O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 6 de março de 2013

Ao infinito Hugo Rafael Chávez Frías... Sou grato.






O amor incondicional nos liberta e extingue o escravagista.

Hugo Chávez sabe isso. Nos mostrou e mostra isso. Pensemos nisso. Já não somos mais os mesmos que vivíamos como nossos pais. Muitas novas fronteiras e visões deste e de outros infinitos mundos nos esperam. O jogo de crenças e escolhas novas segue cada vez mais emocionante e emocionado. Cada segundo desperto é uma gota de possibilidades para o nosso bem e o bem de todos. Infinitamente.

Hasta la victoria! Siempre! 

Só depende de nós. Onde quer que estejamos neste universo veloz, o nosso paraíso é amor, gratidão, paz e luz aqui e agora. Sou grato Hugo. Um forte amoroso infinito abraço azul ao infinito Hugo Chávez e todos com a gratidão anabólica da ressonante PAZ perdoadora do amor incondicional. Você está ser humano, força no treinamento infinito, estamos aqui para isso. A vida real é uma consciente infinita festa feliz plena de músicas suaves e gargalhadas de crianças amorosas.

O jogo segue... Cuide bem de você e ajude alguém mais...



3 comentários:

  1. Amigo Aldo, parabéns pelo texto de hoje.
    Aqui em Brasília eu e um amigo fomos à embaixada da Venezuela manifestar nosso pesar e ao mesmo nosso agradecimento. Entregamos uma flor ao embaixador, que nos recebeu bem. Ali estavam reunidos outros manifestantes, MST e CUT.
    O mais interessante é que entramos na embaixada sem ser revistados. Não havia seguranças desconfiados, não havia distância entre as pessoas. O embaixador, os diplomatas venezualanos e os funcionários da embaixada se relacionavam entre si e conosco de maneira horizontal e humana e fiquei impressionado com a tristeza estampada em seus rostos. Era uma emoção legítima, verdadeira, de quem perdeu alguém muito amado. Não era um pesar fabricado para atender às expectativas e à situação.
    Mas eu acho que é isso que acontece quando humanos se relacionam com humanos.

    Já conhece esse vídeo? O comandante sutilmente denuncia a presençã de não humanos (escamosos) entre nós:

    http://www.youtube.com/watch?v=Zfs_Y16q6lw

    abraço

    Eduardo

    ResponderExcluir
  2. Caro Aldo, você tem que ver esse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=jtVH5YuEMIU&feature=player_embedded

    George Galloway acaba com os argumentos de um universitário bastante desinformatizadamente emburrecido pela mídia corporativa sobre a Venezuela.

    ResponderExcluir
  3. Toda minha gratidão aos comentaristas. Toda PAZ.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails