O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sexta-feira, 3 de maio de 2013

DRONES DE LUZ PARA REFLEXÕES AO POR DO SOL DOS FINS E RECOMEÇOS DE SEMANA - Espírito Infinito

Espírito Infinito

 Devemos viver em sincronia com o corpo para compreender e interiorizar a Sabedoria. Por trás de coincidências, a experiência simbólica ou significativa, quando a dualidade de matéria e Espírito se desvanece e confirma a existência da membrana do Infinito que compõe Universos.

É mais do que um momento de magia, quando o Universo inteiro parece comunicar-se directamente, como se todas as coisas tivessem o seu pensamento e estão lá para que interpretemos a mensagem.

 Cada experiência de sincronia é um sinal, uma mensagem, um aviso, uma tradução do Divino na carne, um contínuo de inteligência que se amplia no total desconhecido: Aquele que nunca se conheceu nem nunca se há-de conhecer. A razão tenta explicar o inexplicável, mas temos de viver a Sabedoria de estar conscientes, de que O Infinito nunca será conhecido com a tirania da razão e interiorizar o conhecimento verdadeiro, além da emoção e do sentimento, mais além da intuição.


 Se olharmos para dentro de nós próprios saberemos que a sincronia funciona a partir de cada órgão, cada célula, cada nervo, ou cada gota de sangue e forma um espectro contínuo de filamentos de energia que se amplia além dos limites do Infinito Útero.


Nós sentimos essa sincronia, sentimos que estamos conectados a todas as coisas, a cada acto e cada pensamento influencia tudo. Como a nossa mente é a mente de todas as coisas, o nosso ser é uma possibilidade única. O que designamos Universo, é um número infinito de dimensões, o que designamos de realidade, é o medo do desconhecido, mas quando sincronizamos o psíquico que liga todas as dimensões, vemos dentro de nós que somos pura energia, é como assistir a um pôr do sol no mar: compreender a inteligência que move as ondas e se sincroniza com a luz solar, produz uma beleza que faz cair lágrimas de alegria.

É portanto imperativo a experiência de existência do número infinito de mundos, para introspeccionar todos os segmentos de energia e assim a inteligência infinita que nunca poderá abarcar um Deus. Deus não é a experiência do infinito, é insuficiente para interpretar o êxtase. Deus está limitado à moralidade e obediência cega imposta; Deus é servilismo.

A experiência do divino não é apenas celeste, é também carnal, terrena., cai como trovões e raios em forma de causas. A Divindade está presente nas galáxias, mas também nas florestas, na Natureza da qual fazemos parte. É graças ao Dom de estarmos Conscientes do Infinito que participamos do êxtase do conhecimento, da satisfação, da realização e da Infinita Possibilidade. Uma orgulhosa humildade é característica de quem tenha experimentado o prazer do entendimento para a Eternidade, não tanto como um círculo que se repete eternamente, mas como um útero imenso que tudo abarca e do qual somos partículas. 


A Eternidade é não só um conceito que a razão não pode entender, é questão de observar os ciclos que se repetem na Natureza e compreender que o Eterno está no instante, só assim a consciência do Infinito se mantém intacta.

 
Na nossa viagem pela vida encontramos um sem número de mitos, lendas, religiões, ideologias, sistemas de crenças como a ciência dogmática e qualquer outro dogma que nos distancia da Eternidade. Como exemplo temos o tempo linear do judaísmo, que provocou a doença espiritual de que dificilmente a humanidade  poderá curar-se, mas não digo que seja incurável, porque a peste do tempo linear é o servilismo espiritual e tem como desígnio derrotar-nos pelo efeito dos ciclos.

Os paradigmas não são eternos como dizia Heráclito "O único eterno é a mudança". A doença mental do dogma será vencida pela percepção da Eternidade e pela Infinita Possibilidade do Espírito que despertou por experiência própria. De imediato os dualismos serão extraídos como tumores cancerígenos da Consciência Colectiva e assim outra perspectiva da realidade será possível, sem essa carga negativa que representam os sistemas de crenças impostos, para que nos mantenham adormecidos e escravizados.

 Estar consciente dos confins do que existe é entrar num  estado superior com o qual o Espírito se nutre, como o riso, o choro  e o orgasmo são Estados de Infinito. Quando se cala o interior  barulhento e se está atento a todas as sincronias  com que a Divindade  comunica, para que chegue ao caminho da plenitude e realização. Não existe uma finalidade única, a existência é o instante. A membrana do Infinito está sempre e em cada momento que ocorre, criando-se e destruindo-se infinitamente nas eras das eras.

Nós somos apenas canais para expressar a Consciência desse Infinito. Temos o dom de abarcar com o Espírito o mais além das estrelas.  Somos como campos electromagnéticos num oceano infinito-cósmico que se estende até ao desconhecido.

Assim  actualizamos no nosso interior a omnipotência, omnisciência e omnipresença, ao sincronizarmo-nos  com os fios que unem a Totalidade…  voltamos a esse estado original de inocência, humildade, criatividade e pureza, que caracteriza as crianças e animais e todas as criaturas que representam a Divindade

Esta postagem é dedicada a MINHA INFINITA AMIGA FADA DO BOSQUE, um dos Seres Elementais mais Harmoniosos do Infinito e também mais um meu FEMININO ESPELHO.

fonte: Textos de Caos y Destruccion 

Filme a não perder :  Cloud Atlas 

DRONES?


Clic na imagem. Vale a pena conferir

4 comentários:

  1. Meu elemental Guardião!!

    Como fiquei contente! :D Entrego-lhe um bouquet, você o refresca com sua água luminosa e volta-me a oferece-lo!! :)

    Como diz o Vapera, é mesmo um poeta cósmico! Obrigada!
    Querido amigo ando há uns dias para vir aqui, mas sempre que clico no seu blogue aparece: O MozillaFirefox não responde! Isto é um sarilho!

    Um grande e infinito abraço cheio de paz e ternura, meu masculino espelho!!

    Te amo. Sou grata. :D

    ResponderExcluir
  2. Te amo, sou grato. Com
    tantas rosas ao longo do caminho. Quem se lembra de espinhos...

    ;-D

    ResponderExcluir
  3. Grato por essa postagem. Continue firme, meu caro, nessa jornada árdua, amorosa e fortalecedora.

    Aldo, se puder não deixe de ler isso aqui: http://cachor.ro/tou

    Há informações aí interessantes e tenho certeza que vão ser bem úteis para você.

    Desejo-te uma boa semana.
    Grande abraço...

    ResponderExcluir
  4. Valeu Lôh, gostei, boa dica, qualquer hora este assunto vai virar uma postagem. Toda PAZ, LUZ e gratidão.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails