O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 17 de abril de 2013

O CONHECIMENTO E O RECONHECIMENTO, E A BOMBA TERRORISTA.




Devo abrir lembrando que sou um leitor compulsivo, inclusive tentando ler línguas que desconheço, é compulsão mesmo!

Livros são até então as bases constatáveis de nosso conhecimento, são a essência da mídia, a alma da mídia, a mídia É livro, é impresso panfletário, é grafite, pichação em paredes, é exatamente esse conceito do panfleto para divulgar e imprimir idéias, é onde as idéias se tornam verdades mesmo não o sendo, pois verdade é a coisa mais individual, personalista, ímpar que existe, nada é mais singular. Ou seja, cada um tem a sua verdade, e ela é única e indivisível, da mesma forma que não é possível dois corpos existirem em um mesmo espaço/tempo ao mesmo tempo, logo, os pontos de referência são sempre individuais, e o que se percebe, percebe-se sozinho.

Quando se aceita a verdade de terceiros, deixa-se apreender a alma, deixa-se de existir, pois passa-se a viver em uma dimensão imponderável, ocupando, ao mesmo tempo, a posição do ser que nos impôs a verdade. Não podemos estar na posição desse outro ser, e não estamos. Acreditando na verdade alheia, acreditamos em nada realmente real para nós, pois nossa verdade é a única em nossa verdadeira posição tempo/espaço real e, em tal situação, tampouco conseguimos ver nossa verdade, ou seja, não existimos, somos o nada!!!  
Partindo dessa lógica, caímos em um abismo, pois tudo o que percebemos é a verdade de outrem, dos pais, dos educadores, dos colegas, dos irmãos e, claro, dos livros. Ou seja, a verdade acabou se tornando algo difuso, algo em que todos dão suporte sem que concordem com ela, mas acabou virando verdade, uma verdade dita por um e aceita por todos!!!

Ler tudo e muito mais aqui


Afinal o que é uma informação correta? Verdadeira? Quem garante que o Sol não seja frio e só se torne quente quando chega a planeta Terra? E se a roupa do astronauta for para protege-lo do frio absurdo que é lá fora, com todo o Sol na cara, sem dó nem piedade?

Quem se aventurará contestar sua santidade, a escolástica?

Haja blogue para discutir qual o melhor "produto literário" para dar polimentos aos egos eruditos de si mesmos. O CONHECIMENTO É O RECONHECIMENTO?
Quem entende o quê de quê se não à partir daquilo que, já nos foi pré programado desde a ancestralidade, por esta mesma casa grande que milenarmente nos senzala? Sua santidade a escolástica? Graças a ela somos orgulhosos de sabermos ler e escrever. Alguns, nem todos, é claro... Isso, não faz muito tempo, era proibido. Ainda é. Mas é um grande trunfo da politicanagem. Dá muito lucro. Sabe o que é MOBRAL? Isso não é para todo e qualquer escravo. Há que se ter a "sorte" democrática de uma cota para senzalados "conscientes" e entusiastas de suas escroques "liberdades". Tanto para pensar, quanto para ler e escrever o que pensam estar pensando ou escrevendo. Sentir? Livremente? Usei a palavra "cretino" ao referir-me a institucionalizados gangsters mafiosos. Canalhas. Mas, não é cretino aquele que explora o tráfico de seres vivos e ainda vai as igrejas agradecer pelo auferido? 
David Icke os chama de "repeters". Eu chamo de papagaios mesmo. Falamos asneiras doutorais pelos cotovelos; como nem as araras. Muito menos os asnos. Novelescos, chorosos e gargalhantes palavrórios sem ter idéia do que falamos cheios de trágicas pompas e circunstâncias. Muita importância. 
Nenhuma. Repetimos compulsivamente as mesmas bananeiras que já deram ou nunca deram cachos... Somos aplaudidos ou vaiados pelos bananas egos semelhantes.
E os dessemelhantes? Igualmente ignorados e ignorantes, e, também embananados prisioneiros do perene "jardim" de infância dos surdos mudos cretinos polidores de memórias e programas escravistas que temos sido todos nós... Que vão peruar noutra freguesia... Vão acender vela noutro terreiro e não enche! 
Arrogâncias jurídicas. Tudo sempre "legalmente". Àureos repetidores de programas lotando os lucrativos consultórios dos doutores tudologistas. Enriquecedores da farmafiosa merdicina. Programas e programas "reciclando" diplomados programas para alegria e benefício das eternas casas grandes das réguas e compassos administrando a escassez planejada de tudo.
Obreiros. É o que nos garantem, quando dão, relho, pão e água; ou carro de luxo do lixo. No lixo da vacinação em massa contra umas fajutas gripes inexistentes, que matam pela incapacidade dos vacinados, os historicamente debilitados, incapazes de resistirem as seqüelas das vacinações. Vacinações com mercúrio, nano chips e sabe lá mais que lixos.
Quem conhece ou reconhece o quê nesse maremoto de erudismo e doutorais vendilhões de templos? Endemicamente desnutridos ou subnutridos, vacinados autistas e envenenados pelos propositais lixos na terra, no mar e no ar em agrotóxico grandes negócios de lucrativa depopulação em massa das senzalas em milionárias guerras, pandemias laboratoriais, rastros químicos (chemtrails), HAARPs e outras maldades nazistas que ninguém vê. Ou finge não ver? Contenção de despesas? Tomates?

Mas, e dai? O que tem isso a ver com uma bomba terrorista? Quem acreditará que eventualmente adoecermos por disfunção eletromagnética em nosso "mar interior" causada pelas palavras "erradas" em nossos sentimentos/pensamentos em disforia através das forças ocultas de uma eterna virótica televisão ligada? A "pandêmica" deusa onipresente. E não só por canalhas vacinações compulsórias daqueles senzalados que interessam ser eliminados primeiro?

Sabe que acabaram de criar um processador que jamais se desliga? Mesmo com seu computador ou TV fora da tomada? Coisa de conspiranóicos conspiradores terroristas. Esta mesma gente que afirma que o computador veio para resolver os problemas da IBM que nós não tínhamos... Ora! Este tipo de gente irresponsável é a que vê conspirações em qualquer atentadozinho desses que matam ou aleijam milhares todo dia e acusam de nazistas as "incompetentes" autoridades constituídas...
A Guantânamo planetária tá vindo aí não, é brincadeirinha. Idiotas...

Conspiranóicos são esses que acusam tudo e todos os que sustentam este sistema que eles chamam de escravagista. Não fosse a deusa tele/visionária ninguém teria notícias, nem poderíamos conhecer o irreconhecível.  Ora! Todo dia nasce e morre gente. Afinal... A televisão é ou não é um bem intrínseco por razões óbvias?
 
Conspirações...
Quem controla a informação controla o conhecimento? Quer fontes? Tá com preguiça de pesquisar no divino google? Ô oráculo? De onde surgem os "terroristas"? Quem os fabrica? Quem os instrui nos ofícios? 
Quem poderia saber das desgraças das crianças de todos os lugares desde Caim e Abel não fosse a bendita analfabetizante deusa televisão. E seus eruditos fiéis. Não é mesmo? E o mundo tá aí... Cheio de Internet e analfabetos face books disfuncionais. Feliz e satisfeito, florido, cheio de luzidias cheirosas Margareths enfeitando nossos desesperos cotidianos...

Solidão é a escravagista nova ordem mundial da ilusão nessa virtualidade dos FACE BOOKS de amizades de faz de conta preenchendo o vazio afetivo da absurda escravização aos arco-íris de hipocrisias. Devia ser; FAKE BOOK... Seria cômico, se não fosse trágico.

Se puderem devolvam esta garrafa com um comentário...
Sou grato. Um abraço bem humano pra vocês. Toda PAZ e TODA LUZ.
O senhor ainda lembra então?

Sim, no início comecei a escrever tudo com medo de esquecer, mais ou menos como um sonho, que escrevemos com medo que a lembrança vá embora. Mas a memória do período de coma profundo está afiada e clara como se tivesse acontecido hoje.

Quando o senhor saiu do coma questionou a experiência?

Sim, desde o início. Eu achava que o que tinha acontecido não poderia passar de um fenômeno cerebral. Quando saí do coma lembrei de tudo durante o coma e nada antes disso, nada da minha vida, nenhuma palavra, não tinha ideia do que as palavras queriam dizer.

Como se o senhor fosse de outro planeta?

Exatamente. Não havia linguagem na experiência de coma profundo, apenas conceitos mais profundos que nossa mente linguística, por isso foi tão difícil trazê-los de volta.
Leia tudo o mais aqui.

4 comentários:

  1. Caro Aldo,

    Grande garrafada! Com garrafas assim não precisamos de coquetel molotov.
    Se eu vejo um grande texto escrito e vejo que esse texto cita um texto meu, sou compelido, mais do que nunca, a elogiar mais ainda esse texto. :-D

    Um engarrafadíssimo abraço.

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo do coração,

    Porque é que o seu blogue não é actualizado lá no Gueer nem no meu blogger?! que será que se passa?

    Um abraço cheio de Luz!

    ResponderExcluir
  3. Vapera, grande texto é o seu, cumpri meu dever de treinamento mensageiro ao elogio do que interessa. Um forte abraço. Toda PAZ e \o/ Toda LUZ!

    ResponderExcluir

  4. Fada, queridíssima amiga, não sei se devemos nos orgulhar ou nos preocupar... Devemos estar incomodando os controladores. As buscas são por palavras, talvez tenhamos caído na malha das indesejáveis palavras "finas" que os desagradam. Muitas são as suposições... O certo é que travaram as atualizações.
    De um modo ou doutro as pessoas continuam acessando as postagens e isso é o que nos interessa. Mantenhamo-nos nesta nossa vibração amorosa que geram a nossa defesa nesta guerra cibernética já em estado adiantado de Guantânamo planetária.

    Se você quiser me dar a honra de uma prosa adicione-me ao seu Skype - Aldo Luiz 1 - Será uma grande alegria poder trocar umas palavras verbalmente. Um forte abraço. Toda PAZ e \o/ Toda Luz.

    Um presente
    http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2012/07/foi-por-ela.html

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails