O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

quarta-feira, 24 de junho de 2009

O EFEITO RICHARD



Não conheço Richard, apenas sua mensagem em meu blogue que gerou esta curtíssima conversa virtual.

19 Jun. 09, 22h26min
RIchard: Seu site é muito engraçado, você vive num mundo de fantasia! Devia escrever um roteiro de filme sci-fi talvez.

22 Jun. 09, 10h07min
Aldo Luiz: Oi Richard, que bom que gostou do blog. Quanto ao mundo de fantasia, cuidado, há mais fantasia na realidade do que nossa pouca percepção do quanto estamos sendo teleguiados pela “cultura” midiática.

22 Jun. 09, 10h09min
Aldo Luiz: PS. : esqueci de colocar aspas na palavra realidade.


Um mundo de fantasia em doutrinações escapistas são as grades dessa prisão milenar em que vivemos desde muito antes dos tempos em que a Terra era plana, o sol girava em torno dela e antes de chegar ao “novo mundo” (O INVENTÁRIO) cairiam todos com seus navios num abismo sem fim cheio de dragões e feras inimagináveis.

Meio amargo este meu sorriso enquanto pensava o quanto estamos iludidos pelo poder midiático que nos escraviza e oprime em permanente administração da escassez de tudo para o bem deles e seus cartões de crédito.

Em nossa ingênua subserviência nessa ficção cientifica chamada “liberdade democrática” de escolha nem nos damos conta que em breve, segundo o desejo “deles”, estaremos todos, os que restarem, verychipados.

Sem dinheiro vivo na mão e controlados por cartões eletrônicos com chip implantado, (os que sobreviverem as pestes e a fome por "eles" projetadas), onde estarão contidas todas as informações sobre cada um de nós e nossos movimentos.

O tempo escoa na ampulheta da (velha) nova ordem mundial diante da tv digital comprada a perder de vista pra gente ver a copa das confederações e outros alienantes estupefaciantes (acompanhados por muito açúcar "diet", "ligth", "free" e "outlawed" entorpecentes)...

Velho panis et circencis e eu aqui é que vivo num mundo de fantasia...

O roteiro macabro de ficção científica ta rolando Richard, e não é de minha autoria não.

PS: SOU CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL, POIS CONSIDERO-A UM CRIME A MAIS, NESSA ORQUESTRADA DESCONSTRUÇÃO OFICIAL DO BRASIL.

Precisamos acordar com urgência e descobrir quem são nossos verdadeiros inimigos...

SINTO MUITO ME PERDOE TE AMO SOU GRATO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails