piedade, agente, nóis, não temos alma, é o que eles dizem e repetem.

Controle populacional das propositalmente inutilizadas bocas inúteis. Vacinações em massa das crianças inúteis bocas... Inutilizadas desde o berçário fratricida.

Somos ou não somos? 


P.s.: Já são pra lá de 27 e ninguém tá nem aí. Enquanto o dia do Irã (e o nosso brasileiro) não chega, eles vão enchendo as Américas Latrinas, e outras paragens mundo afora, de equipadíssimas bases militares, dantescas derradeiras eficientes lixeiras copas do mundo e olimpíadas. 

Administram a escassez controlada de tudo, com exceção das armas e das guerras de extermínio em massa, perguntemos aos belicistas, americanos, aos russos, aos chineses, ou aos etc. e tal se para isso algum dia lhes falta o dinheiro.

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato! Faxinas hasta la vitoria, siempre! Sou um visionário. Eu sei, já disse isso né? Fico repetindo? Mesmo assim, repito, leiam o texto abaixo, mesmo eu sendo um idiota não acreditando em Papas nem Papai Noel, muito menos no propagandeado "(anti)natural" aquecimento global. Faxinas hasta la vitoria, siempre! Os deuses estão loucos e nos enlouqueceram.

Até agora não falaram com o cientista Lovelock sobre o HAARP? Ô gente difirço sô!
"Irritando profundamente estudiosos de biologia e neodarwinistas 
Se você digitar "gaia" e "religion" no Google, vai obter 2,36 milhões de páginas - praticantes dewicca, viajantes espirituais, massagistas e curandeiros sexuais, todos inspirados pela visão de Lovelock a respeito do planeta. Mas se você perguntar a ele sobre cultos pagãos, ele responde com uma careta: não tem interesse na espiritualidade desmiolada nem na religião organizada, principalmente quando coloca a existência humana acima de tudo o mais. Em Oxford, certa vez ele se levantou e repreendeu Madre Teresa por pedir à platéia que cuidasse dos pobres e "deixasse que Deus tomasse conta da Terra".
Como Lovelock explicou a ela, "se nós, as pessoas, não respeitarmos a Terra e não tomarmos conta dela, podemos ter certeza de que ela, no papel de Gaia, vai tomar conta de nós e, se necessário for, vai nos eliminar". Gaia oferece uma visão cheia de esperança a respeito de como o mundo funciona. Afinal de contas, se a Terra é mais do que uma simples pedra que gira ao redor do Sol, se é um superorganismo que pode evoluir, isso significa que existe certa quantidade de perdão embutida em nosso mundo - e essa é uma conclusão que vai irritar profundamente estudiosos de biologia e neodarwinistas de absolutamente todas as origens. (Fonte)


4 comentários:

  1. Aldo, acredito ter sido mal interpretado em minha mensagem anterior, o que que queria dizer é que você repete porque é preciso. A tal elite maldita sempre viveu de repetições, séculos após séculos, milênios após milênios, utilizando dos mesmos métodos de controle, só que métodos estes cada vez mais modernizados. É incrível como eles são efetivos em sua dominação, pois, por mais que tenhamos acesso ao conhecimento, eles continuam nos dominando, através principalmente do medo, seja ele qual for. Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ernesto,não foi mal interpretado não, muito pelo contrário. Veja a resposta que dei ao seu comentário anterior. Só posso agradecer por sua luminosa presença. Este post é uma homenagem que presto à você, mais um entre tantos irmãos que um dia ainda abraçarei emocionado. Sou grato, te amo, todas as bençãos à você amigo. Venha sempre. Você nos faz falta se não vem.

      Excluir
  2. Grande Aldo,

    Não entendi o vitupério contra a vaginalidade total...
    Não negando que a proposta santificada da vaginalidade aparenta ser algo louvável, vamos ao útero da questão!
    O que é uma vulva sem vagina, só com pétalas (ou lábios, como queiram, até veu da santa é legítimo) e grelinho (uma analógica face em uma cabeça), se não uma negação da inseparalidade entre vagina e reprodução. Vagina só existe para garantir a reprodução com partilhamento genético, assim como cloacas e falos (hoje falhos...).
    Fazer uma bela escultura vulvar sem vagina é herético e não erético!! Vagina é a razão de ser das petalidades e seus aromas, é a razão de ser da "bivalve" chamada vulva, é a razão de ser do grelo ou clitóris (nome bastante tosco) e não o tão mitificado e procurado orgasmo feminino, e é dentro da vagina que está o tal g spot, o mais novo ponto terápico e panaceioso de todos os problemas de sexualidade feminina, essa que as mulheres esquecem até o natural e necessário cio. Como é possível que se faça uma virgem maria de uma vulva sem vagina e indeflorável, será que o "salvador" saiu por outro lugar?
    Até entendo a exclusão da entrada abduzida (retira-se a vítima do cenário e elimína-se o crime), mas não é fato que maria fez cesariana, pois se assim o fosse, tal cirurgia seria jesusiana e não cesariana! :-D
    E com piercing!!!!
    Sem pentelhos (apenas espinhos não pertinentes a flores) e com piercing, o que se busca afirmar? A pedofilidade da vulva hiper himenada?
    Sem pelos, com piercing, sem vagina mas com vulvas esculpidas a lá virginalidades estupradas por deus...
    Essa escultura é um pecado para a virgem maria, foi-lhe retirada a porta da vida, agora deus pode contar que nem precisou de uma mulher para fazer suas divindades, afinal a vagina deu lugar a nada, apenas mais uma supefície macia no corpo vulval, e sem a porta da vida, só quem fica com o poder de gerar é deus, ou seja, depois de abduzir (forma eufemista para descrever o sequestro e estupro feito com objetivos espetacularizadores) e inseminar com técnicas de mão de santo consegue-se a total desvaginação da vulvaridade! :-D

    Grande Aldo coloca o talento pra trabalhar e pinta (pode ser com o pinto... :-D) uma vagina nessa santa vulva!!! :-D

    ResponderExcluir
  3. Meu caro Vapera, muito me alegra te-lo de volta... A santa vulva em questão não é de minha autoria. Eu não deixaria de fazer a porta estreita e a penetrante escadaria desta santíssima catedral. Amo-a, esta adorável santa, que me papa de corpo e alma. A imagem em questão Ilustra bem, segundo minha "sem sibilidade", o que fizeram da tão maravilhosa mãe de todos nós. Em tempos de milongueiros defensores da pedofilia "for ever and ever", quem sou eu para pintar, como eu pinto, uma vagina que nos levaria ao útero desta apocalíptica questão. Agora é tarde, o diretor de matrix optou por virar Lana, com todas as características femininas a que teve direito. Crenças e escolhas. Ai de mim um pobre pintor mortal e infinito... receba aquele aldíssimo abraço e as bençãos da santa gaia.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails