O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, MISÓGINO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Aos visitantes presentes e ausentes.


Caro Visitante.

Esta mensagem tem o propósito de pedir seu perdão a tudo o que possa eu ter causado de nefasto em sua existencia, nesta e em outras vidas. Temos o péssimo hábito de cultivarmos o escravagista programa de acusar o outro sobre nossas "humanas" falhas, equívocos e eventuais "fracassos". Quando nos damos por vencedores sobre algum outro, não percebemos o quanto, estamos todos derrotados. Julgamos e acusamos em busca de nossa inocência, quando na verdade, nem o outro nem nós, somos estes que nos induziram acreditar que somos.

O escravagista jogo de espelhos deformantes joga-nos uns contra os outros na busca de nossa exaltada egóica discórdia. Milenarmente os sustentamos enquanto nos mantém prisioneiros deste labirinto do nada físico, mental e espiritual. Alimentam-se das nossas torpes emoções e reações as quais eles tão bem programam e administram. Usam sua religiosa deificada tele/visão em manutenção de nossas aterradoras ressonantes ignorâncias.

Temos sido, milenarmente, os fratricidas programas em memórias ancestrais de um ser inexistente que chamam de sapiens. Nossa egoísta torturante energia em baixíssimas vibrações de terror e medo de tudo é o que nos desconstrói enquanto os alimenta.

Estupidificados até a alma nas mais baixas perenes vibrações do desamor e do ódio a tudo e a todos pela sobrevivência angustiada na beligerante competitiva e muito bem planejada escassez de tudo, estamos milenarmente senzalados e canibalizados neste inferno do milenar solerte SISTEMA que nos é imposto. PSICOPÁTICO, ESCRAVAGISTA, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFÁGICO & CORRUPTO POR NATUREZA, estes DOMINADORES SÃO SERES DIABÓLICOS. INUMANOS VAMPIROS donos e senhores, os deuses, os que nos fizeram à sua semelhança. A 
CASA GRANDE DESTE REPTILIANO MUNDO em que nos senzalam e escarnecem enquanto os nutrimos e enriquecemos. Abençoam e dão-nos a nós mesmos para nos alimentarmos enquanto não nos devoram.


Drones depopulacionais espalham rastros químicos combinados com HAARPs e outros muitos lixos' kissingers genocidas no ar, na terra e no mar matam-nos lentamente nas filas computadorizadas às portas dos invisibilizados matadouros.

Apenas um exemplo neste efêmero maremoto de estupidificantes midiocráticas informações: a Nestlé, "essa que é de confiança", esta mesma que faz comidinha para crianças e quer privatizar as águas puras, "foi flagrada" usando carne de cavalo nos seus processados bovinos. Deve estar estudando como não detectarmos carne humana nos hambúrgueres dos macdronalds servidos com envenenadores "refrigerantes", o. g. m. pães genocidas com agrotóxicas maioneses e saladas...

O garrote vil vai nos sendo apertado lentamente enquanto nos assistimos, uns aos outros, sacrificar "anestesiados" e ajoelhados perante a onipresente deusa televisão... Sinto muito pelo dantesco infinito futuro que construímos com nossa, por eles programada, cretinice. 

Podemos mudar isto há qualquer hora, só precisamos ter a coragem de querer acordar deste torpor e ficar de pé para poder atravessar para outro lado desse "vidro" faxinado e ver o iluminado horizonte infinito em expansão.

Crenças e escolhas infinitas... Ninguém substitui alguém... Este pedido formal de perdão a você, aqui, agora, complementa o perdão que dirigi inicialmente a mim mesmo ao começar reconhecer minha igual programada ignorância sobre o nosso mundo real. Bendita Internet! Já me perdoei. Já os perdoei. Perdoemo-nos. Presentes e ausentes.

Houve sempre muito sofrimento (muito útil para eles) ao longo dessa existencia até quando da compreensão de nossa encarcerada e escondida infinita divina perfeição e o começar a permanente faxina de mim mesmo.

Assim sendo, rogo formalmente seu perdão e o dos ausentes. E desse modo, peço ao Criador do divino Tudo, o amoroso eletromagnético ressonante campo quantico de infinitas possibilidades para o meu bem e o bem de todos infinitamente, inclusive e principalmente para aqueles que sejam os ditos "nossos inimigos", que assim sendo deixe isto limpar e purificar aqui e agora estas ofensas e indesejáveis energias e vibrações negativas,
e as transforme em pura LUZ na pura PAZ da libertação de nossos infinitos divinos e perfeitos corpos, mentes e espíritos, para sempre, eternamente. E assim está feito. Sou grato. Outros mundos, certamente, também agradecem...

O mundo real começa no perdão e no treinamento ao amor incondicional... 
Sinto muito, me perdoe, o amo, sou grato. 
Cuida bem de você e ajuda alguém mais na caminhada.

domingo, 26 de maio de 2013

Sem temor de ouvir estrelas na solidão do deserto...



(...) "Naturalmente o Povo Eleito odeia tanto aos maometanos quanto aos cristãos, mas sua Estratégia profética prescreve que se deve fazer enfrentar uns aos outros até que acabem todos dominados. (...) (Do livro "O mistério de Belicena Villa")



Nossos cinco sentidos só percebem 1/000 000 000 da matéria existente... Bilhões de outras galáxias nos circundam, nos envolvem... Quantos bilhões de palavras irrefletidamente precisaremos criar para sentir e compreender o invisível da, muitas mil vezes milenar, nossa escravização escondida aos olhos e aos corações cegados?


este vídeo veio daqui


Nada mais vazio que a palavra "tradição"... Nossos laicos e eclesiásticos cinco sentidos, prisioneiros deste escravagista labirinto do nada, só percebem 1/000 000 000 da matéria existente... Bilhões de outras galáxias nos circundam, nos envolvem... Quantos bilhões de palavras sentimentos pronunciaremos para sentir e compreender o invisível aos olhos e aos ensurdecidos corações?



Regina, grato pela dica.

Nossos  cinco sentidos (propositalmente cada vez mais corrompidos) só percebem (talvez) 1/000 000 000 da matéria existente... Zibilhões de outras galáxias nos circundam, nos envolvem... O infinito nos envolve e nos arrasta... Quantos bilhões de palavras pensamentos pronunciaremos para tentar sentir e compreender o eletromagnéticamente invisível infinito ressonante liberta/dor aos olhos e aprisionados corações?

Afirmo serem as utopias humanitárias concessões táticas dentro da religiosa milenar estratégia escravagista de todos os deuses em todas as épocas... Somos, até aqui, os "túmulos caiados", por eles, com nossas ignorantes (in)voluntariosas escravizadas mãos... 
Que me diria sobre isto o professor?


Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. 
Assiste a palestra. Não desanima. Grato pela visita. Cuide bem de você e ajude alguém mais...

quarta-feira, 22 de maio de 2013

VERDADES INCONVENIENTES ou "The dawn of a new day" ou "Do escuro para o claro e os detalhes virão com o tempo... Se...


A imagem veio de http://jlnavarro.blogspot.com.br/

1

Uma verdade incoveniente


terça-feira, 21 de maio de 2013


A simples idéia do ser humano ser gado, ser alimento e rato de laboratório na mão de outras espécies, espécies que chamaremos de alienígenas, é tão incômoda para o nosso ego que chega a ser inconcebível como fato, mas não como ficção.

Daí a popularidade de séries, filmes e histórias sobre vampiros, zumbis, aliens que encontram um eco no inconsciente coletivo e que são exploradas pela mídia hollywoodiana. Exemplos em filmes: Cidade das Sombras, Eles vivem, Predador. Aliás, Cidade das Sombras foi uma das fontes inspiradoras de Matrix. A outra fonte foi 13º andar.

Estas espécies que predam a espécie humana em termos de energia e consciência são capazes de operar nesta e em outras faixas de realidade. Este conhecimento está expresso em algumas tradições esotéricas e pode ser encontrado, por exemplo, nos escritos do antropólogo e nagual Carlos Castaneda, no livro Mensageiros do Amanhecer de Bárbara Marciniak e em várias outras fontes de conhecimento.

O fato disto parecer loucura indica o nível de adestramento e alienação ao qual fomos submetidos pela educação, cultura e religião.

Há tantas religiões e seitas no mundo e quanto mais religiões maior a confusão e a divisão entre os humanos.

Dividir para reinar.

E nenhuma religião fala claramente sobre o fato de sermos dominados e predados por espécies que se fazem nossos senhores e a razão é a mais simples do mundo. As religiões foram criadas pelas espécies predadoras para que nos mantivéssemos submissos e divididos. Exemplo, a mensagem libertadora de Jesus tornou-se a ideologia dominadora das diferentes igrejas.

O fundamental é o ser humano apossar-se de si, de sua mente, incorporar a si mesmo, pois é através da mente que somos submetidos à vontade de seres, que graças a cultura do medo, se apropriam da nossa energia da mesma forma que nos apropriamos do sangue e da vida de diferentes espécies animais.


2
"Agora, não podem mais “suicidar” um David Icke, por exemplo.
Esse tem muitos seres por trás dele que não irão permitir. Mas “eles” vão continuar tentando, e enganar o maior numero de humanos desavisados, totalmente alienados, robotizados, essa é a meta dos controladores..." (L.B.)

 http://www.scribd.com/doc/59009037/O-Segredo-Dos-Deuses



3

SINTO MUITO ME PERDOE TE AMO SOU GRATO
Cuida bem de você e ajuda alguém mais.

sábado, 18 de maio de 2013

Como anda sua inacreditável "sanidade" ? O Grande Engano... (ATUALIZADO)





"Entender como “criar” uma “vida” além da Matrix é ter conhecimento (consciência) que ela existe e que exerce poder (num nível inconsciente) sobre nós, através da captação e interpretação dos “códigos” pelo nosso cérebro através do sistema nervoso = 5 sentidos. Se, estamos presos a esse campo de informação, podemos nos livrar dele usando o próprio campo de informação – usando o próprio sistema a nosso favor. (Laura Botelho)


Prisioneiros inconscientes desta "nossa" terceira e derradeira guerra mundial no engenhoso milenar parasítico labirinto do nada escravagista em que "vivemos", o grande engano, buscamos a porta de saída desta escravidão mental, física e espiritual. Saída que se encontra na posse da escolhida chave da paz infinita na harmonia da perdoadora consciência amorosa para o dentro infinito, o nosso um de cada um de nós na permanente expansão do faxinante agora eterno...  

Caramba! Acho que me superei mais uma vez... Quem procura, acha?

Tudo são, sempre, crenças e escolhas...

Realizaremos desse nosso modo a façanha de libertarmos, por nós mesmos, o nosso Espírito aprisionado. (?) Demonstrando, assim, aos homens, com o exemplo de nossa vontade, o caminho a seguir, a orientação até a nossa Fonte, a Origem do todo tudo. Ou o tudo todo?

Não vejo esta nossa façanha (faxina de, ancestrais, memórias e programas escravocratas) coletivamente, como se a manada, de uma vez por todas, recebesse a inspiração dessa uma necessária consciência libertadora. Creio em corajosas ressonâncias no mar eletromagnético do campo quantico de infinitas possibilidades. Oceanos são gotas... Alma, corpo e espírito conscientemente livres. Acha possível? Mas, e os que preferem, ou preferirem o programa se vender?


(...) "Mas para isso, teria de contar com a população nativa, que tinha até então manejado o país e conhecia seu funcionamento. E aqueles povos belicosos, que foram livres por séculos, não seriam facilmente reduzidos à escravidão, isso advertiam claramente os Bárcidas, a menos que seus próprios reis e senhores os convencessem de que era melhor não resistir à ocupação. A solução não era impossível, pois, segundo a particular filosofia dos cartagineses, “só deve ser destruído quem não pode ser comprado”.  (Do livro* "O mistério de Belicena Villa. Pesquisem no "gugol", u oráculo...)





Esta imagem veio do "link" abaixo
http://otempoquehadevir.wordpress.com/2013/05/16/enquanto-o-cromo-contempla-77/




(...)* "Para conhecer a história em toda a sua pureza deve-se remontar a milhares de anos no passado, até a época dos Atlantes Brancos, Pais de todos os povos do Pacto de Sangue. Eles asseguravam serem guiados por Navutan, o Grande Chefe Branco que havia descoberto o segredo do aprisionamento espiritual, e lhes havia revelado o modo com o qual o Espírito poderia abandonar a matéria e ser livre e eterno “Mais Além das Estrelas”, quer dizer, mais além das Moradas dos Deuses e das Potências da Matéria. De acordo com os relatos dos Atlantes Brancos, Navutan era um Deus que existia, livre e eterno como todos os Espíritos Hiperbóreos, além das Estrelas. O Deus Incognoscível, de quem nada se pode afirmar aquém da Origem, Navutan e outros Deuses estavam furiosos porque uma parte da Raça do Espírito estava detida no Universo da Matéria: e a ira não era dirigida somente contra as potências da matéria que retinham os espíritos, mas também contra o espírito débil, contra o Espírito carente de Vontade Graciosa para quebrar a ilusão do Grande Engano e libertar-se por si mesmo. Na Terra, o Espírito tinha sido aprisionado ao animal-homem para que sua força volitiva acelerasse a evolução da estrutura psíquica deste: e tão férreo era o aprisionamento, tão sumido estava o Espírito na natureza anímica do animal-homem, que tinha esquecido sua Origem e acreditava ser um produto da Natureza e das Potências da Matéria, uma criação dos Deuses.


Em outras ocasiões, desde que o espírito permanecesse na Terra, os Deuses Libertadores seus Espíritos Irmãos, acudiram em sua ajuda e muitos foram libertados e voltaram com Eles: por causa disso, se travaram terríveis batalhas com as Potências da Matéria. Ultimamente, por exemplo, havia atravessado a Origem, e se apresentou ante os homens da Atlântida, o Grande Chefe de Toda a Raça Hiperbórea prisioneira, o Senhor da Beleza das Formas Não-Criadas, o Senhor do Valor Absoluto, o Senhor da Luz Não-Criada, o Enviado do Deus Incognoscível para libertar o Espírito, quer dizer, o Kristos de Luz Não-Criada, Kristos Luz, Luci Bel, Lúcifer, ou Kristos Lúcifer. Mas a manifestação de Kristos Lúcifer na Atlântida causou a destruição da civilização materialista: a Batalha da Atlântida culminou com o afundamento do continente, muito depois de que Aquele tivesse regressado à Origem."  (...)


Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Enfim, mais uma garrafa ao mar do oceânico infinito de mim mesmo... Cuide bem de si, ajude alguém mais. Inté quarqué agora...

quarta-feira, 15 de maio de 2013

A mensagem da Janaina


Não perca sua essência.

Sou o que sou e ninguém vai mudar esse meu jeito intenso de viver a vida.

Estou sempre aberta a crescer e aprender com as pessoas mas, minha essência... Ahhh, essa não consigo mudar; mesmo.
 

Sou extremamente verdadeira e não sei fingir o que não sou só pra agradar alguém. Não espere um sorriso falso de mim pois, isso você jamais vai receber.
 

Não vivo de aparências, me amo como sou e espero o mesmo das pessoas que se aproximam de mim. Afinal, não se escolhe pessoas pela sua aparência ou pelas suas atitudes, por trás delas estão pessoas maravilhosas e com um grande caráter.
 

Tenho poucos e bons amigos; não cultivo milhões de amigos simplesmente pra dizer que tenho... Se algum dia eu disse que gosto de você é porque realmente gosto, se não... Não diria nada!!
 

Entendo que sou uma pessoa difícil de entender. Nem eu mesma me entendo! Mas, isso não é um defeito. Isso, me facilita entender você e respeitar seus defeitos, porque também não sou perfeita!
 

De tanto errar, aprendi muito nessa vida. E, vivo como acho certo, sempre tentando entender e respeitar o outro. 

É... Às vezes, também perco a noção do que é certo, mas, faz parte. Somos todos seres humanos imperfeitos em busca da perfeição que não existe.

O que nos resta é perdoar e compreender as pessoas, e ter humildade para admitir que também erramos, ao invés de julgar e condenar os erros alheios.
 

Cultive o que realmente importa pra você. Não crie estereótipos de beleza. Não faça o que os outros fazem. 

Não cultive pessoas que não lhe fazem bem. Não diga que gosta de alguém só pra agradar, seja verdadeiro com as pessoas e com você mesmo e tenha humildade em tudo que você faz.
 

Seja flexível, mude pra melhor... Mas, nunca deixe de ser você!
 

Ame-se como você é. Com seus defeitos e tudo mais que possa lhe desagradar.
 

Você é um ser único, não irá encontrar no mundo alguém igual a você...
 

Sinta-se feliz por isso...
 

E nunca, nunca mesmo, perca a sua essência.


Janaina Machado
  

O AMANAGÉ RE recomenda também esta leitura.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

DRONES DE LUZ PARA REFLEXÕES AO POR DO SOL DOS FINS E RECOMEÇOS DE SEMANA - Espírito Infinito

Espírito Infinito

 Devemos viver em sincronia com o corpo para compreender e interiorizar a Sabedoria. Por trás de coincidências, a experiência simbólica ou significativa, quando a dualidade de matéria e Espírito se desvanece e confirma a existência da membrana do Infinito que compõe Universos.

É mais do que um momento de magia, quando o Universo inteiro parece comunicar-se directamente, como se todas as coisas tivessem o seu pensamento e estão lá para que interpretemos a mensagem.

 Cada experiência de sincronia é um sinal, uma mensagem, um aviso, uma tradução do Divino na carne, um contínuo de inteligência que se amplia no total desconhecido: Aquele que nunca se conheceu nem nunca se há-de conhecer. A razão tenta explicar o inexplicável, mas temos de viver a Sabedoria de estar conscientes, de que O Infinito nunca será conhecido com a tirania da razão e interiorizar o conhecimento verdadeiro, além da emoção e do sentimento, mais além da intuição.


 Se olharmos para dentro de nós próprios saberemos que a sincronia funciona a partir de cada órgão, cada célula, cada nervo, ou cada gota de sangue e forma um espectro contínuo de filamentos de energia que se amplia além dos limites do Infinito Útero.


Nós sentimos essa sincronia, sentimos que estamos conectados a todas as coisas, a cada acto e cada pensamento influencia tudo. Como a nossa mente é a mente de todas as coisas, o nosso ser é uma possibilidade única. O que designamos Universo, é um número infinito de dimensões, o que designamos de realidade, é o medo do desconhecido, mas quando sincronizamos o psíquico que liga todas as dimensões, vemos dentro de nós que somos pura energia, é como assistir a um pôr do sol no mar: compreender a inteligência que move as ondas e se sincroniza com a luz solar, produz uma beleza que faz cair lágrimas de alegria.

É portanto imperativo a experiência de existência do número infinito de mundos, para introspeccionar todos os segmentos de energia e assim a inteligência infinita que nunca poderá abarcar um Deus. Deus não é a experiência do infinito, é insuficiente para interpretar o êxtase. Deus está limitado à moralidade e obediência cega imposta; Deus é servilismo.

A experiência do divino não é apenas celeste, é também carnal, terrena., cai como trovões e raios em forma de causas. A Divindade está presente nas galáxias, mas também nas florestas, na Natureza da qual fazemos parte. É graças ao Dom de estarmos Conscientes do Infinito que participamos do êxtase do conhecimento, da satisfação, da realização e da Infinita Possibilidade. Uma orgulhosa humildade é característica de quem tenha experimentado o prazer do entendimento para a Eternidade, não tanto como um círculo que se repete eternamente, mas como um útero imenso que tudo abarca e do qual somos partículas. 


A Eternidade é não só um conceito que a razão não pode entender, é questão de observar os ciclos que se repetem na Natureza e compreender que o Eterno está no instante, só assim a consciência do Infinito se mantém intacta.

 
Na nossa viagem pela vida encontramos um sem número de mitos, lendas, religiões, ideologias, sistemas de crenças como a ciência dogmática e qualquer outro dogma que nos distancia da Eternidade. Como exemplo temos o tempo linear do judaísmo, que provocou a doença espiritual de que dificilmente a humanidade  poderá curar-se, mas não digo que seja incurável, porque a peste do tempo linear é o servilismo espiritual e tem como desígnio derrotar-nos pelo efeito dos ciclos.

Os paradigmas não são eternos como dizia Heráclito "O único eterno é a mudança". A doença mental do dogma será vencida pela percepção da Eternidade e pela Infinita Possibilidade do Espírito que despertou por experiência própria. De imediato os dualismos serão extraídos como tumores cancerígenos da Consciência Colectiva e assim outra perspectiva da realidade será possível, sem essa carga negativa que representam os sistemas de crenças impostos, para que nos mantenham adormecidos e escravizados.

 Estar consciente dos confins do que existe é entrar num  estado superior com o qual o Espírito se nutre, como o riso, o choro  e o orgasmo são Estados de Infinito. Quando se cala o interior  barulhento e se está atento a todas as sincronias  com que a Divindade  comunica, para que chegue ao caminho da plenitude e realização. Não existe uma finalidade única, a existência é o instante. A membrana do Infinito está sempre e em cada momento que ocorre, criando-se e destruindo-se infinitamente nas eras das eras.

Nós somos apenas canais para expressar a Consciência desse Infinito. Temos o dom de abarcar com o Espírito o mais além das estrelas.  Somos como campos electromagnéticos num oceano infinito-cósmico que se estende até ao desconhecido.

Assim  actualizamos no nosso interior a omnipotência, omnisciência e omnipresença, ao sincronizarmo-nos  com os fios que unem a Totalidade…  voltamos a esse estado original de inocência, humildade, criatividade e pureza, que caracteriza as crianças e animais e todas as criaturas que representam a Divindade

Esta postagem é dedicada a MINHA INFINITA AMIGA FADA DO BOSQUE, um dos Seres Elementais mais Harmoniosos do Infinito e também mais um meu FEMININO ESPELHO.

fonte: Textos de Caos y Destruccion 

Filme a não perder :  Cloud Atlas 

DRONES?


Clic na imagem. Vale a pena conferir

Related Posts with Thumbnails