O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

domingo, 13 de maio de 2012

NOTÍCIAS DO ESCRAVAGISTA 4º REICH E SUA TERCEIRA GUERRA MUNDIAL


LÍBIA SEM LEI

OTAN falhou, civis foram atingidos na Líbia
Por Charles Gray
Tempos globais
Os eventos atuais na Líbia, incluindo relatórios de limpeza étnica, o uso de tortura pelo atual governo e, mais recentemente, a decisão da ONG Médicos sem fronteiras de suspender as operações na nação, fica como uma condenação gritante do esforço para expulsar ex-líder Muammar el-Gaddafi lideradas pela OTAN.
Isto é especialmente verdadeiro, dado que a justificação para o esforço era a proteção da vida civil, uma obrigação que parece esquecida hoje em dia, mesmo porque aqueles que eram os mais falastrões durante o conflito.

Enquanto alguns podem argumentar que sempre há vencedores e perdedores em qualquer conflito civil, a decisão de intervenção direta, resolução do Conselho de segurança das Nações Unidas em 1973, tornado-a participante ativa ao lado dos rebeldes, foi supostamente motivada pela necessidade de fazer cumprir as resoluções da própria ONU exigindo a proteção de civis líbios.
Ao definir o objetivo primordial da missão como proteção, em vez de um simples objetivo militar, os objetivos da OTAN foram além de uma simples vitória militar.

No entanto, é também claro que a responsabilidade da OTAN de proteger os civis da Líbia (R2P) não terminou após a queda de Gaddafi. Através da criação das condições para a sua queda, uma vez que foi o poder aéreo da NATO que, finalmente, derrotou Gaddafi, e não os rebeldes, a OTAN e as nações que advogam a intervenção a fundo, tem a completa responsabilidade pelas consequências.
Mais importante, que eles assumam a responsabilidade da segurança e o bem-estar de todos os civis, não apenas os de rebeldes.
Continue lendo aqui
O SISTEMA SE ALIMENTA DO LIXO QUE PRODUZ. SEM MAIS COMENTÁRIOS, SINTO MUITO. ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO. 

Conecte a barbaridade de cima com a barbaridade debaixo, depois me diz se não é o 4ºReich todo feliz fazendo seu treinamento no Brazil ?


A SEMANA
leia tudo neste link“MINAS SÃO MUITAS MINAS...” O BRASIL SÃO MUITOS BRASIS
Laerte Braga
O prefeito de Belo Horizonte é Márcio Lacerda e pertence ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Partidos que mergulharam no processo político vigente são siglas e nada além disso, ao sabor das conveniências. Socialista? Onde?
Lacerda é produto de uma aliança no mínimo bizarra, pois junta o PSDB de Aécio, o PSB e o PT. E foi imposição de Aécio. É um dos piores prefeitos da história da capital mineira.



Fotos - http://www.em.com.br/app/galeria-de-fotos/2012/05/11/interna_galeriafotos,2568/despejo-no-barreiro.shtml

Na sexta-feira perto de 300 homens da Polícia Militar do estado e funcionários da Prefeitura “socialista” desocuparam um terreno do Município onde viviam 350 famílias. O aparato terrorista/policial-militar e “socialista” expulsou as pessoas que lá estava há anos. As lonas usadas – habitação – e a madeira de barracos improvisados de madeira foram para o espaço.

O prefeito “socialista” foi buscar na Justiça a reintegração de posse da área, perto de 35 mil metros e em momento algum imaginou uma solução para as famílias de sem tetos que lá estavam. E é do Partido Socialista Brasileiro, imagine se fosse capitalista.
A última tentativa de evitar a barbárie, semelhante ao que aconteceu em Pinheirinhos em São Paulo, com a agravante que o terreno é um próprio da Prefeitura, morreu nas mãos do desembargador Elias Camilo, em agravo do Ministério Público para evitar a ação criminosa da Prefeitura. O desembargador desembargou a favor do poder.

A falta de sensibilidade social da Justiça e em muitos casos comprometimento com os donos do Estado – instituição – é comovente. Em Minas Gerais se Aécio, por exemplo, entrar no Tribunal de Justiça e ocorrer de o chão estar sujo, tem gente que vai tirar o paletó para o senador não manchar seus sapatos.

Segundo alguns advogados que atuam no TJ/MG o êxito de uma causa, na maioria absoluta dos casos, depende do cartão de quem defende. Se for cartão platina absolve todos, se for ouro, consegue excelentes resultados, se for prata já é mais difícil e se não tiver cartão não consegue nada. Isso é dito em tom de chacota por vários advogados mineiros.

Que o digam as 350 famílias despejadas pelo prefeito “socialista” Márcio Lacerda.

Foi Guimarães Rosa quem disse e escreveu que “Minas são muitas Minas” e foram Afonso Arinos – a quem se atribui equivocadamente a frase – e Tancredo Neves que se apropriaram da mesma na política.

O Brasil também.

São muitos brasis.

2 comentários:

  1. Gostei dos temas atuais de seu blog. E fico me perguntando se você curte também temas esotéricos ou seria uma mera coincidência sua arte para as capas dos álbuns de Jorge Ben nos anos 70: A Tábua de Esmeralda e Solta o pavão? Ou será que naquela década ler moda ler "Eram os deuses astronautas" e "O despertar dos mágicos". Tenho curtido muito esses albuns antológicos do Benjor. Acho que seria interessante postar em seu blog a notícia que o Jorge já está (re)ensaiando o trabalho A Tábua de Esmeralda para reapresentar, ainda este ano, a pedidos de novos fãs (sobretudo de jovens que lhe convocaram no movimento "queremos" do facebook). Vocês devem ser grandes parceiros ainda, sim?Sucesso no blog, abs. Glauco. Crato-CE

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo, gostei do que vc escreveu. Comente no blog sempre que puder, só vai honrar e enriquecer nosso modesto trabalho.
    Anos 70 foram "O BARATO TOTAL". Gostei de poder ter vivido lá e tudo aquilo através do disco e sua magia, foi um raro privilégio. Sou um homem de sorte. Desliguei-me do "disco" em 1985 e depois, nunca mais, só lembranças. Atualmente é que por força do Facebook ando revendo velhos amigos.
    Então ...
    Vamos seguir em frente sem expectativas, em paz e cheios de certeza que a imortal energia infinita divina e perfeita de nossas amorosas almas é o nosso maior tesouro.
    Bom te ver por aqui, te amo e sou grato.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails