O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sábado, 7 de julho de 2012

REPTILIANOS POR ELES MESMOS (3)


Bah! Como diriam os gaúchos, vixe! os nordestinos, ou arre! como digo eu.

A face da reptilianidade se expõe em momentos como este, a absoluta violência em oposição a qualquer amorosidade a que eles sejam expostos. 

A "delicada" reptiliana criatura sai da pose e desce do salto alto, sobe nos cascos, desenrola a calda e lasca o chicote em meio a palavrões na escravaria, que acovardada mete o rabo entre as pernas e emudece. 

A outra com a naturalidade de uma "maternal pedagogista", saca e dispara. Faz sentido né, é a tal "vida de gado, povo marcado, povo feliz"...

Já observaram a dona Hillary Diane the 67th United States Secretary of State como é "delicada"? Uma sílfide. A bondade amorosa em forma de gente.
Nem forma ou parecença...
Para eles a cultura da violência é o único grande bom negócio e tudo se resolve na porrada, pelourinho, chicote, rugidos, ranger de dentes e garras... Todas as formas de violência geram fortunas para a casa grande. É incrível como ninguém vê isto e ainda defendem o dono do chicote que nos açoita. Trocam a liberdade por uma barra de chocolate com escravizantes gorduras trans, aspartame e glutamato monossódico.

Taí uma boa demonstração do que é a psicopática reptilianidade escravista e suas expressões terroristas de como reagem quando sob pressão. Mostram os dentes e vão dominando a massa infantilizada até a alma. Nazi sionismo e sua nova ordem mundial é isso aí, a cultura da estupidez e da extrema  boçalidade. E esta patologia epidêmica tem muitos asseclas, exércitos de fanáticos seguidores corroendo os parcos alicerces das novas gerações.

Que cada um aproveite este momento de reflexão e faça suas considerações se estes não são os comportamentos de quem está bem adaptado a esta milenar cultura da escravização? Eu já tenho minhas certezas. Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails