O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Não é a sina dos brasileiros...


Não é a sina dos brasileiros, aprendam estas intelectuais, o verdadeiro tumor, o cancro do mundo, é a (velhíssima, milenar e sempre em nova embalagem) “nova” ordem mundial angloeuroamericananazisionista com seus divinos intocáveis banqueiros que administram a senzala e a "fazenda" para escravidão perene da humanidade na escassez planejada de tudo. E as religiões criadas por eles para abençoar esta corja, os abençoa condenando à barbárie os que tentam se libertar.

Aos políticos aceitos, os verdadeiros populistas (é parte da dualidade do falso jogo “democrático”) e os escolhidos pelo sistema e demais serviçais das corporações, escravos aos quais é permitido "pisar descalços" fora do tapete vermelho da casa grande, enchem a burra com 30 dinheiros pela traição aos seus compatriotas e à humanidade.

Os que vão para o jogo político "democrático burguês", tentar libertar seus povos são combatidos até a morte com históricos golpes de estado perpetrados pela contra revolução permanente, a CIA e demais órgãos similares espalhados pelo mundo sabem melhor do que eu ao que estou me referindo.

O mal maior da “intelectualidade” e demais escravos é tentar entender e resolver os problemas com a ótica e as regras de quem os criou. A grande mudança está dentro de cada um. Não adianta ficar reclamando dos políticos. Eles estão aí para servir ao sistema. Se não mudarmos o nosso modo de ver e pensar as coisas, elas não mudarão, nada mudará...
A grande mudança começa dentro de cada um de nós, cada indivíduo é o todo, somos o todo, não há nada para corrigir lá fora e tudo para corrigir cá dentro... Não delegue aos outros aquilo que é de sua responsabilidade 100%, assuma a condução de sua vida, mude seu modo de pensar e o mundo mudará. Político algum tem todo esse poder em parte alguma...



Assista a aula abaixo e reflita.
Sou grato, ao mestre John Pilger e a todos os que passam por aqui.

 Você também pode se interessar por esta leitura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails