O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

“O UM refletido.”


(...) “Cada um de nós é uma expressão única da vida, da luz e do amor divino – um amor imortal que ainda não nasceu. Mas... que está em processo de despertar. Descobrirá o Um refletido no Universo, e transmutado em luz em seu coração – através de uma experiência transcendente e incomunicável.
Entretanto, antes que possa tomar posse de sua herança, o viajante tem de se livrar da própria sombra, que o mantém prisioneiro ao universo restrito de seus condicionamentos, e o impedem de realizar os potenciais divinos que desenvolveu ao longo do caminho.
Mas para que tenha êxito nesse processo de auto-realização, toda a orientação tem que vir através de um discernimento próprio. A “verdade emprestada”, o dogma ou a imposição, não tem valor para quem sabe que o poder transformador da Verdade só funciona quando brilha por luz própria.
O mesmo ocorre em relação à “obediência” – onde a pessoa deposita cega confiança ma orientação dada por alguma “autoridade” e ponto final – ou nas normas de uma tradição, renunciando assim a prática do discernimento, o único guia seguro no perigoso caminho da evolução. Apenas com a percepção direta da verdade pode o ser humano acender a sua lâmpada e deixar o ser brilhar.”
Ricardo Massena em “Seja uma estrela” no jornal “OXIGÊNIO”, www.jornaloxigenio.com.br


O artigo do professor de física Ricardo Massena é muito interessante especialmente para quem deseja praticar o Ho’oponopono da Identidade Própria e gosta de uma boa e importante reflexão. Gosto de propor a reflexão da acertiva de que não há o que “evoluir”; há sim e muito, que se limpar o lixo que milenarmente nos tem sido imputado através de programações em recordações e memórias e encobrem esta verdade.

Depois que comecei a praticar o Ho’oponopono da Identidade Própria o que era uma suspeita tornou-se uma verdade definitiva. Nossa essência é divina, é perfeita. Somos partes integrantes e inseparáveis do Divino Criador como tudo o que existe; visível e invisível.

Ao nascermos chegamos com toda a potencialidade necessária para cumprirmos com nosso papel de criadores de nossa própria realidade pacífica e amorosa, divina e perfeita em nossa Identidade Própria para o nosso bem e o bem de todos.

Quando digo isso em voz alta, raramente tenho sido entendido e menos ainda aceito, é um “pecado”, uma blasfêmia reconhecer-se divino e perfeito.
Não se vê isso, e, no entanto a pedra fundamental da auto-estima é o entendimento dessa verdade.

Há uma programação milenarmente ancestral sistematizada impedindo essa visão e separando-nos propositalmente do Criador. Essa programação propõe confundir e dividir para melhor dominar justamente através da mais baixa auto-estima possível fazendo parecer precisarmos evoluir. É assim que entendem a obediência à autoridade; não pela compreensão e respeito ao Divino, mas sim pelo medo, pelo terror.

Conheci homens “poderosos” detentores de "autoridade" que no fundo da alma escondiam este tremor ancestral de baixa auto-estima. Ainda que apregoassem o contrário e a mascarassem em atitudes dissimulantes, de algum modo em algum grau e em dado momento, percebia-se uma enorme baixa auto-estima. Todos eles usam principalmente a máscara ditatorial para disfarçar isso.

O fato é... Lixo imensurável ancestral para limpar, repito, o que precisamos é evoluir em limpeza permanente, progredir em nossa limpeza incessante em Ho’oponopono. Não há nada lá fora! Tudo está em mim e igualmente no outro, e o mais importante; nós somos 100% responsáveis pelas escolhas que fazemos em nossa vida. Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato! A Paz do eu para todos nós agora, para sempre e eternamente!

2 comentários:

  1. QUERIDO ALDO,

    SEU BLOG É RICO,EM LUZ,INTELIGÊNCIA,BELEZA,BOM GOSTO E TEMOS O PRAZER DE APRECIÁ-LO!!
    CONTINUE A ILUMINAR ESSE MUNDO COM SUAS LETRAS E MENSAGENS MARAVILHOSAS!!
    PARABÉNS E MUITA LUZ,SEMPRE!!
    BEIJOS NA ALMA!
    TE AMO! SOU GRATA!
    (Christianne)

    ResponderExcluir
  2. Querido Amigo.
    A primeira vez que ouvi NÃO TEMOS NADA PARA EVOLUIR foi numa sessão de limpeza virtual Ho'oponopono... Ouvi, guardei e depois fui pensar a respeito. Lembrei-me do ensinamento FOMOS CRIADOS À IMAGEM E SEMELHANÇA DO CRIADOR, ou seja, nada menos que a PERFEIÇÃO... Outra assertiva que me voltou à lembrança foi FOMOS CRIADOS SIMPLES E IGNORANTES, até onde sabia, ignorantes das verdades divinas, mas porque não das verdades dos homens?! Então, devemos voltar àquela ignorância, pois ela significa o não conhecimento do lixo? Voltar a condição ZERO, sem aquela montueira de "verdades" que, em verdade, se tornaram o véu que nos impedem de vivenciar a nossa IDENTIDADE PRÓPRIA? Eureka! Eu tenho que voltar ao ESTADO DA CRIAÇÃO e não EVOLUIR, segundo os homens. Com o Ho'oponopono eu procedo à limpeza para chegar ao ZERO, lugar da IDENTIDADE PRÓPRIA, essa a minha ESCOLHA. Grata, por mais um espaço onde temos a oportunidade de crescer (não evoluir) em direção a nós mesmos.
    Zenilde.

    ResponderExcluir

Todos são bem vindos, estamos aqui para compartilhar experiências que nos iluminem, mas, por força de impertinentes baixas vibrações planetárias sou obrigado a moderar os comentários. Para bons comentadores este pingo é letra. Sintam-se em casa. E muito grato pela lúcida carinhosa presença. Venham sempre que lembrarem, se gostarem divulguem, compartilhemos nossas descobertas.Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato. A faxina é infinita.

Related Posts with Thumbnails