O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

domingo, 29 de março de 2009

Lavando louça nos primeiros dias de outono...



"Outono"

sábado, 28 de março de 2009 16:26:17

Estava lavando a louça e lembrei do Dr Len;
“O DIVINO não é o McDonald's."
Pois é, pensei, é o ETERNO ORGÔNICO CAMPO QUÂNTICO DE DIVINA INFINITUDE E POSSIBILIDADES PARA TUDO E TODOS COMO UM TODO... O resto é limpeza sem expectativa alguma, saiu do presente limpa para reaver o alinhamento com o DIVINO EM NÓS e, então, e só ENTÃO NO PRESENTE, que é o permanente campo vibracional oscilante onde tudo é fluência do que DEVE SER ou simplesmente, O QUE É... Aí, é onde nós ficamos em PAZ. Não é no que "gostaríamos que fosse". ("gostaríamos" são memórias e programações). Mas aceitar isso é impossível para memórias e programações ancestrais que nos impõe um comportamento propositalmente distanciador disso mesmo. "Não me amo. Não me perdôo. Culpo a todos. Não perdôo ninguém. Não amo ninguém. Ninguém me ama." Há uma conspiração, "real" e "ancestral", vigindo pela "inércia" de toda força, para que isso não seja descoberto, muito menos entendido e vivenciado nós. É a manutenção proposital em memórias e programas do Deus lá e nós aqui. O Eu em esquizofrenia. O desalinhamento radical com nossa essência divina e perfeita. O amor à nossa criança cresce em aceitação na limpeza cancelando julgamentos e vice versa, e, surge a visão de que nem eu nem o outro que nos fala somos os verdadeiros Eus. Vemos então os programas e memórias apresentarem-se com mais rapidez e clareza para limpeza, e, a criança fortalecida pelo amor recíproco na limpeza nos devolve ao presente divino no realinhamento dos três Eus e, à possibilidade da revelação de tudo o que de fato é para o nosso bem e o bem de todos. Tal como deve ser não é o que exatamente gostaríamos, porque expectativas são memórias e programas, mas o que deve ser naquele exato instante onde tudo é fato, sempre em movimento. Essa é a estrada da purificação do lixo ancestral de memórias e programas que nos aterrorizam e torturam antes da realização no presente, em Paz, de nossa missão revelada onde tudo nos é dado naturalmente em paz. 100% de responsabilidade é uma estrada muito difícil, mas é a única... É quando começa o caminhar em limpeza, e somente aí, que vai surgir a pacífica ação inspirada na divina revelação do divino campo vibracional de infinitas possibilidades. Minha limpeza constante tem me mostrado que somos únicos em nós mesmos e múltiplos no todo.
Cada um de nós é a representação única do Todo Divino. Por isso as memórias que chamamos "nossas", "minhas", são as mesmas de todos. São compartilhadas igualmente com todos, não há memórias "próprias", "exclusivas" de nosso banco de dados particular, compartilhamos TUDO. Cada um, segundo "seu" programa de memórias, se identifica mais com umas que com outras, daí podermos afirmar que as dificuldades são as mesmas para todos. As memórias são muito ancestrais,velhinhas mesmo; por isso muito espertinhas e treinadas em permanecer, são ardilosas... Todos passam exatamente pelas situações de ora isso ora aquilo, e o meu Sol e minha lua não se abraçam. Isso passa. Nada mais natural, não há que temermos nada, temer são sempre expectativas, memórias. Portanto, nada além de memórias nas "nossas" Luas evitando os nossos "Sois". Com o praticar da limpeza constante e da limpeza em "A Proposta" tudo vai em seu devido tempo alinhando os três Eus e reconhecendo a divina perfeição que está e esteve o tempo todo aqui, em todos nós. Só faltava-nos a limpeza para esta percepção. O que concluí é que, de fato, toda essa limpeza, por sua imensidão, será para sempre, nunca termina, por isso nunca para. Espero ter contribuído com a benção da paz do Eu para todos nós.Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails